Procure no JP

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Capivariano chega ao topo do Grupo 13 da Segunda Divisão

Olá,

Mais um fim de semana com várias opções de jogos com a "cara" do JP e, por conta disso, botei o pé na estrada e fui conferir três partidas válidas pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão, na sua terceira fase e que vai definir os oito times que avançarão à quarta fase, quando serão conhecidos os quatro novos integrantes da Série A3 de 2.012.

Comecei minha jornada tripla, no sábado à tarde, pegando a Via Dutra e indo em direção à cidade de Jacareí, para ver de perto o confronto entre o Jacareí A.C. contra o Capivariano F.C., cujo palco foi o gramado do Estádio Stavros Papadopoulos e valeu pela quarta rodada.

Essa partida tinha um caráter decisivo, em especial para o time da casa, pois, até então, o "Jacaré do Vale" havia sido derrotado nas três partidas anteriores e não podia nem pensar em empatar, quanto mais ser derrotado novamente. Portanto, era matar ou morrer, uma vez que a conquista dos primeiros três pontos lhe daria condições de continuar sonhando com classificação. Pelos lados do "Leão da Sorocabana", a situação era bem diferente, pois o time de Capivari entrava em campo, na segunda posição, com 6 pontos. O jogo prometia ser disputadíssimo.

Como sempre acontece quando o JP vai a Jacareí, fui muito bem recepcionado pela simpática Diretoria dos donos da casa, que faz de tudo para realizarmos o nosso trabalho da melhor maneira possível. Além disso, reencontrei vários amigos da imprensa de Capivari, que lá estavam para fazer a cobertura da partida para a região e o papo rolou solto. Bem, depois dos cumprimentos e das conversar, fui para o interior do gramado e lá fotografei, de forma exclusiva, os jogadores das duas equipes e o trio de arbitragem. As fotos estão abaixo:


Jacareí A.C. - Jacareí/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Capivariano F.C. - Capivari/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Trio de arbitragem comandado por Thiago Luís Scarascati, seus assistentes David Botelho Barbosa e Luís Alexandre Nilsen, ao lado dos capitães Ronan (JAC) e Adoniran (Capivariano). Foto: Orlando Lacanna.

Confirmando as expectativas, o Jacareí saiu logo de cara para o campo de ataque, procurando assumir o controle da partida, visando criar jogadas que pudessem resultar na abertura do placar. O primeiro lance mais agudo dos donos da casa, aconteceu aos 9 minutos, quando o camisa 9 Fred pegou mal de cabeça, uma bola cruzada da direita por Marcinho. Mesmo não acertando em cheio, o lance foi perigoso, animando a pequena torcida jacareiense.


Camisa 2 Michael saindo para o ataque no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

À medida que o tempo passava, o Capivariano ia se assentando em campo e, com isso, passou a ter mais presença ofensiva, por conta das jogadas criadas pelo seu camisa 10 Ivan, que invariavelmente procurava o artilheiro da competição Romão, que levava perigo à defesa dos anfitriões, sendo que numa dessas, o artilheiro foi derrubado dentro da área pelo zagueiro Gustavo, com o árbitro marcando pênalti. A cobrança ficou a cargo do próprio Romão, que bateu firme e anotou seu 19º gol no campeonato. Tudo isso aconteceu aos 22 minutos.


Bola estufando a rede no gol de abertura do Capivariano. Foto: Orlando Lacanna.

Após ter sofrido o gol, o Jacareí deu mostras que sentiu o baque e, com isso, permitiu ao Capivariano assumir o controle das ações, indo com frequência ao campo de ataque, sendo que o segundo gol poderia sair a qualquer momento. Por volta dos 30 minutos, o Jacareí conseguiu dar uma equilibrada, mas era uma equipe afobada que errava muitos passes e, dessa maneira, pouco incomodou o goleiro Douglas.


Jogada aérea perigosa do ataque do Capivariano ainda no 1º tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Nos últimos cinco minutos, o Capivariano criou e desperdiçou uma sequência incrível de três oportunidades, sendo a primeira aos 40 minutos, através de Romão e na sequência, aos 42 e 43 minutos, Alamir e Romão novamente, estiveram próximos de aumentar a vantagem, mas como a pontaria não estava calibrada, o primeiro tempo foi encerrado com a vantagem mínima a favor dos visitantes.


Chance de ouro desperdiçada pelo artilheiro Romão no fim da etapa inicial. Foto: Orlando Lacanna.

As equipes retornaram para o segundo tempo e o que se viu, foi o Capivariano mantendo o domínio e indo ao ataque com o objetivo de aumentar o placar e ficar mais tranquilo na partida, até porque o Jacareí não dava mostras que iria complicar a vida do time visitante. O primeiro lance mais agudo, ocorreu aos 4 minutos e foi do ataque do Capivariano, numa escapada pela direita de Alamir, que cruzou rasante para a área, mas para sorte da defesa da casa, não apareceu nenhum pé para desviar a bola para o fundo da rede.


Primeiro lance de perigo do ataque do Capivariano no começo do segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.


Início de mais uma ação ofensiva do Capivariano na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

Nos primeiros vinte minutos, o Capivariano manteve a partida sob controle, até porque o Jacareí parecia que não tinha forças para virar a história do jogo. Aos 20 minutos, o time de Capivari ampliou a vantagem, através do camisa 11 Alamir, que até se agachou para, de cabeça, mandar a bola para o fundo da meta do goleiro Anderson, aproveitando cruzamento vindo da direita.

Depois de sofrer o segundo gol, o Jacareí não tinha outra alternativa a não ser ir ao ataque do jeito que desse, até porque perdido por dois, perdido por mil. Nesse contexto, o time da casa chegou ao seu gol, aos 28 minutos, anotado por Leandro, que aproveitou um vacilo da defesa dos visitantes, após chutão do goleiro tricolor Anderson, que achou o atacante livre de maração.

Os últimos quinze minutos foram disputados com muita disposição, com o Jacareí tentando chegar ao empate, mesmo com todas dificuldades encontradas pelos seus atacantes. Mesmo pressionado o Capivariano não parecia muito preocupado, pois sentia que era o dono da situação, mas como o futebol é repleto de surpresas, o negócio era não facilitar, mas, mesmo assim, o Jacareí chegou a incomodar aos 33 e 37 minutos, em jogadas que tiveram as participações de Marcão e Marvyn, porém a igualdade não foi alcançada.


Camisa 17 Marcão não chegou a tempo numa boa investida do ataque do Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.


Jogada aérea do JAC na tentativa de chegar ao empate no fim da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Fim de partida com o resultado: Jacareí 1 - 2 Capivariano, que eliminou qualquer chance do time do Vale do Paraíba na competição, sendo que apenas cumprirá tabela nos últimos dois jogos da terceira fase. Com a vitória, o time de Capivari chegou a 9 novos, tendo assumido a liderança do grupo e ficava aguardando o que aconteceria no jogo que seria realizado à noite em São José dos Campos, que também teve a presença do JP, mas essa história será contada mais tarde.

Tão logo o árbitro encerrou a partida, deixei o estádio de imediato e voltei para estrada e segui viagem a São José dos Campos, com o objetivo de conferir o outro jogo do grupo, mas isso é história para depois. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário