Procure no JP

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Portuguesa vira em cima do vice-campeão da Libertadores

Opa,

Mais uma quarta-feira com cobertura aqui no JOGOS PERDIDOS. E dessa vez vamos do não-perdido Campeonato Brasileiro 2008, aonde tive a chance de ver mais um jogo no querido Estádio do Canindé. E saí do trabalho, e fui soznho até lá, para ver o jogo entre Portuguesa e Fluminense, o vice-campeão da Libertadores 2008. O mais legal é que nunca tinha visto esse jogo por um Campeonato Nacional, pois vi essa partida uma única vez, no longínquo 1990, pela genial Taça Vicente Matheus, conquistada pela Lusa. Detalhe que foi apenas meu terceiro jogo visto em todos os tempos. Desde então, vi mais de 1400 e tive a chance de rever esse jogo tão esperado por esse Brasileiro.

Cheguei cedo e já percebi pelo pessoal nas bilheterias que a Lusa aumentou o ingresso para 30 pilas. Acho que é um pouquinho caro hein? Mas tudo bem, então entrando por lá encontrei o amigo Fernando Corrêa perdido pelas alamedas do Canindé atrás de um bolinho de bacalhau que não veio. Lá dentro sentimos um clima apreensivo para o jogo. Com os dois times na zona da degola, a vitória era essencial para que a equipe vencedora desse um respiro na tábua de classificação. E um bom público estava presente por lá, contrariando as expectativas.


Ataque do Fluminense pela direita no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O jogo começou bom, com o time rubro-verde tentando impor o fator campo e aproveitar também o momento ruim dos cariocas. Mas o time chegava sem tanto perigo e viu o Fluminense aos poucos resolver entrar na partida. Depois de minutos de incertezas, aos 19, o jogador Dario Conca fez das suas e marcou um gol com estilo para o Flu. Depois desse gol já começaram a se escutar algumas reclamações do pessoal que estava nas arquibancadas. Calma gente!

Mas a Portuguesa não se intimidou e quase empatou aos 25, em grande defesa de Fernando Henrique. E a festa foi completa aos 27, quando depois de uma linda troca de passes, o atacante Jonas fez de voleio um golaço e deixou tudo igual no Canindé. Caso tenham a chance de procurar pela net, vejam esse gol, vale a pesquisa.


Zaga da Lusa afasta o perigo de dentro da área. Foto: Fernando Martinez.

O jogo então ficou melhor para os anfitriões quando o jogador Tartá foi expulso aos 34 minutos. Por mais duas ou três vezes, a Lusa teve a clara chanc de virar o marcador ainda na primeira etapa, mas em todas viu a boa intervenção do goleiro do Fluminense. E o jogo foi para o intervalo com o empate em 1 a 1. Nesse intervalo enconrei por lá o amigo Maurício "Nassau", sumido da convivência do JP faz um tempinho. Ele também lamentou a perda do amigo Luiz Fernando Bindi relembrando um jogo no próprio Canindé em que nós três ficamos conversando os 90 minutos sobre tudo. Boa lembrança!

Veio então o segundo tempo com uma chance de gol para cada um. Mas o astral estava com a Lusa, que virou o placar aos 11 minutos. O jogador Preto fez o terceiro golçao do dia chutando de fora da área no canto direito do goleiro. E por mais que o pessoal duvidasse, a Portuguesa estava na frente! Logo após o gol, o atacante Washington foi expulso e aí acabaram as chances do Flu em conseguir algo melhor.


Visão do lugar em que estava no Canindé. Mas como é que tem sempre alguém que cisma em ficar na nossa frente? Foto: Fernando Martinez.

Mas o Flu tentou, mas o dia era lusitano, e a Portuguesa teve chance de fazer o terceiro gol por duas vezes, até que o jogador Jonas recebeu passe preciso aos 41 e chutou com classe na saída de Fernando Henrique. Foi o gol para feixar de vez o caixão tricolor.


A Portuguesa virou no segundo tempo e ainda poderia ter feito mais, como nessa chance. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Portuguesa 3-1 Fluminense. A equipe rubro-verde respira um pouco mais longe da zona de rebaixamento, enquanto o Flu pode dormir na quinta-feira como lanterna do Campeonato. Se não começar a abrir o olho desde já... acontece igual ao que aconteceu com um certo alvinegro em 2007. Mas fica a certeza que o time da Portuguesa ainda pode brigar por alguma coisa melhor no ano. Bom, e depois do jogo voltei para casa pensando nos jogos do final de semana e nas surpresas que ainda podemos mostrar aqui no JP.

Até

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário