Procure no JP

quarta-feira, 23 de novembro de 2005

Uma Volta ao Passado, volume 6: Estrada de Ferro SFC (Sorocaba/SP)

ESTRADA DE FERRO SOROCABANA FC


Escudo do Estrada de Ferro Sorocabana FC. Foto: Orlando Lacanna.

Após um período de ausência, retorno com a série "Uma Volta ao Passado", sendo que dessa vez, abordando o ESTRADA DE FERRO SOROCABANA F.C., popularmente conhecido como Estrada. Para quem não conhece esse clube, aqui vão algumas informações: foi fundado em 25/11/1930, por funcionários da Estrada de Ferro Sorocabana, que adotaram as cores branca, preta e vermelha. Disputou nove campeonatos profissionais entre 1959 a 1967, tendo sido campeão da 3ª Divisão em 1961. Esse campeonato representou a maior glória futebolística para a equipe de Sorocaba.

Na pedreira que foi a terceirona de 1961, o time ficou na primeira colocação da série Açucareira na primeira fase jogando contra Gran San João, Ipiranga de Jundiaí, Cerâmica de Mogi Guaçu, Itatiba, Usina São João, CA Ituano e Saltense. Na segunda fase, o Estrada enfrentou Inter de Limeira, Cerâmica de São Caetano do Sul, Estrela de Piquete e Bandeirantes de São Carlos. Mais uma vez a equipe ficou na liderança da chave e se classificou para a final.


Time do Estrada posado para a foto oficial no dia 28 de janeiro de 1962, data da grande final da terceirona de 1961. Foto: A Gazeta Esportiva. Reprodução: Fernando Martinez.

Na decisão, novamente o Usina São João de Araras estava no caminho da vaga na segundona. Nos dois primeiros jogos da final, uma vitória (por 6x2, em 14 de janeiro de 1962) e uma derrota (por 1x2, em 21 de janeiro). A decisão foi para a "negra" no Estádio Nicolau Alayon na tarde de 28 de janeiro de 1962. A equipe do Estrada venceu por 3x2, com gols de Anacleto (2) e Esquerdinha e assim conquistou a sonhada vaga para a Segunda Divisão, local aonde o time permaneceu até 1967.

Com a decadência das ferrovias, os recursos destinados à manutenção do clube foram diminuindo ocasionando a desativação do futebol profissional e de outras atividades esportivas. Atualmente somente participam de competições de malha.


Entrada social do Estrada F.C. situada bem próximo do centro de Sorocaba. Foto: Orlando Lacanna.

O clube dispõe de uma sede social localizada no centro de Sorocaba, composta por um salão de baile, secretaria, salas da Presidência, do Conselho e de troféus, com galeria de fotos antigas. Nessa sede, os sócios que giram em torno de 1.200, podem participar dos bailes e dos cursos de dança de salão e yoga.


Sala de troféus na Sede Social do Estrada. Foto: Orlando Lacanna.


Detalhe do Salão Nobre no Estrada FC. Foto: Orlando Lacanna. [120411]


Piscinas do Estrada FC. Foto: Orlando Lacanna. [120411]

O Estrada também possui o Estádio Rui da Costa Rodrigues, o qual até pouco tempo atrás vinha sendo utilizado pelo Atlético Sorocaba. Atualmente o estádio se encontra com conservação apenas razoável e é utilizado pelos sócios veteranos que batem uma bolinha por lá, bem como por uma equipe de base de Sorocaba chamada Vasco da Gama. No mesmo endereço está localizado o conjunto aquático que está bem malhado.


Detalhe da arquibancada coberta do estádio do Estrada. Foto: Orlando Lacanna.


Detalhe agora da arquibancada descoberta do Rui da Costa Aguiar. Foto: Orlando Lacanna.


Placar "eletrônico" do estádio. Genial, um dos mais legais do nosso interior. Foto: Orlando Lacanna.


Vista geral do gramado do estádio aonde ainda acontecem alguns joguinhos perdidos. Foto: Orlando Lacanna.


O Campo do Estrada de outro ângulo. Foto: Orlando Lacanna. [120411]

Tenho um carinho especial por esse clube, pois em 1967 tive a oportunidade de vê-lo em campo por duas vezes, sendo uma no estádio Nicolau Alayon em jogo que o Nacional venceu por 2 a 0 e a outro em São Caetano do Sul, no estádio Lauro Gomes (atual Anacleto Campanella), em jogo com o Saad que ficou no 0 a 0. Nesse segundo jogo, conheci o Anísio que virou um grande amigo e com o qual assisti, ao longo dos anos, inúmeros "jogos perdidos", envolvendo times especiais como: Minister Clube; Grêmio Água Branca de Osasco; Estrela de Piquete; Portofelicense; Municipal de Paraguaçu Paulista; Golfinho de Guarulhos; Aclimação de Santo André; Corinthians de Casa Branca, etc.


Time posado nos anos 60 com seu uniforme número 1. Reprodução: Orlando Lacanna.


Time posado com o belíssimo uniforme número 2 também na década de 60. Reprodução: Orlando Lacanna.

Voltando ao presente, apesar da resposta ser óbvia, perguntei ao pessoal que me atendeu, se havia a possibilidade do Estrada retornar ao futebol profissional. A resposta foi um sonoro não, pois além de não manter nenhuma equipe de base, há na cidade duas equipes de peso que são o Atlético Sorocaba e o São Bento.

Por ora é só.

Abraços,

Orlando (e complemento das informações históricas do Fernando)

6 comentários:

  1. Poxa quase morri de saudades me lembrei muito longe,quando este time jogava no campeonato paulista e a Narração do jogo era do Ilustríssimo BERTONI JUNIOR ,COMENTÁRIOS DE CLODOALDO ARMANDO JUDICA,MUITAS SAUDADES MESMO.......

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber o nome dos jogadores que tinha nesta época,sinto muitas saudades.....

    ResponderExcluir
  3. Passei perto do estadio estes dias e deu muitas saudades,do Time formado por Dado,Aranha,Tuja,Luis Arruda,Português e Bebeto,Palmeirinha,Anacleto,Emílio,Jair e Esquerdinha.........

    ResponderExcluir
  4. Cresci e vivi dentro deste clube, tempo muito bom!!, gostaria de ver este clube bombando novamente, cheia de jovens e crianças, piscinas cheias...

    ResponderExcluir
  5. Quero saber sobre um trabalhador da Estrada de ferro SOROCABANA..senhor Manuel Gonçalves Sebastiao

    ResponderExcluir
  6. Muitas lembranças do estrada. O audoso Emílio era irmão do meu cunhado Irineu bravo.que vive ainda hoje no bairro árvore grande em Sorocaba....

    ResponderExcluir