Procure no JP

sexta-feira, 25 de novembro de 2005

Estádios pelo Brasil, volume 4: Estádios suburbanos no Rio de Janeiro

Fala pessoal!

Bom, como todos aqui já devem ter lido nos posts históricos da nossa epopéia ao Rio (busquem lá, estão nos dias 10 e 11 de novembro), após o cancelamento do jogo da manhã no CT do Nova Iguaçu, ficamos com um hiato de quase três horas e sem ter nada o que fazer. Uma grande reunião de cúpula foi acionada e acabamos por decidir por unanimidade que tínhamos a chance de visitar alguns estádios na Zona Norte carioca. Estádios que eu e o David nunca tínhamos ido, e que o Emerson e o Estevan tinham ido só em um dos três que estavam na lista de prioridades.

A primeira parada então foi na Rua Bariri, local do fantástico estádio do Olaria AC. Mesmo andando em círculos, conseguimos chegar lá e posso dizer que o clube é fantástico. Uma bela entrada, uma bela lojinha (ou 'boutique', como eles falam lá), um belo clube e um belo campo. Seguem abaixo as fotos que tiramos no local:


Fachada principal do Olaria Atlético Clube. Foto: Fernando Martinez.


Estevan, Fernando e David num momento "Help!" na porta do Olaria. Foto: Emerson Ortunho.

Lá dentro, tivemos a chance inigualável de ver a gloriosa Sala de Troféus do Olaria. Muitas flâmulas de times fantásticos (Rio das Ostras, Bordeaux, dentre outros) decoram o lugar. Belas taças com grandes conquistas do clube estão expostas no local:


Detalhe da Sala de Troféus do Olaria AC com a Taça de Campeão Brasileiro da Taça de Bronze conquistada em 1981. Foto: Fernando Martinez.


David, Emerson e Estevan com seus bottons "Aniversário do Olaria" dentro do estádio da Rua Bariri. Foto: Fernando Martinez.


Arquibancada da Rua Bariri, á la Baetão, toda torta e caída para um lado. Foto: Fernando Martinez.


O genial placar da Rua Bariri. Ao lado um escudo estilizado do time que fica perto das piscinas. Fotos: Fernando Martinez.

Depois de gastar alguns reais com camisas, adesivos e lembranças na loja do Clube, saímos de lá e já rumamos direto para Bonsucesso, aonde visitamos o Estádio Leônidas da Silva, do Bonsucesso FC. Como o Emerson já disse aqui faz algum tempo, imaginem um estádio no meio do Largo da Concórdia, que fica aqui no Brás. Assim é o estádio do querido Bonsucesso.


Entrada fantástica do Estádio Leônidas da Silva do Bonsucesso FC. Foto: Fernando Martinez.



Lados esquerdo e direito do campo. Detalhe que tinha acabado de terminar um jogo-treino entre Bonsucesso e Cocotá. Perdemos esse jogo. Fotos: Fernando Martinez.


David, Estevan e Fernando na grade do Leônidas da Silva. Foto: Emerson Ortunho.

Depois quase desistimos da turnê por causa do horário apertado, mas acabamos cedendo e indo num dos maiores templos do futebol carioca. Estádio do time Campeão Estadual em 1926 e lugar aonde o Ronaldo do Real Madrid começou sua carreira. Isso mesmo, fomos no Estádio Figueira de Melo, do São Cristóvão FR. Demoramos para chegar, mas valeu a pena:


Uma das entradas sociais do Figueira de Melo. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do portão numa das entradas sociais do estádio. Isso deve ser beeem antigo. Foto: Fernando Martinez.


Escudo do Cri-Cri logo na entrada do estádio. Foto: Fernando Martinez.


Vista do gol de fundo logo quando entra no estádio. Detalhe para a frase "Aqui nasceu o fenônemo".... genial. Foto: Fernando Martinez.



Detalhe do fantástico placar do estádio. E vista da parte da entrada do campo. Notem que acima do gol fica a Linha Vermelha. Para quem está parado no trânsito, é genial porque ainda ganha um pedaço de qualquer jogo perdido. Fotos: Fernando Martinez.

Depois ainda passamos pelo estádio de São Januário, mas nem deu tempo para tirar foto, já que estávamos um pouco atrasados. Mas conseguimos chegar a tempo em Mesquita para o primeiro jogo do dia, pena que o Resende ainda não tinha chegado.

Até mais (e quem sabe em breve não tenhamos mais alguma turnê genial por aí?).

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário