Procure no JP

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Sem problemas, Corinthians derrota o Patriotas/COL na Arena

Texto e fotos: Fernando Martinez


Agora é certo: muito em breve deixarei a capital paulista rumo ao litoral. Enquanto ainda tenho tempo, na noite de quarta-feira fui até a Arena Corinthians para colocar mais um time na Lista, o 663º. O embaladíssimo Corinthians recebeu o genial e insólito Patriotas da Colômbia em busca de uma vaga nas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. No duelo de ida, disputado na cidade de Tunja, empate por 1x1.

O Patriotas Boyacá S. A. foi fundado em 2003 e chegou à primeira divisão colombiana em 2012. Apesar de não terem conquistado nenhum título até hoje, eles vem desempenhando um papel intermediário no futebol de seu país e se mantém desde então na elite. A participação nessa Sul-Americana marca a primeira vez que a equipe disputa uma competição internacional. Na fase inicial, eles eliminaram o favorito Everton do Chile nos pênaltis.


Times perfilados para a execução do Hino Nacional

Já o Corinthians está em estado de graça. Invicto há 30 jogos, caso o onze de Parque São Jorge não saísse de campo derrotado igualaria a sua terceira maior série invicta em todos os tempos. A maior de todas é a surreal sequência de 37 compromissos sem perder obtida em 1957. Do jeito que estão jogando, não dá para duvidar que será quebrada. Na fase inicial da Sul-Americana, dois triunfos contra o Universidad do Chile.

O retrospecto era todo favorável ao escrete paulista. Em sete confrontos contra colombianos como mandante por certames do continente, seis triunfos e um empate (o fatídico 0x0 contra o Tolima em 2011). Já no histórico dessa competição, oito jogos em casa com três vitórias, três empates e duas derrotas, ambas contra brasileiros. Mesmo atuando com alguns reservas, nada indicava que o Patriotas poderia aprontar.

Quando a bola rolou, nenhuma surpresa. O domínio alvinegro foi claro e evidente durante a maior parte do tempo. Não que os atletas tenham feito uma apresentação incrível, bem longe disso, porém fizeram o necessário para garantirem sem sustos a classificação. O time criou dois bons momentos aos 14 e aos 19 minutos, mas abriu o marcador somente aos 26 com o zagueiro Balbuena. Maycon cobrou escanteio pela esquerda e o zagueiro surgiu entre os defensores, cabeceando firme no canto baixo de Villete.

No tempo final, sabendo que precisava de gols, os colombianos tentaram esboçar uma pressão e até que foram bem. Só que o paraguaio Balbuena foi melhor e neutralizou tranquilamente as investidas visitantes. O Timão voltou a assustar aos 22 com um tiro de Maycon. A peleja foi seguindo com a vantagem mínima local até que Pedrinho, xodó da torcida, fez um belo gol de cobertura aos 45 e fechou o placar.


Bola passando na frente do ataque corintiano


Detalhe do primeiro gol do Corinthians, marcado de cabeça pelo zagueiro Balbuena


Troca de passes no ataque local no segundo tempo


Bola zanzando dentro da área do Patriotas em lance do tempo final

O resultado de Corinthians 2-0 Patriotas/COL colocou os mosqueteiros nas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana 2017. O adversário agora sairá do confronto entre Racing/ARG e Independiente Medelín/COL. Os comandados de Fábio Carille seguem firmes e fortes nas duas frentes que disputam agora empatados na terceira maior série invicta da história. Será que rola quebrar o recorde de 60 anos atrás?

Da minha parte, a ideia é retornar aos gramados já na sexta-feira com mais um joguinho da Segundona Paulista. Como logo mais não serei mais um morador da cidade de São Paulo, me resta aproveitar até o último segundo possível.

Até lá!

© 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário