Procure no JP

terça-feira, 25 de julho de 2017

Bernô joga bem e vence fácil o Osvaldo Cruz no Baetão

Texto e fotos: Fernando Martinez


Pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a Boate Baetão foi palco do genial duelo entre EC São Bernardo e Osvaldo Cruz. O jogo por si só já seria genial, mas deixando o lance ainda mais doido, a peleja foi marcada para a noite do domingo, um horário bastante incomum quando falamos sobre a última divisão estadual.

Na primeira fase o Osvaldo Cruz se classificou na quarta posição do Grupo 1, enquanto o Bernô foi segundo do Grupo 3. Na estreia, o onze do ABC empatou sem gols contra a Francana fora de casa e o Azulão também ficou no zero, só que contra o VOCEM. Nesse complicado Grupo 7, fazer valer o fator casa é essencial e o alvinegro da Grande São Paulo queria se aproveitar disso. Agora, vale registrar que é legal demais ver o Bernô com uma equipe competitiva e com chance de acesso. Não será fácil, porém a chance é real.


Esporte Clube São Bernardo - São Bernardo do Campo/SP


Osvaldo Cruz Futebol Clube - Osvaldo Cruz/SP


O quarteto de arbitragem da peleja teve o árbitro Kleber Canto dos Santos, os assistentes Fernando Luis Raveli e Cosme Tavares dos Santos e o quarto árbitro Alex Lopes Loula. Na foto, também os capitães das duas agremiações

Um quórum altíssimo de amigos e colegas foram ao escuro estádio para acompanhar esse encontro. No total, 526 pessoas - um ótimo público - pagaram ingresso e assistiram uma das melhores atuações do EC São Bernardo nessa edição da Segundona. Os donos da casa fizeram uma partida segura desde os primeiros momentos e não deram o menor espaço do Osvaldo Cruz. Os interioranos não viram a cor da bola durante os 90 minutos.

O Bernô foi responsável por vários bons momentos, só que o gol só foi sair aos 39 minutos com o camisa 11 Erik chutando forte na direita do ataque. Antes disso, registre-se, que os locais até pênalti perderam. Em outros tempos, um lance assim deixaria todos desesperados, mas com o elenco ajustado como está, acabou servindo como uma motivação a mais.

No tempo final, a boa qualidade ofensiva foi premiada com o gol de cabeça de Alan aos nove minutos. No afã de buscar melhor sorte, o Azulão deixou enormes espaços no seu setor defensivo e só não sofreram mais gols pois o toque final dos donos da casa foi falho. Sem exagero nenhum, a vitória poderia ter tido diferença de quatro ou cinco gols na boa.

O que complicou mesmo foi a ridícula iluminação do velho estádio de São Bernardo do Campo. Com menos da metade dos refletores acesos, foi um martírio tentar captar imagens ali, e a rapaziada visitante sofreu com o breu. Passou da hora da prefeitura da cidade arrumar a casa de uma vez. Não é possível cuidarem tão bem do Primeiro de Maio e deixaram o Baetão abandonado.


Jogador do Bernô flutuando dentro da área do Osvaldo Cruz


Pênalti perdido pelo EC São Bernardo quando a partida ainda estava 0x0


Erik chutando para abrir o marcador na Boate Baetão


No tempo final, o Bernô poderia ter aplicado uma enorme goleada tamanho o número de chances criadas



Detalhe do segundo gol do onze do ABC e a comemoração dos jogadores

O placar final de EC São Bernardo 2-0 Osvaldo Cruz colocou os comandados de Ricardo Costa na liderança da chave com quatro pontos e dois gols de saldo. O vice-líder é o VOCEM, que derrotou a Francana em Assis pela contagem mínima. Na sexta-feira à noite teremos o genial duelo entre os dois líderes, também na Boate Baetão. Duelo absolutamente imperdível e com gosto daquelas Intermediárias dos anos 80.

Foi isso. Em meio ao completo desconhecimento em relação ao meu futuro na capital paulista, na quarta-feira darei um tempo nas preocupações para colocar um time novo e totalmente genial na Lista.

Até lá!

© 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário