Procure no JP

terça-feira, 20 de março de 2012

JP no Paraná (1 de 2): Duas viradas e o Corinthians/PR bate o Iraty

Fala, pessoal! 

Em meio ao vazio absoluto que o JP se tornou com a minha ausência, consegui uma brecha na atribulada agenda diária dos últimos tempos e diretamente de Curitiba trago aos amigos do blog uma rodada dupla inédita até então na minha longa lista. Nesse domingo, 17 de março, me fiz presente em dois jogos do Campeonato Paranaense da primeira divisão, certame que nunca tinha aparecido até hoje por aqui. 

Sem ver um jogo fora do estado de São Paulo desde setembro de 2009, vi na minha atual "excursão" por cinco capitais brasileiras a chance de tentar ver algum jogo diferente. Mas como a jornada não tem sido focada no futebol, não consegui nenhum jogo no Rio de Janeiro na semana anterior, e essa rodada em Curitiba só foi confirmada mesmo no domingo cedo. O primeiro jogo da agenda foi entre o Corinthians local e o Iraty, no genial Estádio Janguito Malucelli, o Eco-Estádio, válido pela 4ª rodada do Segundo Turno. 

O alvinegro já tinha sido alvo de matéria do JP, ainda quando era chamado de J. Malucelli. O local também já tinha aparecido por aqui há alguns anos, em jogos válidos pela Recopa Sul Brasileira 2007. Nos nossos arquivos temos um post da série "Estádios pelo Brasil" sobre esse lugar único no Brasil. 

Visitar esse local me fez ter mais certeza que a obrigação de 5 mil pessoas nos estádios da Segundona Paulista é descabida e ultrapassada. Com certeza se o Eco-estádio tivesse sido construído em São Paulo, ele não seria liberado por problemas de capacidade. Ao invés de pedir número de lugares, o que deve ser levado em conta em primeiro lugar é a segurança. Tendo segurança nem que se seja para 500 pessoas, o resto se resolve. 

O campo fica situado ao lado do Parque Barigüi, chegar lá é bastante fácil. Saí do meu QG na cidade, que fica ao lado da PUC, e cerca de 30 minutos antes da partida começar já estava dentro do Janguito Malucelli. A tarde estava belíssima e o cenário era fantástico. Graças à simpatia da assessora de imprensa do Corinthians/PR, Ruthe Precoma, consegui entrar no campo para fazer as fotos oficiais (e exclusivas) para o JP

 

SC Corinthians Paranaense - Curitiba/PR. Foto: Fernando Martinez. 

 

Iraty SC - Irati/PR. Foto: Fernando Martinez. 

 

Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Fotos feitas e lá fui eu para as arquibancadas "sustentáveis" do estádio curtir os 90 minutos desse complicado jogo, que reuniu duas equipes em situações ruins. O Iraty tinha apenas cinco pontos conquistados, ocupando a incômoda "lanterna" do certame. Já o Corinthians somava 13 pontos, mas ainda muito ameaçado pelo rebaixamento. Por jogar em casa, a vitória era uma "obrigação" para a equipe curitibana. 

 

Visão geral do Eco-Estádio durante o jogo entre o Corinthians/PR e o Iraty. Foto: Fernando Martinez. 

 

Disputa forte de bola no campo de defesa corintiano. Foto: Fernando Martinez. 

O mais legal é que para coroar a bela tarde, acabei acompanhando um jogaço de futebol, cheio de alternativas e emoções. O Mosqueteiro foi pra cima da equipe azul desde os primeiros momentos e conseguiu abrir o placar aos 21 minutos, em cobrança de falta perfeita do camisa 10 Andrezinho. O Iraty não conseguia encaixar nenhuma jogada realmente perigosa e era presa fácil. 

 

Momento da cobrança de falta que originou o primeiro gol da partida. Foto: Fernando Martinez. 

 

Andrezinho comemorando o gol que deu a vantagem parcial aos donos da casa. Foto: Fernando Martinez. 

O panorama mudou depois dos 26 minutos, quando a equipe visitante teve uma cobrança de falta na intermediária. A bola foi chutada com efeito, e o goleiro Ricardo Villar soltou a pelota nos pés de Gizo, que deixou tudo igual. Embalado pelo empate, o Iraty foi com tudo pro ataque e virou o jogo aos 36, quando Édson Paraíba recebeu bom passe pela esquerda, driblou dois zagueiros e tocou no ângulo esquerdo. 

 

Detalhe do goleiro Ricardo Villar soltando a bola, no que viria a ser o gol de empate do Iraty. Foto: Fernando Martinez. 

Nem bem a bola foi colocada novamente em jogo, e o jogador Nílson do Iraty foi expulso, deixando sua equipe em desvantagem numérica. O intervalo chegou com a vitória parcial para os visitantes, mas com a promessa que o Corinthians faria pressão no tempo final por ter um jogador a mais. 

 

Policiais militares curtindo o jogo numa boa e detalhe da bela arquibancada do Janguito Malucelli. Foto: Fernando Martinez. 

 

Lance na lateral do campo. Foto: Fernando Martinez. 

Dito e feito. Os curitibanos voltaram com tudo e era questão de tempo para que um acuado Iraty sofresse mais gols. E quem acabou virando o marcador novamente foram dois atletas que saíram do banco de reservas. Aos 14 minutos, após vários escanteios em sequência, Rodrigo Hote subiu mais alto que a zaga azul e cabeceou firme para o fundo das redes de Adeílson. 

 

Ataque corintiano pela direita no segundo tempo de partida. Foto: Fernando Martinez. 

 

Grande oportunidade de mais um gol para o time alvinegro. Foto: Fernando Martinez. 

Dois minutos depois aconteceu a maior festa a festa para os pouco mais de 100 torcedores presentes no Janguito Malucelli. John César aproveitou primorosamente de cabeça um cruzamento milimétrico vindo da direita e fez o terceiro do alvinegro. O jogo permaneceu aberto, com o Corinthians tentando o quarto gol nos contra-ataques e o Iraty buscando de novo a igualdade. Mas dali até o final, o marcador não foi mais alterado. 

 

Marcação firme de atleta do Iraty. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Corinthians/PR 3-2 Iraty. O onze da capital paranaense agora soma 7 pontos no Segundo Turno (16 no total) e pula para a sétima posição. Já o Iraty é lanterna do turno com apenas um ponto ganho e lanterna geral, com apenas cinco. Dificilmente a equipe escapa do rebaixamento nesse ano. 

 

Placar final da partida ao fundo, em mais um ataque corintiano. Foto: Fernando Martinez. 

Depois do apito final, sai correndo do estádio para pegar o primeiro táxi que aparecesse, já que minha jornada de futebol ainda não tinha terminado. Agora era a vez de ver um jogo num estádio que sempre quis estar, e o melhor... colocando time novo na Lista. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário