Procure no JP

terça-feira, 6 de março de 2012

GEO vence o Independente e fica a dois pontos do líder Capivariano

Fala, pessoal! 

Depois de algum atraso por conta de problemas técnicos, finalmente vamos com os posts dos jogos que acompanhei no último final de semana. O sábado foi de descanso, mas no domingo fiz uma rodada dupla começando com a minha aguardadíssima volta à cidade de Osasco depois de mais de três anos de ausência. Tudo para acompanhar o jogo entre Grêmio Osasco e Independente, no Estádio José Liberatti

Para essa peleja, tive a companhia do amigo Renato, que ainda não tinha visto depois de sua turnê pelo Nordeste no carnaval. A conversa estava tão boa que vacilamos ao extremo e descemos na estação de trem errada. Resultado, perdi as fotos posadas. Isso que estávamos adiantados no horário... Paciência. 

Depois de perdermos 20 minutos aguardando o trem seguinte, pegamos um táxi e chegamos no estádio no momento em que o árbitro apitava o início da partida. Ao passar do portão principal, vi que o local se tornou um dos lugares mais legais para se ver um jogo de futebol após as várias reformas já feitas por ali. 

Metade do José Liberatti já está coberta, e em breve o restante do estádio também seguirá a mesma toada e as cabines de imprensa serão ampliadas. De estádio caindo aos pedaços a um dos melhores lugares para assistir futebol no estado de São Paulo. Não me resta nada além de parabenizar todos os envolvidos nessa modernização. 

Eu e o Renato fomos então acompanhar o primeiro tempo num dos fantásticos camarotes que foram montados em 2012. Dali vimos um primeiro tempo em que o Grêmio Osasco, que disputa ponto a ponto uma vaga na segunda fase, impôs um melhor futebol contra o time de Limeira, que recém-chegado da Segundona ainda não engrenou e flerta perigosamente com a zona de rebaixamento. 


Ataque do Grêmio Osasco pela esquerda no primeiro tempo do jogo contra o Independente. Foto: Fernando Martinez. 

A etapa inicial também teve seus lances polêmicos. Grande parte dos presentes pediram a marcação de pênaltis em dois lances pelas laterais. Enquanto o árbitro deixou o jogo seguir no primeiro, no segundo marcou falta fora da área. Do lugar em que nos encontrávamos ficamos com a sensação de penalidade máxima em ambos os casos. 


Falta perigosa para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez. 

Com o 0x0 estampado no marcador após os primeiros 45 minutos, o Renato foi fazer suas fotos de sempre zanzando pelo estádio e eu fui para o campo de jogo captar imagens mais de perto. Lá encontrei o Luís Pires, sempre marcando presença nos jogos do GEO, e o integrante da comissão técnica local Sandro Sargentim. Aproveito e deixo um abraços aos dois por aqui. 


Num segundo tempo aonde foi melhor, o GEO tentou muitos ataques pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 

Mas enquanto a empolgação era grande nas arquibancadas, o jogo continuou com o mesmo esquema da etapa inicial. Apesar da maior posse de bola, o GEO não conseguia criar boas oportunidades. Para tentar mudar isso, o técnico Toninho Moura fez duas substituições cruciais: saíram João Paulo e Luciano Pintinho e entraram Michel e Caju. O amigo Luís Pires cantou a bola: "o jogo vai melhorar com a entrada dos dois". 


Marcação forte da zaga limeirense. Foto: Fernando Martinez. 

Dito e feito. O Grêmio passou a sufocar de forma mais incisiva o Independente no campo de defesa, e finalmente marcou o primeiro gol aos 27 minutos após Kayann completar um cruzamento da direita com precisão. Só que nem deu tempo de comemorar, pois na saída de bola a zaga osasquense parou por completo e viu a equipe limeirense empatar a peleja com um gol de Mateus Souza. Foi a primeira chance de gol do time no tempo final. Poucos minutos depois, Yamada fez milagre e evitou o segundo. 


Bola alçada na área do Independente. Foto: Fernando Martinez. 

Os atletas locais então não quiseram passar mais sustos e tomaram novamente conta do jogo. Só que o relógio trabalhava contra o time local e o final da partida se aproximava rapidamente. Aos 43 minutos porém, brilhou novamente a estrela de Kayann. Ele resolveu arriscar de longe e acertou um pombo sem asa da intermediária. A bola bateu na trave, no chão e saiu. O assistente número 1 correu para o meio de campo sem pestanejar para confirmar o segundo gol do GEO. Vi o lance de perto e posso garantir que a bola entrou. 


Kayann chuta para fazer seu segundo gol no jogo e o gol da vitória do GEO contra o Independente. Foto: Fernando Martinez. 


Comemoração do segundo gol do Grêmio Osasco. Foto: Fernando Martinez. 

Sem forças para buscar novamente a igualdade, o time visitante viu a chance de somar um importante ponto escorrer pelos dedos. Final de jogo: Grêmio Osasco 2-1 Independente. Esse placar deixou a equipe osasquense na quarta colocação da A3 após 10 rodadas disputadas, apenas dois pontos atrás do líder Capivariano. Já o alvinegro está na 15ª posição, correndo enorme risco de voltar para a Segundona em 2013. 

Depois do apito final, voltamos para São Paulo pois o domingo ainda tinha um genial amistoso internacional feminino marcado para o gramado da Rua Javari. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário