Procure no JP

sexta-feira, 29 de julho de 2011

JP em jogo "achado" e histórico na Vila Belmiro

Salve amigos!

Peço licença a todos para fugir de nossa linha editorial. Mas um jogo como o dessa quarta-feira à noite não poderia ficar de fora de nosso blog. Antes de amarmos jogos perdidos, amamos futebol. E o que se viu na noite deste dia 27 de julho de 2011, no Estádio Urbano Caldeira, foi um verdadeiro espetáculo aos amantes do esporte bretão.

O que era pra ser um presente para minha namorada-carioca-flamenguista Bruna foi algo inesquecível para os 13 mil presentes na Vila famosa. Em duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2011, Santos FC e CR Flamengo deram um verdadeiro show, recheado de estrelas do porte de Ganso, Neymar, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho, com direito a gol de placa, inclusive.


Foto panorâmica da Vila Belmiro por ocasião da partida. Foto: Estevan Mazzuia.

A partida já se anunciava com grande destaque pela imprensa e transmissão ao vivo para todo o país, em TV aberta, exceto (salvo engano) Grande São Paulo e Baixada Santista, que assistiram outro duelo fantástico. No Santos, a estréia de Ganso, Neymar e Elano no campeonato. No Flamengo, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho, ex-melhor do mundo, se apresentando na cidade depois de mais de dez anos. De um lado, o atual campeão da Libertadores, de outro, o time mais popular do Brasil.


Rafael intercepta ataque flamenguista. Foto: Estevan Mazzuia.

Os donos da casa confirmaram o bom momento e foram pra cima do onze rubro-negro como um rolo-compressor. Aos 4 minutos Neymar fez grande jogada pela intermediária e Borges, na sequência, fuzilou Felipe. O Flamengo respondeu com duas boas chances de Ronaldinho Gaúcho empatar, mas Neymar estava impossível. Desta vez, pela direita, o garoto fez água na defesa rubro-negra e bateu para a defesa de Felipe. Neymar se aproveitou no rebote, e tocou de bicicleta, para o arremate de Borges: 2 a 0.


Ataque do peixe pela direita. Foto: Estevan Mazzuia.

Aos 20 minutos, após cruzamento da direita, Deivid perde um gol incrível: com Rafael batido, o ex-santista tocou para o gol com uma perna artilheira, mas o outro pé fez as vezes de zagueiro, uma lance digno de Inacreditável Futebol Clube. A resposta veio a galope, novamente pelos pés de Neymar. Mas desta vez, foi desnecessária a colaboração de Borges. O menino entortou Ronaldo Angelim, que está procurando a bola até agora, e ampliou para o Peixe. GOLAÇO DE PLACA, SELO JP PRA ELE!!!


Lance da primeira etapa. Foto: Estevan Mazzuia.

Com 3 a 0 no placar, em apenas 25 minutos de jogo, a fatura parecia liquidada, e o Flamengo procurava uma sacola maior pra levar as bolas para o Rio de Janeiro. Enquanto eu sacaneava a Bruna, ela exigia respeito. Seu time mostrou o porquê, em apenas seis minutos. Com duas jogadas iniciadas pela direita, o Mengão fez dois gols, com Ronaldinho Gaúcho sozinho na pequena área, após falha grotesca de Rafael, e com Thiago Neves, aos 31 minutos.

O Flamengo até empatou, mas foi assinalado impedimento, corretamente. Em seguida, Willians cometeu pênalti em Neymar. A torcida pediu Elano, demonstrando amplo apoio ao atleta, que atravessa uma péssima fase. O jogador preferiu entregar a bola ao goleiro Felipe, em uma cavadinha ridícula, e adiou sua remissão.


Pênalti perdido por Elano. Foto: Estevan Mazzuia.

Aí aconteceu o que seria inimaginável minutos atrás: Deivid sobe mais alto do que a zaga, em cobrança de escanteio pela esquerda, e empata a partida ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, o Peixe não mostrou sinais de abatimento, e Neymar colocou o time novamente em vantagem, aos 5 minutos. Aos 22 minutos, Ronaldinho cobrou uma falta com maestria, demonstrando a malandragem e a genialidade brasileira, se aproveitando a subida da barreira e batendo por baixo, bem fraquinho. Surpreendido, Rafael nem se mexeu.


Detalhe do quarto gol do Flamengo. Foto: Estevan Mazzuia.

O jogo continuou bastante disputado, com jogadas brilhantes de ambos os lados, enchendo os olhos de todos. Neymar perdeu a chance de desempatar, e o Flamengo acabou conseguindo virar a partida, após outra bela jogada de Ronaldinho Gaúcho, aos 35 minutos, que deu números finais ao espetáculo.


Detalhe do gol que deu números finais ao confronto. Foto: Estevan Mazzuia.


Apito final da partida histórica. Foto: Estevan Mazzuia.

Fim do show, Santos 4x5 Flamengo. O Peixe continua com 3 jogos a menos, mas as pretensões nesse Brasileirão devem ficar mais modestas se não vencer essas 3 partidas. Já o Mengão manteve a invencibilidade de maneira irretocável e, pela forma como o fez, deve embalar e é seríssimo candidato ao caneco.


Placar final da partida e Bruna, orgulhosíssima de seu time. Fotos: Estevan Mazzuia.

Nada do que foi narrado aqui será novidade quando for lido. Ainda assim, merece ser eternizado também pelo JP. Peço desculpas por não ter conseguido expor em palavras a emoção de ter estado presente no estádio. Mas em uma palavra, definirei minhas impressões gerais: INESQUECÍVEL.

Foi isso!

Abraços

Estevan

Um comentário:

  1. Amigos do JP, aqui eh o Luiz Henrique, estou passando pra parabenizar o novo site, ta muito bonito e desejo sucesso mais ainda !

    ResponderExcluir