Procure no JP

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Carnaval futebolístico no JP (parte 2 de 2): Red Bull vacila e só empata com o Guará em casa

Fala, pessoal! 

Após a sensacional rodada em Itapira no sábado, o domingo de carnaval reservou uma peleja válida pelo Campeonato Paulista da Série A2 na cidade de Campinas. Após várias tentativas frustradas, finalmente consegui ver um jogo do Red Bull dentro da "sua casa", o Estádio Moisés Lucarelli. O adversário da equipe do energético foi o Guaratinguetá

Apesar de muitos reclamarem, acho simplesmente genial a marcação de jogos de futebol em datas "incomuns" para a maioria, como o carnaval. Como não são todos que saem de casa para se esbaldar na esbórnia momesca, apóio 100% essa determinação. Aliás, podia rolar jogo na segunda e terça-feira de carnaval também que para mim não teria problema algum, pelo contrário. 

Como o jogo estava marcado para as 17 horas, saímos da capital paulista por volta das 15, com direito a dilúvio monstro. Foi difícil enfrentar o temporal, e isso acabou atrasando um pouco nosso cronograma. A configuração do carro para essa jornada foi com os amigos Milton e Nílton, além do Paulo "Shrek" e sua bem-vinda folga. 

Praticamente levamos a chuva para Campinas, e quando chegamos, o céu da cidade já dava mostras que a coisa iria piorar. Logo entramos nas dependências do sempre genial estádio da AA Ponte Preta e então me credenciei para as fotos oficiais. 


Red Bull FEL - Campinas/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Guaratinguetá ECL - Guaratinguetá/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem com o árbitro Paulo Sérgio dos Santos, os assistentes Luiz Quirino da Costa e Luciana da Silva Ramos e o quarto árbitro Rogério Gustavo Garcia junto com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez. 

Diferente do esperado, o Red Bull ainda não engrenou na A2 2013. Sempre candidato ao acesso por todo seu poderio econômico e trabalho bem realizado, a equipe havia feito cinco partidas até então, somando apenas uma vitória. Como o foco é o acesso, a luz amarela já acendeu pelos lados de Jarinu. O Guará, recém-rebaixado da A1 também tinha ganho apenas uma peleja antes de enfrentar o time campineiro. 


Marcação firme de zagueiro do Guaratinguetá. Foto: Fernando Martinez. 

Por jogar em casa, quem tomou as rédeas da peleja foi o Red Bull, mas o problema crônico durante os 90 minutos foram as finalizações. A equipe criou ótimas oportunidades de marcar, mas o toque final sempre foi falho. Aliás, sempre não, pois aos 15 minutos do primeiro tempo Rodrigo Fernandes recebeu ótimo passe em profundidade e, sem marcação, entrou na área para tocar e abrir o marcador. 


Exato momento em que Rodrigo Fernandes abriu o placar para o Red Bull. Foto: Fernando Martinez. 


A bola no fundo do gol e ao fundo a comemoração pela abertura do marcador. Foto: Fernando Martinez. 

Mas para temperar a azarada tarde da equipe local, o Guaratinguetá chegou ao empate numa das únicas vezes em que apareceu perigosamente dentro da área adversária cinco minutos depois. Quem marcou foi Jonatas Belusso, após avançar pela esquerda e chutar cruzado, vencendo o veterano goleiro Júlio César. Esse foi o melhor lance do time visitante durante toda a peleja. 


Troca de passes no ataque campineiro. Foto: Fernando Martinez. 


Zaga do time visitante tirando a pelota da área. Foto: Fernando Martinez. 

Tirando isso, o que se viu no gramado do Moisés Lucarelli foi um "ataque contra defesa" e muitas chances desperdiçadas. E se no primeiro tempo a coisa foi complicada por parte dos locais, o tempo final foi ainda pior. O naipe das chances perdidas foi de assustar. 


Ataque local pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 


Zaga do Guaratinguetá foi bem no desarme nesse lance. Foto: Fernando Martinez. 

Os torcedores que estavam no estádio da Macaca foram ao desespero com essas finalizações ruins. Se os atacantes estivessem com os pés mais calibrados, o Red Bull poderia ter feito um 3x1 ou 4x1 sem nenhum exagero. Ao final dos 90 minutos, outro jogo sem vitória e um gosto amargo na boca. 


Falta para o Red Bull pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 


Chute de longe para os donos da casa. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Red Bull 1-1 Guaratinguetá. O resultado deixou o time campineiro ainda ocupando as últimas posições na tabela, precisando melhorar sua performance o quanto antes, pois essa primeira fase da A2 é de tiro curto. Qualquer deslize pode se tornar fatal ao término dos 19 jogos. O Guará segue com uma campanha ainda mediana. 

Voltamos para a capital paulista logo em seguida, ainda com tempo para fazermos uma parada estratégica na estrada para uma merecida boquinha. O restante do carnaval foi de sossego e muito, mas muito descanso. Mas na quarta-feira de cinzas já estávamos de volta com a programação normal. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário