Procure no JP

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Juventus perde para o Velo e segue mal na A2

Fala, pessoal! 

Mesmo cansado demais em virtude da semana bastante corrida, no último sábado armei uma rodada dupla válida pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Logo cedo fui ao Estádio Conde Rodolfo Crespi conferir a peleja entre Juventus e Velo Clube, dois times em situações pouco confortáveis na tábua de classificação. 

Antes da rodada as duas equipes somavam apenas três pontos, com uma vitória e duas derrotas cada. Por jogar em casa, o Moleque Travesso precisava da vitória, até para apagar um pouco a má impressão deixada na goleada sofrida para o Noroeste, o único jogo realizado na Rua Javari até então. 


CA Juventus - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez. 


AE Velo Clube R - Rio Claro/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Trio de abritragem com o árbitro Luciano Monteiro dos Santos e os assistentes Luis Alexandre Nilsen e Marcelo Sanches Moreno junto com os capitães das equipes e a bola da partida. Foto: Fernando Martinez. 

Mais uma vez a torcida grená marcou presença de forma incrível com quase 1300 pagantes na quente manhã e com o jogo transmitido ao vivo. Só que o pessoal não ficou nada feliz com mais uma atuação ruim da equipe grená. Em nenhum momento os juventinos tiveram controle do jogo, sendo dominados pelo Velo na maior parte do tempo. 


Chegada do Velo Clube pela direita. Foto: Fernando Martinez. 


Marcação juventina em ataque velista. Foto: Fernando Martinez. 

E se o time já não jogava bem, a partir dos 24 minutos a situação ficou ainda pior com a tola expulsão do jogador Corte após receber o segundo cartão amarelo. Com um a menos, o único atleta que que mereceu os aplausos da torcida foi o arqueiro Júnior. Se não fosse ele e suas ótimas intervenções, o primeiro tempo teria terminado com folgada vantagem para o Galo Vermelho. 


Corte levando cartão vermelho aos 24 minutos do primeiro tempo. Se com onze já estava difícil, com 10 a situação ficou complicadíssima para o Juventus. Foto: Fernando Martinez. 


Élvis lançando a bola para o setor ofensivo. Foto: Fernando Martinez. 

No segundo tempo Moises, que havia entrado no intervalo, aproveitou cruzamento da direita e cabeceou no canto direito de Júnior para abrir o marcador para o onze velista. Decorridos seis minutos, o Juventus se complicava ainda mais para o restante do jogo. 


O arqueiro do Velo Giuliano se esticando para evitar o escanteio. Foto: Fernando Martinez. 

O que aconteceu depois disso foi uma tentativa de pressão desordenada por parte do time local. Nem a entrada do veterano atacante Tuta, fazendo sua estreia com a camisa grená, aos 11 minutos mudou o panorama. As investidas ofensivas eram facilmente neutralizadas pela zaga rio-clarense. 


Tuta, que fez sua estreia nesse jogo, matando a bola na entrada da área. Foto: Fernando Martinez. 


Mais uma chegada grená pelo alto. Foto: Fernando Martinez. 

Para terem uma noção, a melhor chance de gol para o Juventus aconteceu nos acréscimos, quando o goleiro Júnior (isso mesmo, o goleiro) cabeceou sem marcação nas mãos de Giuliano após completar escanteio pelo lado direito. 


Último lance do jogo e cabeceada firme do goleiro Júnior contra o gol do Velo. Pode ser bizarro, mas essa foi a melhor chance de gol do Juventus. Foto: Fernando Martinez. 

No final, um óbvio Juventus 0-1 Velo Clube. Essa foi a primeira vitória da equipe de Rio Claro jogando na Rua Javari em todos os tempos. O triunfo colocou o time na sétima posição na tábua de classificação após quatro rodadas. Para o Moleque Travesso, que permanece na 17ª posição, a coisa está feia. 

O clima esquentou após o apito final, com grande parte dos torcedores entoando cânticos ofensivos para a "Arena Javari" (!) na parte coberta do estádio. Não custa lembrar que o pessoal pelos lados da Mooca precisa abrir o olho rapidamente, pois mesmo faltando 15 jogos para essa fase acabar, perder ponto em casa pode ser algo fatal. 

Voltei para casa para um bom almoço antes da rodada da tarde. Com a presença do Emerson, aproveitando os seus últimos dias de férias, fui para o Canindé acompanhar o que viria a ser um dos meus 10 piores jogos em todos os tempos. 

Até lá! 

Fernando

Um comentário:

  1. Ola fernando, sou muito fa do seu trabalho e adoro o blog, gostaria muito de ser um correspondente de voces, aqui na regiao de Piracicaba tem varioa jogos perdidos, curso fotografia e amo futebol...qualquer coisa deixarei meu email aki raphalucas81@gmail.com

    Abracoooos obrigadoo

    ResponderExcluir