Procure no JP

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Num jogo horroroso, Lusa e Bafo ficam no zero no Canindé

Opa,

No sábado à tarde vivenciei um raro momento na minha lista de mais de 2100 jogos, já que não é sempre que uma partida entra com méritos para alguma seleção de Top 10. Pena que tenha sido para o lado negativo e o Portuguesa x Comercial que acompanhei, válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A2, tenha sido um dos dez piores jogos que já vi em todos os tempos. 

Diferente do que aconteceu quando disputou pela primeira vez a A2 em 2007, a Lusa vem fazendo apresentações apenas medianas em 2013. Derrotada na estreia pelo Monte Azul, ganhou o segundo jogo em casa contra o Santo André e empatou o terceiro versus o Catanduvense. A torcida já começa a se preocupar, pois nada indica que a vitoriosa campanha de seis anos atrás (a primeira derrota aconteceu apenas na 11ª partida) será repetida. 


A Portuguesa de D - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Comercial FC - Ribeirão Preto/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem com o árbitro Guilherme Ceretta de Lima, os assistentes Osny Antonio Silveira e Alessandro da Mata Lemos e o quarto árbitro Guilherme Lino Porfirio junto com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez. 

Mesmo com o Bafo ainda invicto (uma vitória e dois empates), a Lusa apostava no fator casa e na estreia do camisa 10 Souza para conquistar sua segunda vitória no certame. Logo no primeiro minuto a torcida se animou com a expulsão do goleiro Alex. Na visão do árbitro Guilherme Ceretta, ele tocou com a mão na bola fora da área após chute do atacante Michel. 


Michel armando chute por cobertura logo no primeiro minuto. O arqueiro Alex (fora da imagem) acabou expulso por tocar na bola com a mão fora da área. Foto: Fernando Martinez. 

Jogadores, comissão técnica e a torcida do time interiorano ficaram indignados com o lance, passando a "homenagear" o árbitro a partir dessa decisão. Com um a menos, não restou outra alternativa para o Bafo do que recuar e chamar a Portuguesa para seu campo. 


Cabeçada do estreante Souza. Foto: Fernando Martinez. 


Visão geral do Canindé em Portuguesa x Comercial pela A2 2013. Foto: Fernando Martinez. 

Passamos então a ver um coletivo "ataque contra defesa" no gramado do Canindé. Só que a inoperância ofensiva do time rubro-verde foi de assustar. Durante todo o primeiro tempo, não vimos uma jogada bem armada, uma troca de passes bem feita, uma chance perigosa de gol... Resumindo, apesar da maior posse de bola, a Portuguesa não chegou nem perto de abrir o placar. 


Bonito voo do goleiro Marcelo Henrique do Bafo. Foto: Fernando Martinez. 

Se na etapa inicial a coisa foi feia, no tempo final foi ainda pior. O jogo foi muito, mas muito ruim, e a falta de inspiração coletiva fez com que ele passasse a ocupar um lugar "de honra" no meu Top 10 pessoal de piores de todos os tempos. Para coroar a tarde de horrores, a partir dos 15 minutos caiu o mundo pelos lados do Canindé. 


Escanteio para o time local ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez. 

A fortíssima chuva com vento fez com que todos fossem se abrigar no setor destinado à imprensa do estádio. Ali equipes de rádio correram para proteger seus equipamentos de assombrosas goteiras que vinham de todos os lados. Alguns deixaram a peleja de lado para assistir Mirassol x Ituano, jogo do Paulistão que passava numa TV ligada no local. 


Bola alçada na área comercialina no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Eu fiquei ali acompanhando a peleja de soslaio sem ter a menor chance de voltar à beira do gramado. Vi de longe a expulsão de Souza e a continuidade da péssima atuação do ataque local. O jogo foi seguindo e todos sabiam que os times poderiam estar em campo até agora que o gol não sairia nem por decreto presidencial. 

Final de jogo: Portuguesa 0-0 Comercial. Zero também foi a nota da peleja que deixou a torcida local muito irritada com o time e principalmente com o técnico Péricles Chamusca. Com o resultado, o Bafo permanece invicto agora na oitava posição, e a Lusa fica em 10º lugar, fora da zona de classificação. Pelo jeito, as coisas serão complicadas pelos lados do Canindé. 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário