Procure no JP

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

GEO surpreende e derrota o Tigre do ABC pela Copa Paulista

Opa,

Saindo da Rua Javari, não demorou muito para que eu chegasse em São Bernardo do Campo. Mas dessa vez o meu destino não foi o Baetão, aonde acompanhei 18 jogos ao vivo só nesse ano de 2011, e sim o Estádio Primeiro de Maio, reformado no final do ano passado, mas que eu ainda não tinha visitado desde então. O jogo São Bernardo FC x Grêmio Osasco, pelo Grupo 4 da Copa Paulista, foi o pano de fundo da minha visita.

Morrendo de fome, cheguei cedo na cidade e deu tempo de fazer uma boquinha num boteco federal ao lado do terminal rodoviário. No cardápio, sempre algo bastante saudável, como em todas as jornadas do JP. Satisfeito, segui junto com o Mílton para o palco do jogo. Logo ao entrar nas dependências do Primeiro de Maio vi que o resultado da reforma ficou espetacular.

Também notei o bom estado do gramado e mais uma vez a presença de um bom público em jogos do Tigre do ABC. Fui autorizado para ficar no campo de jogo, e antes das fotos oficiais ainda encontrei o amigo de longa data Luís Pires, acompanhando mais uma vez um jogo do time osasquense. A sempre simpática repórter da TV local também estava por lá.


São Bernardo FC - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Grêmio E Osasco - Osasco/SP. Foto: Fernando Martinez.


O quarteto de arbitragem da partida: o árbitro Jorge Torres, os assistentes Carlos Alberto Funari e Vítor Carmona Metestaine e o quarto árbitro Douglas Perrone Katayama. Foto: Fernando Martinez.

No Grupo 4 da Copa Paulista, o Tigre é o bicho-papão, disparado na liderança há várias rodadas. Jogando em casa, aonde contava com 100% de aproveitamento até então, o time era favorito jogando contra um Grêmio Osasco fazendo uma campanha somente mediana. Colocando as campanhas dos dois na balança, escolhi acompanhar o ataque local no primeiro tempo.


Cobrança de falta para o Tigre no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Mas diferente do que a maioria dos presentes no Primeiro de Maio esperavam, o São Bernardo FC não conseguiu mostrar um bom futebol durante os primeiros 30 minutos de peleja. O onze osasquense mostrou um futebol coeso e dominou as ações. Os visitantes chegaram com enorme perigo dentro da área local por mais de uma vez, e aos 25 minutos o jogador Luiz recebeu na entrada da área e chutou com estilo, colocando a bola no canto esquerdo do goleiro Wílson Júnior. Era o primeiro do GEO.


Disputa de bola pelo alto dentro da área do GEO. Foto: Fernando Martinez.

Nos últimos 15 minutos, o Tigre colocou momentaneamente a cabeça no lugar e passou a ser mais efetivo no campo ofensivo. Mas os atacantes locais pecavam no último toque e perderam três oportunidades de ouro para levar o jogo empatado ao intervalo. Ao final dessa etapa inicial, a vantagem ainda era do time vermelho.


Escanteio para o São Bernardo FC. Ao fundo, as belas cabines de imprensa e camarotes do Primeiro de Maio. Foto: Fernando Martinez.

Achava que o panorama seria esse no começo do segundo tempo, mas não foi isso que aconteceu. O Grêmio Osasco voltou muito melhor, e logo aos 9 minutos o jogador Roberto Santos se aproveitou de indecisão da zaga do Tigre e marcou o segundo para o GEO. Muita comemoração no banco da equipe vermelha.


Ataque local no princípio da segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.


Depois de fazer o primeiro, o Tigre tentou de todas as formas chegar ao empate. Aqui, em cobrança de escanteio. Foto: Fernando Martinez.

Mas a comemoração durou pouco, já que o São Bernardo FC conseguiu diminuir o marcador no minuto seguinte. Quem marcou foi o atacante Ney Mineiro. O gol foi a faísca que o time local precisava para acordar de vez no jogo. Durante todo o restante da partida, o Tigre criou várias chances de gol para o empate e até para uma eventual virada.


Chance do Tigre pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

So que aí brilhou a estrela do goleiro Paulão e da zaga osasquense. O arqueiro neutralizou várias investidas ofensivas com decisivas defesas, e quando a bola passou por ele, os zagueiros visitantes honraram o salário e tiraram a pelota em cima da linha. Numa dessas jogadas, que aconteceu após uma cabeçada à queima-roupa, eu tive a clara impressão que a bola estava dentro do gol quando foi tirada pelo zagueiro, mas não dá para apostar dinheiro nisso, já que o lance foi muito rápido.


Chutaço de longe que passou perto do gol defendido pelo arqueiro Paulão, do Grêmio Osasco. Foto: Fernando Martinez.

O GEO ainda tentava assustar em contra-ataques, porém o Tigre foi senhor das ações ofensivas. Mas no melhor esquema do velho ditado "um dia da caça, outro do caçador", ao final dos 90 minutos os locais não conseguiram evitar a derrota. Final de jogo: São Bernardo FC 1-2 Grêmio Osasco. Mesmo com o revés, o time do ABC é líder com folga, somando os mesmos 22 pontos e seis na frente do segundo colocado, justamente o GEO, somando agora 16 pontos. Mas o equilíbrio dessa chave é enorme, e somente quatro pontos separam o segundo do oitavo colocado. Somente o Corinthians parece fora da disputa por uma vaga na segunda fase.

Felizes por termos acompanhado um jogaço de futebol (sem dúvida um dos melhores do ano), voltamos tranquilos para a capital paulista. Meu dia esportivo ainda não tinha acabado, e tive o prazer de acompanhar a vitória da seleção nacional de basquete em cima do ótimo time da Argentina. Histórico!

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário