Procure no JP

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Oeste vira em cima do São Bento em bom jogo na Arena

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na noite de terça-feira quis aproveitar a folga no trabalho e fui pela segunda vez ver o Oeste em campo na Arena Barueri na atual edição do Campeonato Brasileiro da Série B. O rei dos empates recebeu o São Bento vindo de vitória e querendo aproveitar o embalo. A peleja foi válida pela 24ª rodada do torneio, a quinta do returno. Esse foi meu jogo de número #2993 e agora faltam apenas sete para alcançar a marca de 3000 na história.

Tinha ido ali apenas uma vez neste ano: o abominável empate sem gols do rubrão contra o Figueirense antes da Copa América. Aquele foi sem dúvida uma das piores partidas que vi em 2019 e em toda a minha vida. Tudo bem que ver um duelo da parte de baixo da tabela - os locais estavam na 15ª colocação e os sorocabanos em 18º - não era um indicativo que o panorama pudesse ser alterado, mas arrisquei a sorte na base da coragem.

Após vencer pela primeira vez com Milton Mendes no comando (2x0 em cima do Vitória com direito a cobertura do JP) a torcida alvi-azul se empolgou e compareceu em bom número à Arena. A rapaziada estava empolgada e a animação aumentou aos nove minutos com o gol visitante. É, só que não foi nenhum atleta do São Bento que marcou, e sim o Cléber Reis que fez contra. Ele não teve culpa, já que ele recuou a bola até Luís Carlos e o goleiro vacilou monstro. O camisa 1 errou ao dominar e viu a pelota passar devagarinho debaixo do seu pé, indo parar dentro da meta. Uma das maiores falhas que já vi ao vivo num estádio de futebol.

Nem deu tempo de comemorar direito, pois aos doze minutos Élvis cruzou na pequena área e Fábio deixou tudo igual de cabeça. Para quem tinha visto um 0x0 modorrento ali em junho, dois gols no começo da peleja já era algo a ser louvado. Aos 15, Gerson aproveitou sobra e chutou tirando tinta da trave local. Oito minutos depois os visitantes desperdiçaram a melhor chance de ficarem novamente à frente quando Fábio Bahia recebeu no meio da área e com o gol aberto finalizou por cima. Égon respondeu aos 27 com um tiro de longe bem defendido pelo arqueiro sorocabano Renan Rocha.


Visão geral da Arena Barueri recebendo (mais uma vez) pouco público num jogo do Oeste


Oeste atacando pela esquerda


Detalhe do gol da virada rubro-negra, marcado por Cleber Reis

Pouco antes do intervalo chegar o Oeste conseguiu virar o marcador em oportunidade parecida com a do primeiro gol. Decorridos exatos 45 minutos, Elvis cobrou falta e Cléber Reis, se redimindo do tento contra, fez a favor em novo lance de cabeça. O jogo amarrado, ruim e com poucas emoções esperado pelo que vos escreve não aconteceu e a etapa inicial foi surpreendentemente boa. Minha viagem já tinha valido a pena.

Tudo bem que a nota era boa e garantiria a passagem de ano no final do semestre, porém os times resolveram deixar o futebol razoável nos vestiários e o segundo tempo foi bem abaixo. A ação ficou concentrada no meio-campo e pouco se viu no gramado da Arena. Melhor para o Oeste, que conseguiu vencer seu terceiro compromisso nos últimos quatro realizados.


A torcida do São Bento compareceu em bom tamanho em Barueri


Confusão entre jogadores dos dois times no tempo final


O São Bento buscou o empate até o fim, mas a equipe ficou com a derrota mais uma vez na Série B

O placar final de Oeste 2-1 São Bento manteve o rubrão na 13ª posição da tabela, agora com 29 pontos e se afastando um pouco mais da zona de rebaixamento. Falando em degola, o escrete interiorano segue na 18ª colocação com os mesmos 23. Os comandados de Milton Mendes precisam de forma urgente emendar bons jogos seguidos na difícil luta contra a queda. Estamos na torcida.

Da minha parte retornei à capital curtindo a fria noite da Grande São Paulo pensando no que pode ser visto até o final da semana. Temos algumas metas em vista, vamos ver se tudo dá certo.

Até a próxima!

_________________________

Ficha Técnica: Oeste 2-1 São Bento

Competição: Campeonato Brasileiro da Série B; Local: Arena Barueri (Barueri); Árbitro: Vinícius Furlan (SP); Público: 916 pagantes; Renda: R$ 14.940,00; Cartões amarelos: Matheus Jussa, Thiaguinho, Betinho, Elvis, Fábio (Oes), Rodolfo, Paulinho Boia, Dudu Vieira (Sao); Gols: Cleber Reis (contra) 10, Fábio 12 e Cleber Reis 45 do 1º.
Oeste: Luís Carlos; Betinho, Cléber Reis, Egon e Alyson; Thiaguinho, Roberto (Wallace Bonilha), Matheus Jussa, Elvis (Gustavo Mosquito) e Bruno Lopes (Mazinho); Fábio. Técnico: Renan Freitas.
São Bento: Renan Rocha; Marcos Martins, Gerson, Joílson e Guilherme Romão; Fábio Bahia (Minho), Dudu Vieira (Alisson), Paulinho e Rodolfo; Zé Roberto e Paulinho Boia (Caio Rangel). Técnico: Mílton Mendes.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário