Procure no JP

domingo, 29 de setembro de 2019

Lobo sai na frente do USAC nas oitavas do sub-20 da 2ª

Texto e fotos: Fernando Martinez


O último final de semana teve um recorde de partidas realizadas na Grande São Paulo em 2019: nada menos do que 22 espalhadas pela região por vários torneios diferentes. Foi difícil escolher em qual estaria presente. No sábado, resolvi em cima da pinta fazer uma rodada dupla - a primeira em canchas diferentes desde a Copa América - iniciando com o genial duelo entre União Suzano e Inter de Bebedouro na ida das oitavas de final do Campeonato Paulista sub-20 da Segunda Divisão, o glorioso jogo #2994 da minha lista.

Se na Segundona a Inter foi eliminada na primeira fase, no sub-20 ela está voando. O alvirrubro terminou o Grupo 2 na liderança e invicto com sete vitórias e um empate, tendo feito 22 gols e sofrido apenas um. O regulamento em 2019 mudou e agora não temos confrontos regionalizados nas oitavas. O Lobo Vermelho, dono da melhor campanha, se credenciou então para pegar o 16º colocado entre todos os classificados, no caso o USAC. O onze suzanense ficou na terceira posição do Grupo 5 com dez pontos, tendo somado mais derrotas do que triunfos: quatro contra três.

Fui até o Estádio Francisco Marques Figueira na companhia do mesmo line up da viagem até Sorocaba na semana passada: o amigo-abelha Renato Rocha e o casal Caio e Roberta. Chegamos na praça de esportes em cima da pinta, porém com tempo de sobra de fazer as fotos oficiais. Aliás, vale o registro da belíssima camisa da Internacional. Vejo a equipe desde o começo do século e nunca tinha os visto com uma vestimenta tão sensacional. Deixo os parabéns a quem escolheu o modelo com faixa transversal.


União Suzano Atlético Clube (sub-20) - Suzano/SP


Associação Atlético Internacional (sub-20) - Bebedouro/SP


Capitães dos times e trio de arbitragem da peleja

Os meteorologistas já tinham dado a deixa que sábado seria o último dia com baixa temperatura na semana. Graças a esse abençoado detalhe, foi absolutamente genial sentir o vento gelado fazendo a curva no Suzanão. Só não foi o dia que passei mais frio ali pois o ECUS x Matonense que acompanhei numa quarta-feira de agosto de 2013 é insuperável.... mas que estava muito frio, estava.

Por motivos óbvios resolvi acompanhar o ataque visitante durante a etapa inicial e não me arrependi. A Inter criou os melhores e mais perigosos momentos, não há dúvida. Agora, vale falar sobre a magnífica atuação do União Suzano. Inferiores tecnicamente, os garotos se superaram e deram o sangue, transformando o que poderia ser uma goleada a favor dos visitantes num duelo bem complicado.

Aos dez minutos o escrete bebedourense chegou perto de inaugurar o placar quando Gustavo foi lançado na direita, ganhou na corrida do defensor e cruzou. Cristiano tentou dar aquele pique maroto, pena que chegou tarde e por milímetros não tocou na pelota. Aos 19 aconteceu a única boa chance local quando Guilherme Gouveia cobrou falta e, depois de passar por todo mundo, ela bateu na trave superior.

Nos minutos finais, a Inter intensificou a pressão e ameaçou principalmente em bolas paradas. A melhor das oportunidades saiu aos 41 em falta de Ovelha pela esquerda e ótima defesa de Falcão. Contrariando as expectativas, o primeira etapa terminou sem a abertura do marcador. Da minha parte, desisti de pegar frio no gramado e fui até as tribunas junto com os amigos que lá estavam.


Ataque do Lobo no começo da partida


Uma das grandes chances perdidas pela Inter no primeiro tempo, mas Cristiano chegou atrasado


Escanteio da Inter e Falcão mandando pela linha de fundo, evitando o gol olímpico


Lance no campo de defesa visitante

O tempo final começou com ainda mais vento, garoa e com a Inter passando sérias dificuldades ofensivas. O camisa 7 Cristiano teve os melhores lances, mas desperdiçou todos. Aos 31, Gaúcho bateu falta e o goleiro mandou bem pela linha de fundo. Aos 35, Guirão recebeu, matou no peito, virou e chutou, tirando tinta da trave esquerda. Com essa finalização, parecia que a peleja estava fadada a terminar sem gols.

O União Suzano foi heroico ao segurar o dono da melhor campanha do certame durante os 90 minutos, só que aos 47 deu um vacilo que se mostrou mortal. A bola foi espirrada pro campo de defesa em direção ao camisa 5 Gustavo. Ele avançou pela esquerda e, mesmo com a pressão do defensor, chutou cruzado, colocando no canto de Falcão. A comemoração misturou alegria com uma enorme sensação de alívio.


Zaga alvirrubra chutando a bola para longe do campo de defesa


Gaúcho cobrando falta pela direita


Belo colorido das camisas no gramado do Francisco Marques Figueira


Visão geral de um belo (e frio) sábado de setembro

O resultado de União Suzano 0-1 Inter de Bebedouro foi uma ducha de água fria para o onze local, porém foi justo. O Lobo conseguiu seu tento na marra e leva uma enorme vantagem ao Sócrates Stamato, podendo perder por um gol que ainda assim estará nas quartas. O USAC tem que vencer por dois de diferença, sem dúvida uma tarefa bastante complicada. De qualquer forma, merecem já os parabéns pelo futebol digno apresentado.

Sem tempo a perder, saímos rapidinho do estádio pois tinha sessão futebolística às 19 horas a quase 80 quilômetros de distância. Na pauta, outra rodada da Série B com jogo de clube que não via no profissional há absurdos 15 anos.

Até lá!

_________________________

Ficha Técnica: União Suzano 1-1 Inter Bebedouro

Competição: Campeonato Paulista sub-20 da Segunda Divisão; Local: Estádio Francisco Marques Figueira (Suzano); Árbitro: Paulo Nogueira Junior; Público e renda: Portões abertos; Cartões amarelos: Yuri, Klayve (Uni), Gustavo (Int); Gol: Gustavo 46 do 2º.
União Suzano: Falcão; Pety, Gabriel, Nathan (Alemão) e Guilherme Gouveia; Yuri (Paolo), Nicolas (Pablo), Klayve e Adriano; Guilherme Nunes (Maik) e Thiago (Kauan). Técnico: Felipe de Freitas.
Inter Bebedouro: David; Cleitinho, Vinicius, João Vitor e Etto; Gustavo (Bica), Cristiano, Ovelha e Allan (Marcos); Guirão e Gaúcho. Técnico: João Polezzi.
_____________

Nenhum comentário:

Postar um comentário