Procure no JP

terça-feira, 31 de julho de 2012

Novo vacilo Calunga garante pontinho precioso ao Ceapê

Salve amigos! 

Fim de semana cheio, com direito a jogo na Javari, depois de três meses. Por razões pessoais, não tive condições de fazer a matéria de SE Palmeiras B 3x2 Juventus, mas apresento um único registro fotográfico da partida: 


Agradável tarde de sábado e Moleque Travesso como visitante na Javari. Foto: Estevan Mazzuia.

Mas no domingo pela manhã, estive no fantástico Estádio Mansueto Pierotti, pra acompanhar o confronto entre o São Vicente AC e o centenário CA Pirassununguense, válido pela 4ª rodada do grupo 13 da Segundona 2012. Por conta da correria olímpica, cheguei em cima da pinta, mas com a ajuda de todos, salvei, do jeito que pude, as fotos oficiais da partida. 


São Vicente AC - São Vicente/SP. Foto: Estevan Mazzuia. 


CA Pirassununguense - Pirassununga/SP. Foto: Estevan Mazzuia. 


Árbitro Marcelo Pietro Alfieri, auxiliado por João Bourgalber Nobre Chaves e Bruno Salgado Rizo. Foto: Estevan Mazzuia. 

Como de costume em terras vicentinas, a partida começou movimentada, mas com o CAP levando mais perigo: logo aos 9 minutos, Cléber foi obrigado a fazer grande defesa em chute de Douglas. Passado o susto, os meninos da primeira cidade do Brasil equilibraram o combate e, aos 20 minutos, Lutcho cobrou falta, a bola foi desviada e defendida parcialmente pelo goleiro, antes de triscar o poste direito. 


Nos minutos iniciais, só deu Cléber. Foto: Estevan Mazzuia. 


Caído, Camurça observa bola atingindo a trave. Foto: Estevan Mazzuia. 

Aos 23 minutos, outra chance vicentina: após chute da intermediária, bola explode na defesa, e o arqueiro Camurça perdeu a disputa na saída do gol; sem ângulo, ainda rolou cruzamento perigoso, mas a bola já havia saído. 


Um jogo em preto e branco. Foto: Estevan Mazzuia. 

O gol vicentino amadurecia, pois a equipe chegava na área do CAP com freqüência, mas não sabia o que fazer com a bola. Acabou conseguindo um pênalti, depois de Waguininho ser derrubado na área. O capitão Flávio cobrou a meia altura, no canto direito de camurça, que nada pode fazer para evitar o gol. 


Detalhe do pênalti cobrado por Flávio. Foto: Estevan Mazzuia. 

O São Vicente perdeu uma chance incrível de ampliar antes do intervalo: após jogada pela direita, o rebote sobrou para Epifânio que, com o goleiro caído, chutou fraco e por cima do gol. Tento que faria muita falta para a equipe. No intervalo, o árbitro expulsou o técnico Ricardo Lingue, o que fez parecer complicada uma reação do Gigante do Vale. Mesmo sem o treinador, o CAP voltou melhor, e demorou pro São Vicente entrar no jogo na segunda etapa. 


Chance incrível desperdiçada por Epifânio. Foto: Estevan Mazzuia. 

Aos 15 minutos, Natan cabeceia na trave, e os vicentinos perdem nova chance de marcar o segundo tento. No minuto seguinte, veio o castigo: a defesa cochilou no contra-ataque e, acreditanto que a bola tivesse saído pela linha de fundo, permitiu o cruzamento, e só observou Fágner se aproveitar. Quando os zagueiros perceberam, já não havia o que ser feito, e a bola sacudiu as redes. 


Arqueiro Camurça observa ataque do CAP. Foto: Estevan Mazzuia. 

O empate não era bom pra ninguém, mais era ainda pior para o time da casa. Sabendo disso, Lutcho mandou um petardo, em cima do bom arqueiro Camurça. Daí pra frente, os calungas foram ficando cada vez mais tensos, sem conseguir armar jogadas ou se aproveitar da visível fragilidade pirassununguense. 


Confusão na área do CAP. Foto: Estevan Mazzuia. 

Os locais eram todo pressão, e os visitantes contra atacavam, quando Cristiano Troisi sacou o meia Marcelo, colocou Cocada e mandou Natan, mais alto, ir ao ataque. O zagueiro teve algumas oportunidades, mas faltou-lhe o cacoete de atacante, e algumas bolas aéreas em que sua altura poderia fazer diferença para o São Vicente. 


Torcida observa zaga impedindo o segundo gol vicentino. Foto: Estevan Mazzuia. 

Sem nova movimentação no placar, soou o apito final, marcando São Vicente 1x1 Pirassununguense, no placar. As duas equipes ainda tem chances de classificação, e dependem de si, mas precisam fazer nas duas últimas rodadas o que não fizeram até agora, e mais um pouco. Até a próxima rodada, estão fora da zona de classificação à terceira fase. 

Foi isso! Abraços, e até a próxima! 

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário