Procure no JP

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Nacional vira o jogo contra o José Bonifácio pelo Grupo 12 da Segundona

Opa, 

Quarta-feira com jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão é algo difícil de resistir, então no último dia 18 armei uma genial rodada dupla pela segunda fase do certame. A jornada começou com uma sessão vespertina no Estádio Nicolau Alayon. A agenda marcava um imperdível duelo entre Nacional e José Bonifácio, times que fazem parte do Grupo 12. 

Já faz tempo que precisamos lançar um capítulo da série "Estádios pelo Brasil" sobre a tradicionalíssima casa nacionalina, então como cheguei muito cedo para a peleja aproveitei para captar várias imagens que farão parte desse especial em breve. Aos poucos, os amigos foram chegando para o jogo, e um respeitável quórum fez companhia à minha pessoa: David, seu Natal, Sérgio, Renato, Colucci, Alfredo e o Ricardo Espina, dos tempos da faculdade e atualmente no UOL. O Miguel e o Barba, embaixadores do Nacional, também estavam por lá. 

Turma reunida e depois dos cumprimentos de sempre, enfrentei o gramado encharcado da Comendador Souza, resultado de alguns dias seguidos de chuva na capital bandeirante, e fui captar as imagens oficiais: 


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez. 


José Bonifácio EC - José Bonifácio/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Capitães das equipes junto com o árbitro José Claudio Rocha Filho e os assistentes Orlando Massola Junior e Everson Luiz Soares. Foto: Fernando Martinez. 

Ostentando uma invencibilidade de oito partidas (seis vitórias e dois empates), o Nacional buscava fazer valer o fator casa para conquistar o primeiro triunfo nessa nova fase da Segundona após ter empatado sem gols fora contra o Cotia. Já a Serpente do Vale não ficaria triste com um empatezinho, mesmo tendo somado apenas um ponto em casa contra o Desportivo Brasil. Como curiosidade, esse foi o terceiro jogo entre os dois times na história: Em dois jogos disputados pela Segundona 2010, também na segunda fase, aconteceu uma vitória do José Bonifácio no seu estádio e um empate na Comendador Souza. 


Bela tarde de quarta-feira com Nacional e José Bonifácio no Nicolau Alayon. Foto: Fernando Martinez. 

E como vi nas últimas vezes que acompanhei o Naça, a equipe local inicou o jogo melhor que o adversário. Os rápidos atacantes deram bastante trabalho ao José Bonifácio. Só que para azar dos comandados de Paulo Tognasini, logo no primeiro ataque da equipe do interior paulista o gol saiu. A pelota foi levantada na área aos 23 minutos, e se aproveitando de um vacilo geral, o camisa 3 Marcos Roberto apareceu livre entre os zagueiros e desviou de leve de cabeça para o fundo das redes. 


Zagueiro da Serpente do Vale protegendo a pelota. Foto: Fernando Martinez. 


Um dos vários ataques nacionalinos no tempo inicial. Foto: Fernando Martinez. 

O fator positivo para a torcida local foi que o time não sentiu o gol e continuou fazendo um bom jogo. Mesmo com alguns pequenos lapsos do setor defensivo, o Naça fez uma blitz dentro da área da equipe tricolor. Aos 40 minutos veio o melhor lance para os donos da casa, quando o goleiro Leonardo derrubou um jogador nacionalino dentro da área. O árbitro marcou pênalti e ainda por cima expulsou o arqueiro. Clayton foi para a cobrança e deixou tudo igual. 


Falta que levou relativo perigo à meta do time ferroviário. Foto: Fernando Martinez. 


Clayton empatando a peleja em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez. 

A etapa inicial terminou com a igualdade por um gol, mas com um atleta a mais e com o fator psicológico todo a seu favor, a promessa era que o Naça voltaria com tudo para o segundo tempo. Enquanto a peleja não recomeçava, almocei uma sensacional fogazza na lanchonete local, enquanto o papo com os amigos rolava solto, sempre com novidades inenarráveis num distinto blog como o JP


Ataque do Naça pelo alto, ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Fomos todos para o alambrado curtir o comecinho do tempo final, e o time da casa nem deixou o José Bonifácio gostar do jogo, pois virou o marcador aos 3 minutos com uma cabeçada de Victor Romano depois que a pelota foi alçada da direita. Sem sofrimento, o Nacional já estava na frente do placar. 


Segundos depois desse instantâneo, o Nacional virava o jogo com o gol de cabeça de Victor Romano (à esquerda na imagem). Foto: Fernando Martinez. 

A Serpente do Vale tinha alguns lampejos ofensivos, mas na maior parte dos 45 minutos finais o time ferroviário foi melhor. A vitória poderia ter sido por um placar mais dilatado caso os atacantes não tivessem perdido tantas oportunidades, mas no final deu tudo certo para a equipe da capital paulista. 


A zaga do José Bonifácio sofreu bastante com o rápido ataque do time paulistano. Foto: Fernando Martinez. 

Final de jogo: Nacional 2-1 José Bonifácio. A vitória deixou o Naça, que agora soma novoe jogos de invencibilidade, na primeira colocação da chave empatado em todos os quesitos com o Cotia, que venceu o Desportivo Brasil fora de casa. No próximo final de semana, teremos a Serpente recebendo o onze cotiano e o antigo SPR visitando o time da Traffic. Uma vitória deixará o Nacional próximo da vaga na terceira fase. 

Depois do apito final nem deu pra ficar embaçando muito, já que enchemos o carro do seu Natal numa caravana inesperada e inédita para a sessão noturna de futebol. E demos sorte, pois acompanhamos um jogaço em São José dos Campos. 

Até lá! 

Fernando

Um comentário:

  1. sr. fernando nota cem para voces dos jogos peridos. gostaria que voces antes de terminar esta 2 fase dia 28 de julho fossem a mogi das cruzes fazer as fotos de atletico mogi e osasco,dia 1 de agosto fossem a maua fazer as fotos de mauaense e primavera de indaituba e dia 05 de agosto ultima rodada fossem fazer as fotos do jogo votuporanguense e jaboticabal. fico no aguardo de uma resposta dia 20.7.2012.6 feira.

    ResponderExcluir