Procure no JP

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Juventus goleia o Osvaldo Cruz debaixo de dilúvio pela A3

Fala, pessoal!

No último sábado segui mais uma vez até o Estádio Conde Rodolfo Crespi para bater o cartão em mais uma apresentação do Juventus pelo Campeonato Paulista da Série A3 agora pela 5ª rodada da competição. O adversário era o Osvaldo Cruz, e foi a primeira vez em que as duas agremiações se enfrentaram na história.

Chegando na Javari logo encontrei o Orlando dentro do campo de jogo depois de ter feito a cobertura JP na sessão matutina. Atualizamos os assuntos e fizemos as imagens exclusivas dos times e do trio de arbitragem.


CA Juventus - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


Osvaldo Cruz FC - Osvaldo Cruz/SP. Foto: Fernando Martinez.


Quarteto de arbitragem composto pelo árbitro Pedro Paulo de Moura, os assistentes João Edilson de Andrade e Luiz Quirino da Costa e o quarto árbitro Davi Alexander Costa junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Vindo de vitória na rodada anterior contra o XV de Jaú, o Moleque Travesso buscava os três pontos contra nada menos do que o lanterna da A3 até ali. O Azulão simplesmente perdeu suas quatro partidas iniciais e pinta como um dos favoritos a "conquistar" uma vaga na Segundona em 2013. Com todas essas cartas colocadas na mesa, a vitória era obrigatória para o time paulistano.

Mesmo com a promessa de dilúvio, vi o jogo na companhia de vários amigos: Sérgio, Nílton, Renato Rocha e Matheus "Renato Russo" Trunk (também conhecido como o Oscar Maroni das arquibancadas). Com o jogo rolando ainda encontrei o antigo colega de classe Maurício "Nassau". Todo mundo pode acompanhar um belo jogo do time local, jogando o fino e não dando a menor chance ao onze visitante.


Jogador do Osvaldo Cruz derrubando atleta juventino no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.

Logo aos 6 minutos o Juventus abriu o marcador, com Fubá aproveitando escanteio da direita e cabeceando para o fundo das redes. Impondo um ritmo forte, a zaga do Osvaldo Cruz não conseguiu segurar o inspirado ataque juventino. Aos 21 aconteceu então o segundo gol, marcado por Lucas se aproveitando de vacilo da zaga e do arqueiro do Azulão depois de bola alçada da esquerda.


Exato momento em que Fubá subia para abrir o placar para o Juventus contra o Osvaldo Cruz. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe do segundo gol juventino, ainda com a bola cruzando a área do Azulão. Foto: Fernando Martinez.

Antes da chuva começar, os grenás ainda tiveram a chance de marcar o terceiro numa cobrança de pênalti. Mas o jogador Lucas telegrafou a batida e o goleiro Elias Martins fez boa defesa. Logo depois, a chuva finalmente chegou arrepiando tudo. Não demorou muito para que todo mundo ficasse molhado, incluindo grande parte do pessoal que estava na parte coberta.


Pênalti perdido por Lucas no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Cobrança de falta para o time local pela direita do ataque. Foto: Fernando Martinez.

Várias goteiras fizeram o terror do público que estava confortavelmente sentado nas cadeiras assistindo a peleja. Se bobear, chovia mais ali do que no próprio campo de jogo. Com esse panorama, o placar não foi mais alterado e o intervalo chegou com o 2x0 para os grenás.


Duas imagens que merecem registro. Primeiro o Orlando se protegendo da forte chuva mesmo na parte coberta. Ao lado, o grande Gomez Addams, patriarca da família que leva seu nome, estampado na bandeira da Mooca. O sempre atento Maurício "Nassau" cantou a bola. Agora resta saber em que parte do bairro o simpático personagem morava. Fotos: Fernando Martinez.

Não teve como sequer cogitar sair do local em que nos encontrávamos, pois todos os quase mil torcedores presentes resolveram se abrigar da chuva apertados nas sociais do estádio, fazendo aquela famosa corrente de calor humano. Para o segundo tempo, a previsão do tempo trazia ainda mais chuva.

Só que diferente da primeira etapa, o Juventus não se importou com o dilúvio e foi pra cima do Osvaldo Cruz buscar uma goleada. Aos 9 minutos, após um belo lançamento na direita, Gébson entrou na área e chutou cruzado para fazer o terceiro. Zonzo em campo, o Azulão não conseguia mostrar nada, absolutamente nada.


Lance do jogo entre Juventus x Osvaldo Cruz na Rua Javari. Foto: Fernando Martinez.

Senhor da partida, o Moleque Travesso continuou assustando a zaga adversária em várias oportunidades. Numa delas, aos 36 minutos, aconteceu o quarto gol, com certeza o mais bonito da chuvosa tarde. Depois de rebote do goleiro do Azulão, a bola sobrou livre na entrada da área. Com enorme categoria, o jogador Elvis deu um leve toque por cobertura e levou a torcida ao delírio.


Detalhe do momento em que Elvis se preparava para dar um toque de gala no quarto gol grená, encobrindo o arqueiro do Osvaldo Cruz. Foto: Fernando Martinez.


Grande chance do sexto gol, desperdiçada nos acréscimos da peleja. Foto: Fernando Martinez.

Enquanto a torcida ainda cantava e comemorava a goleada, deu tempo para que Roberto entrasse na área aos 43 e chutasse na saída do goleiro para fechar o marcador. Final de jogo: Juventus 5-0 Osvaldo Cruz. O massacre deixou o Moleque Travesso na 9ªcolocação. O Azulão é lanterna absoluto, e junto com o Taboão da Serra, só teve derrotas até aqui.


Torcedores juventinos se protegendo da chuva debaixo do placar, mostrando o resultado final da partida. Foto: Fernando Martinez.

Após o jogo ainda ficamos um bom tempo nas dependências da Javari resolvendo questões televisivas, e depois seguimos para fazer uma boquinha com esfihas na região. Mas o final de semana ainda não tinha terminado, e mesmo com o céu nublado, teve mais jogo domingo cedo.

Até lá!

Fernando

2 comentários:

  1. O personagem assinalado no Brasão e Bandeira da Mooca não é o Gomez Addams (claro!), mas o imigrante italiano Carlos Romanato, que representa todas as famílias imigrantes do bairro. Se você falar uma coisa dessas, nem de brincadeira, você corre o risco de ser linchado na Mooca...

    ResponderExcluir
  2. Esta foi a melhor apresentação do Juventus em dois anos, sem a menor dúvida.

    ResponderExcluir