Procure no JP

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Juventus fica em situação difícil no Paulista sub-20

Olá pessoal!

O final-de-semana aqui no JOGOS PERDIDOS começou sábado cedo, com o início dos jogos das Quartas-de-Final do Campeonato Paulista sub-20 da 1ªdivisão. Numa partida adiantada para às 10 da matina, Juventus e Palmeiras se enfrentariam no Estádio Conde Rodolfo Crespi, a Rua Javari, para começar a definir um dos semifinalistas da competição.

Sem maiores problemas, cheguei cedo no estádio grená e logo encontrei o pessoal amigo da Rede Vida por lá. Eles iriam transmitir a partida, e antes da peleja começar consegui conversar um pouco com os amigos que fizemos lá nesses anos de luta. Depois de muito papo, já fui fazer as fotos oficiais e exclusivas das equipes e do simpaticíssimo trio de arbitragem.


CA Juventus (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


SE Palmeiras (sub-20) - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.



Os capitães dos times com um simpático trio de arbitragem na Javari: O árbitro José Roberto Marques e os auxiliares Rafael Ferreira da Silva e Danilo Ricardo Simon Manis. Foto: Fernando Martinez.

Após as fotos saí do campo de jogo e fui acompanhar o primeiro tempo no ataque juventino no gol das árvores da Javari. E muitas das figurinhas carimbadas do templo grená estavam ali, como por exemplo o "jovem macebo" Alfredo e o Sérgio Manjuillo, o homem do cabelo molhado. Junto com o David, o Jurandyr e também o Mílton, todos nós vimos o Juventus começar a partida em cima da defesa palmeirense.


Chute de longe do ataque grená no começo de partida. Foto: Fernando Martinez.

Só tinha um problema na performance juventina: a equipe abusava do direito de perder gols. O time chegava bem pela direita e pela esquerda, mas os atacantes não conseguiram acertar o pé para deixar a equipe na frente do marcador. O Palmeiras não conseguia entrar dentro da área juventina, e até os 30 minutos de jogo a equipe do Parque Antárctica ainda não tinha chutado a gol.


Chegada do Juventus pela direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.

Mas após os 30 minutos o Palmeiras deu mostras da sua força dentro do campeonato e foi fatal nas primeiras vezes que chegou ao ataque. Aos 32 o time perdeu um gol feito, com um dos seus atacantes chutando pra fora uma bola que recebeu sem marcação. Aos 33 o jogador Nádson se aproveitou de uma falha coletiva da zaga grená e tocou com classe para abrir o marcador. E aos 40, o jogador Fernando cobrou falta com extrema precisão no canto esquerdo do goleiro grená e ampliou para o time visitante.


O goleiro do Palmeiras fazendo a defesa em bom chute juventino. Foto: Fernando Martinez.

Em três chegadas o Palmeiras fez dois gols, deixando o onze juventino em situação difícil na partida e por consequência no campeonato. O intervalo chegou com a vantagem de 2x0 para o time verde. Junto com o intervalo o calor começou a dar as caras pela Javari, e muita água começou a ser consumida sem moderação.


A faixa da eterna Ju-Jovem no jogo entre Juventus e Palmeiras. Foto: Fernando Martinez.


Boa saída do arqueiro alviverde em ataque pelo alto do Juventus. Foto: Fernando Martinez.

Para o segundo tempo, entrei no campo de jogo para acompanhar o que poderia ser o último tempo do ano no estádio do Moleque Travesso. Mas o Juventus sentiu demais os dois gols do Palmeiras e não conseguiu criar boas chances para pelo menos diminuiur o marcador. Para piorar a situação, o time visitante teve um pênalti a seu favor aos 23 minutos. Na cobrança, o jogador Felipe bateu com precisão e praticamente fechou o placar do sábado.


Terceiro gol palmeirense em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez.

O Juventus então se lançou ao ataque, mas o dia não era mesmo da equipe do bairro da Móoca, e mesmo criando algumas oportunidades boas perto do apito final, a equipe não conseguiu diminuir a grande diferença que o Palmeiras conseguiu conquistar.


Boa chance desperdiçada pelo ataque grená no final da partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Juventus 0-3 Palmeiras. Agora o onze grená precisa "só" vencer o time alviverde por quatro gols de diferença na partida do próximo sábado para conquistar a vaga para as semifinais do sub-20. Acho muito, mas muito difícil que isso venha a acontecer... e é uma pena, pois agora só veremos jogos na Javari na Série A3 2010, a via-crucis juventina do próximo ano.

Após esse jogo, ficamos nos bastidores da Javari acompanhando notícias da sucessão presidencial do clube, em eleições marcadas para o próximo mês de dezembro. Conversamos também com um dos candidatos à presidente, e vimos que boas idéias para um grande futuro grená são realidade por ali. Vamos torcer para um Juventus forte, independente de qual candidato ganhe essas eleições.

E para a sessão vespertina de jogos, não tínhamos muita certeza do que faríamos, mas o seu Natal acabou dando as caras e fomos fazer uma viagem mágica e misteriosa por uma cidade que nunca tinha visitado e além disso vimos uma grande partida de futebol.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário