Procure no JP

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Rodada dupla de Palmeiras x Paulínia no Palestra Itália

Fala pessoal!

No sábado cedo, já sentindo que provavelmente não veria mais jogos no final de semana, resolvi enfrentar o forte calor e segui para uma rodada dupla dos Campeonatos Paulista sub-15 e sub-17 no Estádio Palestra Itália, o tradicional Parque Antárctica. Palmeiras e Paulínia fariam as duas partidas, numa incrível e rara coincidência nas fases decisivas desses torneios.

Mas dessa vez não tive forças para ir com todos os apetrechos de reportagem do JOGOS PERDIDOS, e levei somente minha máquina digital debaixo do braço. Não fiz as fotos das equipes posadas, mas temos bastante crédito nesse sentido, certo? O bom quando cheguei na casa da equipe palmeirense foi ver que a numerada coberta foi disponibilizada à torcida que foi ao estádio. Ficar debaixo daquele sol com o calor que estava fazendo seria realmente algo criminoso.

Logo quando subi nas numeradas encontrei o presidente do Barcelona paulistano, Paulo Moura. Conversamos bastante e fiquei sabendo que muito provavelmente a equipe do Barça não disputará suas partidas na cidade de São Paulo na Segundona 2010. Eles estão com contatos bastante avançados com uma cidade próxima à capital e a definição sai nos próximos dias. O que vale mesmo é que a equipe pretende disputar todas as categorias no ano que vem... Tomara que dê tudo certo.

Agora falando da rodada dupla, essas partidas valiam pelos jogos de ida das Quartas-de-Final da competição. Depois das duas competições terem iniciado com 64 equipe participantes, somente oito times agora disputam as fases eliminatórias para decidir quem serão os campeões de 2009. Na primeira partida do dia, válida pelo Campeonato Paulista sub-15, Palmeiras e Paulínia contam respectivamente com a sexta e sétima melhor campanhas entre os classificados às Quartas até aqui. E a equipe do interior joga com vantagem de dois empates em virtude da melhor campanha (53 pontos contra 51 do time da capital).


Uma das chegadas do time do Palmeiras no primeiro tempo do jogo do sub-15. Foto: Fernando Martinez.


Jogador do Palmeiras se livrando da marcação e seguindo para mais um ataque. Foto: Fernando Martinez.

Mas o jogo não teve um primeiro tempo tão bom. Acredito que por causa do forte calor, as equipes passaram os trinta minutos do tempo regulamentar se estudando e não criaram muito perigo ao gol adversário. Destaque para um bom chute do time paulinense e para algumas chegadas rápidas da equipe palmeirense pelas laterais, nada mais. Intervalo de jogo e 0x0 no marcador.


Troca de passes do time alviverde pela direita do seu ataque. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo devo ter bebido uns três litros de água num dos bares que fica na frente do portão principal do Palestra Itália. Reabastecido, voltei para as numeradas e vi um segundo tempo bem melhor do que a etapa inicial. O Palmeiras voltou mais animado, e logo no terceiro minuto de jogo o time conseguiu marcar seu primeiro gol. E foi marcado de cabeça, mesmo com o atleta palmeirense sofrendo marcação de três jogadores do Paulínia. Fico devendo quem marcou o gol, pois o site oficial do Palmeiras não publica nenhuma informação sobre a campanha da equipe nessas categorias. Uma falha gigantesca e uma pena para a história.


Detalhe do gol do Palmeiras que deixou o time a um empate das Semi-Finais do Paulista sub-15. Foto: Fernando Martinez.

Daí para o final do jogo tivemos o Paulínia segurando a bola, já que uma derrota de 1x0 não seria nada catastrófica, pois uma vitória simples em casa ainda classifica a equipe, e o Palmeiras tentando ampliar o marcador, mas tendo dificuldades em ultrapassar a barreira defensiva da equipe visitante. Final de partida: Palmeiras 1-0 Paulínia. O jogo de volta no Estádio Luiz Perissinoto acontece no próximo sábado, e o alviverde joga pelo empate.

O segundo jogo do dia foi válido pelo Campeonato Paulista sub-17, e as equipes de São Paulo e do interior tem respectivamente a sexta e segunda melhores campanhas da competição até aqui. Já tinha visto jogo dos dois times nesse sub-17 e imaginava que o Paulínia era favorito, pois o time está muito bem arrumado. Andando para buscar um outro lugar nas numeradas, acabei encontrando o Jurandyr por lá.


Pelo alto, o Palmeiras tentou abrir o marcador no jogo do sub-17 contra o Paulínia. Foto: Fernando Martinez.

Mas como aconteceu no jogo do sub-15, o primeiro tempo foi com os dois times se analisando na maior parte dos 40 minutos regulamentares. Fiquei grande parte da primeira etapa conversando com o Jurandyr sobre notícias novas e nem tão novas assim enquanto o jogo era centralizado no meio de campo, mas com o Paulínia levando mais perigo à área alviverde. O lance de maior perigo foi numa falta dentro da área feita por um zagueiro palmeirense em atleta do Paulínia. Pênalti não marcado e intervalo novamente com 0x0.


Falta perigosa para a equipe alviverde no começo do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

O JR foi embora no intervalo e eu fiquei ouvindo meu mp3 cheio de músicas dos Beatles enquanto aguardava o recomeço da partida. E para tristeza da boa torcida verde presente no Palestra, quem deu as caras na segunda etapa foi a equipe do Paulínia. O time do interior simplesmente destruiu a equipe da casa, e não deu nenhuma chance para que o time paulistano fizesse algo.

Logo no primeiro minuto, o jogador Diego chutou forte para deixar a equipe visitante na frente do marcador. Sem que sofresse nenhuma ameaça, a equipe paulinense massacrou o Palmeiras e chegava fácil dentro da área alviverde. O segundo gol veio numa cobrança de pênalti do jogador Guilherme, que chutou forte e sem defesa para o arqueiro verde. O time ainda teve ótimas chances para ampliar, a primeira num chutaço de fora da área que bateu na trave, outra chegada sem marcação de três atletas do time visitante que acabaram pecando pelo preciosismo, e a mais aguda delas numa nova cobrança de pênalti desperdiçada pelo mesmo Guilherme.


Segundo gol do Paulínia, marcado pelo jogador Guilherme. Foto: Fernando Martinez.


Nessa foto o mesmo Guilherme se lamentando por não ter marcado seu segundo gol em cobrança de penalidade máxima... Bela defesa do goleiro. Foto: Fernando Martinez.

Mas nos minutos finais, tamanha superioridade foi recompensada com mais um gol da equipe, marcado pelo atleta João Vítor. O time palmeirense não deu nenhum chute ao gol adversário durante os 40 minutos finais da partida, levando sua torcida à loucura. Muitos ali responsabilizavam o técnico do time pela derrota, por ter feito algumas substituições que deixaram muitos muito irritados.


Atacante do Paulínia encarando marcação palmeirense no fantástico segundo tempo do time do interior no Paulista sub-17. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Palmeiras 0-3 Paulínia. A derrota por três gols de diferença ainda ficou barata para a equipe de São Paulo pois o jogo se tivesse terminado com 5x0 ou 6x0 não seria nenhum exagero. Agora o time palmeirense precisa de um quase-milagre para se classificar, pois tem que vencer o jogo de volta por quatro gols caso queira a vaga nas Semi-Finais. O Paulínia está com a classificação muito perto.

Após essa partida fui fazer uma boquinha num dos shoppings que ficam ao lado do estádio palmeirense. Dali voltei para casa, aonde fiquei lamentando a falta de verba suficiente no momento para ver os grandes shows que aconteceram na noite de São Paulo. Mas faz parte, um dia isso passa!

Também não consegui acompanhar in loco a rodada final da quarta fase da Segundona Paulista, mas deixo aqui os parabéns ao Taubaté, Red Bull, CA Lemense e Atlético Araçatuba pelo acesso à Série A3 em 2010. Essas equipes precisam muito se preparar direitinho, pois o nosso terceiro nível estadual no ano que vem será com certeza um dos melhores campeonatos da história. E o JOGOS PERDIDOS com certeza irá acompanhá-lo!

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário