Procure no JP

segunda-feira, 11 de julho de 2005

JP no Canindé e no clássico de São Bernardo

Opa,

Finalmente vamos aos posts com os joguinhos do final-de-semana! Dessa vez foram quatro: um na sexta-feira, dois no sábado e mais um na manhã do domingo. Nesse post vamos com os jogos de sexta-feira e a primeira sessão do sábado.

Na sexta, tivemos mais uma rodada fantástica do Brasileiro da Série B, que para nós (lógico) é o Nacional mais legal de todos. Dessa vez, acompanhamos o belo jogo entre Portuguesa e CRB de Alagoas. Junto comigo dessa vez só o Jurandyr, já que o Mílton teve problemas mecânicos e não conseguiu se locomover até o Estádio Osvaldo Teixeira Duarte.

No primeiro tempo fiquei sozinho do lado do ataque da Portuguesa, já que o pré-casado Jurandyr ainda estava perdido nos becos do Canindé. Foi uma bela exibição da Portuguesa, que, embora muito prejudicada pela arbitragem, conseguiu se impor rapidinho e não deu muitas chances ao time alagoano.

Já deu pra perceber que com o Leandro Amaral, o time da Lusa conseguiu mais qualidade no ataque. Ele é o tipo do jogador que é a cara de um clube, e com ele acontece isso. A identificação Leandro Amaral/Portuguesa é imediata. Mas não foi ele quem fez o primeiro gol, e sim o Cléber após uma ótima cobrança de falta, em que o goleirão até tentou, mas nem teve como fazer nada.


Detalhe do primeiro gol da Portuguesa, após belíssima cobrança de falta. Foto: Fernando Martinez.

Com algumas faltas não marcadas e faltas invertidas, o jogo foi para o intervalo mesmo no 1 a 0. Nesse meio tempo, encontrei o moçoilo Jurandyr que, como sempre, reclamava da vida ("Ó vida, ó céus..."). Também encontramos o Rafael Lusitano e seu amigo Fabiano, campineiro e torcedor do Guarani Sumareense. Foi o suficiente para instigar o Jurandyr a contar algumas de suas 40 histórias. Faz parte!

No segundo tempo, a Portuguesa voltou melhor ainda, e não deu o menor espaço ao CRB. Com extrema facilidade marcou seu segundo e terceiro gols, e poderia ter feito muito mais. Só não fez devido às grandes defesas do goleirão da equipe alvi-rubra.


Lance do segundo gol da Portuguesa, marcado por Leandro Amaral (aqui, praticamente um espectro) de pênalti. Foto: Fernando Martinez.


A foto não está assim uma Brastemp, mas vale registrar que aqui o zagueiro Dú Lopes marcou o terceiro gol lusitano. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Portuguesa 3 -0 CRB. E a vice-liderança novamente com a Lusa. Se não fizerem muita besteira, acho que vão se classificar. Para a alegria de todos no Clube, FINALMENTE veremos um quadrangular decisivo da Série B!!!

Já no sábado, graças ao frio aqui em SP não houve rodada de manhã, afinal não dá pra cordar cedo num frio desses! Mas garantimos a nossa rodada dupla do sabadão, começando com um dos melhores jogos que vi no ano: São Bernardo FC 0-1 Palestra. Eu e o Mílton estivemos por lá, juntamente com a presença mais do que inesperada do Victor, diretamente de terras mineiras.

Aí fica o recado para todos aqueles que falam mal de jogos de divisões inferiores: essa partida foi simplesmente FANTÁSTICA, cheia de alternativas, inúmeras chances para os dois times, várias belas defesas dos dois goleiros, muita movimentação e muita torcida. Perfeito! Esse é um daqueles jogos que nos fazem ficar um pouquinho mais felizes. (Pena que chegamos em cima da pinta, e dessa vez não teremos as fotinhos dos times posados).

O jogo no primeiro tempo foi melhor para o São Bernardo, que perdeu algumas chances na cara do goleiro. O Palestra também teve as suas, mas ainda sofria uma leve pressão. Já pelo primeiro tempo o jogo teria valido a pena, mas no segundo o jogo melhorou muuuito mais.


Escanteio para o São Bernardo no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

O Palestra voltou para o segundo tempo motivado com a música "Eye Of The Tiger", mais conhecida pelo filme Rocky. A música tocou todo o tempo no vestiário, sem parar, para que o time do PSB voltasse com mais motivação. E não é que deu certo?? Eles equilibraram o jogo e fizeram a partida ficar mais emocionante!

Foi um verdadeiro toma-lá-dá-cá. Ataque do SBFC, defesa fantástica do goleiro do Palestra, ataque do Palestra, bola na trave, tudo sem parar nos 48 minutos de jogo. A partida poderia estar empatada em 3 a 3 ou 4 a 4 que seria um resultado mais do que normal.

A partida rumava para um 0 a 0, mas num daqueles momentos mágicos do futebol, aos 42 minutos, o atacante Richard (que entrou no segundo tempo) veio sozinho com a bola, e da intermediária encobriu o goleirão do São Bernardo. Um GOLAÇO de primeira linha, que fez a pequena torcida do PSB vibrar demais.


Lance do segundo tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo, 1 a 0 para o Palestra, agora vice-líder e com uma comemoração digna de final de Copa do Mundo. Valeu mesmo, belíssimo jogo, um dos Top 5 de 2005 sem dúvida. Depois disso só nos restava rumar para São Caetano acompanhar mais uma partidinha do Campeonato Brasileiro. Logo mais eu falo sobre isso!

Até daqui a pouco

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário