Procure no JP

segunda-feira, 25 de julho de 2005

Jacareí e Capivariano empatam jogo pela Segundona

Olá,

Iniciando o acompanhamento da segunda fase da Segunda Divisão, estive no último domingo pela manhã na cidade de Jacareí, no Estádio Stavros Papadopoulos e assisti ao jogo Jacareí 2-2 Capivariano, válido pela primeira rodada dessa nova fase.

Antes de comentar o jogo, faço questão de destacar a gentileza que o pessoal de Jacareí (diretor, jornalista, gandula, porteiro, etc.), dispensou ao JP, assim como os membros da arbitragem comandados pelo Sr. Milton Etsuo Ballerini.

Quero destacar também uma curiosidade que eu nunca tinha visto, que é a seguinte: ao entrar no gramado notei que no centro do campo havia um jacaré (mascote do JAC) de isopor, medindo uns três metros, que é colocado atrás do gol que o time da casa ataca. Foi engraçado ver o tal jacaré ser transportado no início do jogo e no intervalo de um lado para o outro. Dá para ver o mascote junto ao time posado na foto abaixo:


Jacareí AC - Jacareí / SP, com seu grande mascote. Foto: Orlando Lacanna.


Capivariano FC - Capivari / SP. Foto: Orlando Lacanna.

Vamos ao jogo, que no geral foi bom, sendo que no primeiro tempo o Capivariano dominou os primeiros vinte minutos, tendo inclusive aberto o placar aos 14 minutos através do bom meia Alan. Depois desse gol, o Jacareí adiantou a marcação e saiu mais para o jogo e conseguiu virar o marcador para 2 a 1 em cinco minutos com gols marcados por Edmilson, aos 32 minutos de cabeça, aproveitando rebote do goleiro em cobrança de pênalti e por William, aos 37 minutos, também de cabeça, após cobrança de escanteio pela esquerda.


Primeiro gol do JAC, após rebote em cobrança de pênalti. Foto: Orlando Lacanna.


Willian, de cabeça, vira o placar para o Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.

No segundo tempo, logo aos 5 minutos, o Jacareí marcou seu terceiro gol através de Zé Carlos, em bela jogada pela esquerda, mas curiosamente o gol não foi validado pelo árbitro que atendeu sinalização do auxiliar. Ninguém entendeu, inclusive eu, que não vi irregularidade alguma no lance, apesar da minha posição não ser das melhores, pois estava atrás do gol.

Após esse lance o jogo ficou equilibrado, com ataques dos dois lados e o Capivariano foi mais feliz e conseguiu empatar aos 16 minutos, novamente através de Alan, na seqüência de cobrança de escanteio pela direita. Com o passar do tempo, o jogo foi caindo de ritmo, até pelo cansaço demonstrado pelas duas equipes.


Detalhe do gol anulado pela arbitragem para os donos da casa. Foto: Orlando Lacanna. [211009]

Final de partida com resultado justo, se for levado em conta a produção em campo das duas equipes, mas fica a dúvida quanto a anulação do que seria o terceiro gol do Tricolor do Vale, que poderia ter mudado a história da partida. O jogo teve como destaques pelo time visitante o meia Alan, autor de dois belos gols e o goleiro Roberto, que praticou boas defesas, inclusive de um pênalti, cujo rebote a sua zaga não conseguiu neutralizar.

Pelo lado do JAC, destaque para William e Zé Carlos, dois bons atacantes que demonstraram muita velocidade e habilidade. Lamento apenas a fraca presença de público que não chegou a 250 pessoas, apesar da importância do jogo.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário