Procure no JP

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Água Santa goleia o Assisense e continua 100% no Baetão

Opa,

Depois do intenso calor no final de semana passado e da chegada da primavera, imaginei que os dias frios na Grande São Paulo haviam chegado ao seu final nesse ano de 2013. Para a minha alegria, a sessão noturna de futebol de quarta-feira foi com aquele tempo frio que adoramos tanto. Com 12 graus na moleira, fui até o Baetão para o confronto entre Água Santa e Assisense, válido pela segunda rodada do Grupo 20 da quarta fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.


EC Água Santa - Diadema/SP. Foto: Fernando Martinez.

Na estreia da chave, o time de Diadema empatou sem gols com o Cotia jogando fora de casa, enquanto o Assisense venceu a Inter de Bebedouro jogando dentro dos seus domínios. O Falcão do Vale chegou em São Bernardo do Campo ocupando a liderança provisória do Grupo 20. Só que jogar contra o Água Santa no ABC não está sendo nada fácil para os adversários.


CA Assisense - Assis/SP. Foto: Fernando Martinez.

Em 11 jogos como mandante, o Água somou oito vitórias, dois empates e apenas uma derrota, ainda assim para o conterrâneo CA Diadema no distante dia 4 de maio. Se formos levar em conta somente os jogos do time no Baetão, o destaque é ainda maior: Foram cinco jogos com cinco vitórias e 16 gols marcados. 100% de aproveitamento com louvor.


Capitães dos times junto ao árbitro Marcelo Aparecido de Souza e os assistentes Danilo Ricardo Simon Manis e Carlos Augusto Nogueira Junior. Foto: Fernando Martinez.

O time azul e branco com certeza sabia da pedreira que estava prestes a enfrentar. Para isso, tentou fazer uma rápida blitz logo na saída de bola, resultando no primeiro chute ao gol local com apenas 15 segundos de peleja. Só que o time comandado pelo técnico Ademílson Venâncio foi surpreendido e sofreu forte golpe no lance seguinte.


Movimentação no meio-campo. Foto: Fernando Martinez.

Na primeira virada do ponteiro, o camisa 8 Rafael Mineiro acertou um chutaço de longe, o goleiro Carlão rebateu pro meio da área e Danilo, mostrando grande oportunismo, apareceu livre para cabecear e marcar o primeiro do Água Santa. A torcida, mais uma vez em grande número apesar da chuva e do frio, fez a festa.


O árbitro do jogo indo conferir a situação do atleta do Água Santa estirado na lateral. Foto: Fernando Martinez.


Ataque do Assisense pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Diferente do que poderíamos esperar, o Assisense não se intimidou e jogou de igual pra igual durante todo o primeiro tempo. Vimos uma partida de altíssimo nível, muito melhor, por exemplo, do que Corinthians x Grêmio, também realizado na noite de quarta. Foram vários bons ataques para os dois lados.


Disputa de bola na lateral. Foto: Fernando Martinez.

No finalzinho do tempo inicial, mais precisamente aos 48 minutos, o Água Santa acabou marcando o segundo em outro lance de "sorte" de Danilo. Após roubada de bola ainda no campo defensivo, o lateral Assolan fez grande jogada individual. Ele invadiu a área e dividiu com o arqueiro do Assisense. A bola espirrou, e no rebote o camisa 9 tocou no susto e fez seu oitavo gol no certame.


Visão geral de um Baetão com bom público para Água Santa x Assisense. Foto: Fernando Martinez.

A chuva não dava trégua, então fui para as arquibancadas do estádio. Lá encontrei os amigos Sérgio, Luiz e Ricardo Espina, todos vibrando com a baixa temperatura. Quando o jogo recomeçou, ficou claro que o Assisense havia sentido demais o segundo gol local.


Chegada tímida do Assisense no campo defensivo do Água Santa. Foto: Fernando Martinez.

O Água Santa tomou conta da partida e ocupou todo o campo do time visitante. Aos 8 minutos, Rafael Mineiro chutou forte do meio da área e o zagueiro do Assisense salvou com o braço. Pênalti para o time "local". Ele mesmo foi para cobrança e fez o terceiro. Aos 22, Rafael Martins fez uma pintura de gol, acertando um chutaço por cobertura da entrada da área.


Terceiro gol do time de Diadema na fria noite, marcado pelo camisa 8 Rafael Mineiro. Foto: Fernando Martinez.

Dali para frente, o jogo caiu um pouco de produção, mas ainda assim foi bem agradável de se assistir. Mesmo com a ampla vantagem, o Água Santa continuou infernizando os zagueiros do time azul e branco. Faltou pouco para vermos uma goleada ainda mais ampla no Baetão.


Pelo alto, mais uma infrutífera investida do Falcão do Vale no tempo final. Foto: Fernando Martinez.

O placar final de Água Santa 4-0 Assisense pode ter sido um tanto quanto cruel com o Falcão do Vale, principalmente pelo bom futebol apresentado no primeiro tempo, mas foi justo se considerarmos o ótimo aproveitamento ofensivo do escrete diademense. É fato que a equipe é não só candidata forte ao acesso, mas também ao título da Segundona.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário