Procure no JP

domingo, 20 de janeiro de 2008

Batalha épica entre Santos e Inter/RS no Nacional

Fala pessoal!

Depois da nova ordem estabelecida durante a semana, fiquei na seca para ver mais um jogo de futebol. Então mesmo com a chuva monstro que não parou por nenhum minuto, reservei meu sábado para um jogão da 39ª Copa São Paulo. Segui sozinho até o sempre simpático Estádio Nicolau Alayon para o primeiro jogo das quartas-de-final do campeonato, entre dois dos favoritos do torneio: Santos x Internacional de Porto Alegre.

Diferente da minha primeira visita ao Nacional, dessa vez fomos autorizados para entrar no gramado para as fotos oficiais das equipes. Pena que só teremos as do Santos, já que o time gaúcho se recusou a posar, apesar dos nossos insistentes pedidos e da providencial ajuda dos fiscais. Acho isso chato, mas fazer o quê?


Santos FC (Sub 20) - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.

Bom, o jogo reuniu dois times até então 100% no campeonato, com cinco vitórias em cinco jogos. Dos times vistos até aqui, com certeza os dois melhores e com maior condição de título. Mas nessa quase "final antecipada", um dos dois ficaria pelo caminho. E para ver o jogo fui me colocar atrás de um dos gols do Naça. Para chegar até lá me vi quase numa enchente, que por mais que reformem o Nacional, não dão jeito nessas coisinhas.


Uma quase enchente para ir atrás do gol da "direita". Isso que reformaram o Nacional. Fotos: Fernando Martinez.

Depois de alguma dificuldade cheguei atrás do gol e vi uma partida fantástica, cheia de alternativas e com um bom nível técnico. O Inter começou melhor do que o Santos, e logo aos 7 minutos o colorado abriu o placar. Em falta pela direita, a bola foi alçada e depois de jogada confusa, o jogador Léo tocou para as redes do Santos.


Chute perigoso do Inter no começo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

Depois do gol o Santos acordou e partiu pra cima dos gaúchos. O time encurralou o Inter no seu campo de defesa e aos 13 minutos empatou a partida. Foi depois de um escanteio pela direita e uma grande confusão na área. O jogo agora estava empatatado novamente.

Mas mesmo com o gol, o Santos não desanimou e foi pra cima do colorado. Empolgado pelo apoio da sua grande torcida, o alvinegro jogava certinho e o segundo gol parecia uma realidade. Tanto parecia que ele aconteceu aos 25 minutos, através do jogador Tiago Luís chutando cruzado no canto direito de Agenor. Festa no Nacional e virada santista.


Goleiro do Santos intercepta cruzamento na área. Foto: Fernando Martinez.


Agora a zaga do Santos afasta qualquer tipo de perigo. Foto: Fernando Martinez.

E ainda em cima do Inter, o Santos marcou o terceiro aos 35 minutos em falta muito bem cobrada pelo jogador Tiago Carleto pela esquerda. Santos 3 a 1 e mais festa ainda no Nacional. O time jogava certinho e só numa jornada impecável do Inter no segundo tempo a classificação não viria. É, mas o futebol tem sempre o imponderável, certo?

No intervalo fui me abrigar em uma das alamedas do estádio, já que a chuva não dava trégua. Molhou câmera, tênis, calça, mochila e tudo que estava guardado dentro da mesma. Mas não reclamo, já que é melhor do que aquele calor dos infernos que temos em alguns jogos.

Na volta do segundo tempo então, logo de cara vimos que o Santos veio com outra postura, buscando mais os contra-ataques e esperando o Inter ir para cima. Acredito que foi uma postura fatal para as pretensões do alvinegro praiano. O Colorado foi para cima, mas de um jeito até que desordenado no começo e sem criar tantas chances.


Lance do jogo entre Santos e Inter/RS. Foto: Fernando Martinez.

Mas aos poucos as chances santistas foram desperdiçadas e a saída do camisa 7 do time, Tiago Luís complicou mais ainda a tática da equipe. O Inter, sendo o bom time que é, sabia que aquele era o jogo da vida do time. O jogo ia seguindo numa toada tranqüila para o onze alvinegro quando o jogador Da Silva acertou um chute magnífico aos 28 minutos no ângulo esquerdo do goleiro Vladimir e marcou o segundo dos gaúchos.

O jogo então ficou emocionante com o Santos tentando se garantir na defesa e o Inter se lançando ao ataque. Uma série de chances perdidas para os dois lados depois e chegamos aos 43 do segundo tempo. Nesse minuto, o árbitro marcou uma falta bastante contestada pelos santistas na entrada da área. Na cobrança, o mesmo Da Silva chutou e colocou a bola no canto direito do arqueiro da Vila. O jogo agora estava 3 a 3.


No desespero, o Santos tentou o quarto gol no final do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Sem mais alterações no placar, o jogo terminou mesmo em Santos 3-3 Internacional/RS. Bela partida de futebol com os dois melhores times da Copinha indo definir a vaga nos penais. Aqui tudo pode acontecer, e a torcida santista ficou apreensiva, prevendo o pior.

Depois de duas defesas do goleiro Agenor, uma bola para fora e outra defendida pelo arqueiro Vladimir, a disputa chegou à sua oitava cobrança. O Inter fez o seu, mas na última cobrança do Santos a bola foi muito para fora e isso classificou de forma heróica o Colorado.


Último pênalti do Internacional... agora o Santos precisava marcar o seu. Foto: Fernando Martinez.


Último pênalti do Santos e notem aonde a bola está... no canto direito superior, ou seja, longe do gol. Inter classificado. Foto: Fernando Martinez.

Resultado final então do jogo: Santos 3 (5) - 3 (6) Internacional/RS. Grande vitória colorada, que agora pega o Rio Branco de Americana numa das semifinais do torneio. Favoritismo para o time gaúcho, que busca vaga na final, contra a surpresa do interior paulista.

Voltei então encharcado para casa, já pensando na rodada do domingo, mais chuva à vista!

Abraços

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário