Procure no JP

domingo, 16 de dezembro de 2012

O último triunfo do Betim Futebol Clube

Opa, 

Em vias de ser "extinto" com a mudança do Ipatinga EC para sua cidade, o Betim Futebol Clube jogou contra o favorito Taboão da Serra na disputa de uma vaga na final da Copa São Roque 2012. Aproveitando uma brecha na agenda, fui conferir essa peleja (a segunda da rodada dupla que começou com Juventus x Castelense), realizada no agradável Estádio Quintino de Lima


CA Taboão da Serra (sub-19) - Taboão da Serra/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Betim FC (sub-19) - Betim/MG. Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem e capitães dos times. Foto: Fernando Martinez. 

Na primeira fase, o CATS venceu seus três jogos, se classificando para a semi como favorito independente do adversário que se classificasse como segundo no outro grupo. Já o onze mineiro conquistou quatro pontos nas mesmas três partidas, vencendo o USAC, empatando com o Sorocaba e sofrendo uma sonora goleada para o Juventus por 4x0. 


Zaga mineira preparando para tirar a bola do seu campo. Foto: Fernando Martinez. 

Só que nem bem a peleja tinha começado e o Betim abriu o marcador. Tiago Jesus foi o dono do gol, acontecido no terceiro minuto. Atrás no placar de forma bastante inesperada, o Taboão não se desesperou e passou a ocupar o campo do time mineiro. Vimos algumas oportunidades desperdiçadas por falta de pontaria. 


Ataque paulista pela esquerda. Foto: Fernando Martinez. 

O Betim só se defendia e no segundo ataque do time, aos 21 minutos, conseguiu confirmar 100% de aproveitamento nas finalizações e marcou mais um. O autor desse tento, que deixou os paulistas em situação bastante incômoda, foi Lucas. A partir daí pudemos notar um visível nervosismo em todos os atletas da equipe local. 


Atleta do Betim se protegendo de atacante do CATS. Foto: Fernando Martinez. 


Escanteio para o CATS ainda no tempo inicial. Foto: Fernando Martinez. 

O primeiro tempo seguiu sem mais nenhuma mudança no marcador e o intervalo chegou com a vitória parcial de 2x0 para os mineiros. O panorama não foi alterado durante o tempo final, no melhor esquema "ataque contra defesa". E assim como aconteceu na etapa inicial, o Betim foi fatal no seu primeiro ataque a ampliou a vantagem aos 16 minutos, com o gol de Fabrício. 


Lance no meio-campo. Foto: Fernando Martinez. 

A situação do CATS se complicou de vez agora com o revés parcial por 3x0. Nem o primeiro gol do time, anotado aos 18 nos pés de Thomas, aliviou um pouco a barra. O Betim se segurava heroicamente na defesa, não deixando espaços para o inoperante ataque paulista. O jogo era acima da média, e com a temperatura mais amena, os dois times mostravam muita disposição. 


Falta perigosa para o Taboão da Serra no fim do jogo. Foto: Fernando Martinez. 

No final, um resultado inesperado antes da peleja começar: Taboão da Serra 1-3 Betim. O triunfo classificou a equipe mineira para a final, na primeira vez que um time de fora do estado de São Paulo se garantiu na decisão da Copa São Roque em quatro edições disputadas. Tudo bem que no sábado a equipe tomou um 5x0 e viu o Juventus ser campeão, mas a campanha merece ser comemorada mesmo assim. 

E com a derrota na final, posso me orgulhar em dizer que vi a última vitória do Betim Futebol Clube em todos os tempos. A tal da "fusão" com o Ipatinga nada mais é do que uma forma de deixar o caminho livre para que o campeão mineiro de 2005 seja o único da cidade. Para os (poucos) torcedores fica a certeza de que "foi bom enquanto durou". 

Até a próxima! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário