Procure no JP

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Brasil goleia Portugal na abertura do 4º Torneio Internacional Cidade de São Paulo


Diferente do que pensam muitos amigos dentro ou fora do JP, eu gosto bastante de ver e acompanhar o futebol feminino. Acho absurdo o enorme descaso com existe com a categoria e me incluo no rol de incomodados com os ocasionais críticos de plantão, figuras que não tem a menor ideia do que acontece com times e jogadoras e que adoram falar bobagem somente na hora em que a seleção nacional é eliminada de alguma competição. 

Essas pessoas que adoram reclamar talvez não saibam que ontem começou a quarta edição do Torneio Internacional Cidade de São Paulo, novamente com quatro seleções e com todas as partidas marcadas para o Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. De novo, os organizadores merecem os parabéns por essa louvável iniciativa, que já está se tornando tradição todo o mês de dezembro. 

Além do Brasil, campeão do certame em 2009 e 2011 e vice em 2010, temos esse ano a presença da Dinamarca, vice em 2011, Portugal e México, vice em 2009. Essas seleções ocupam respectivamente as posições de número 4, 13, 46 e 24 no Ranking Feminino da FIFA. Das quatro, somente as brasileiras e mexicanas marcaram presença na última Copa do Mundo, vencida pelo Japão em 2011. 


Seleção brasileira e portuguesa perfiladas para a execução dos hinos nacionais. Foto: Fernando Martinez. 

E o primeiro jogo do torneio foi daqueles clássicos "colônia x colonizador" entre Brasil e Portugal. Foi o confronto de duas seleções que não tiveram um ano de 2012 muito bom. As portuguesas jogaram oito vezes, vencendo três e perdendo cinco. Já as brasileiras, eliminadas nas quartas-de-final nos Jogos Olímpicos de Londres, entraram em campo nove vezes. Dessas, em quatro o selecionado tupiniquim saiu-se vitorioso e em cinco foi derrotado. Vale dizer também que foi a primeira vez que as equipes se enfrentaram em todos os tempos. 


Mesmo de longe, vale o registro das duas seleções posadas antes do apito inicial. Foto: Fernando Martinez. 

Pouco mais de cinco mil pessoas compareceram ao estádio para essa peleja, e tenho certeza que muitos estavam ali para ver em campo a camisa 10 Marta, melhor jogadora do mundo. A atleta, atualmente jogando no Tyresö FF da Suécia, já venceu o prêmio de melhor do mundo da FIFA por cinco vezes seguidas e após conquistar sua nona indicação consecutiva, vai buscar o sexto "título" no próximo mês de janeiro. 


Uma das raríssimas chegadas da seleção portuguesa. Foto: Fernando Martinez. 

E a rainha do futebol brasileiro não fez feio na sua volta aos gramados paulistas. Marta deu duas assistências e marcou o terceiro gol na goleada brasileira sobre o selecionado ibérico. Mais uma vez ela é a (eterna) esperança de que a seleção nacional alcance sucesso além das nossas fronteiras. Difícil que isso se concretize com o descaso com que os comandantes do esporte tratam as meninas. Junte-se a isso o enorme preconceito que ainda existe por parte de muitos e a falta de coberturas jornalísticas decentes e pronto! O desastre fica completo. 


Ataque português no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

Felizmente ainda temos alguns abnegados que tratam o assunto com a atenção que ele merece. Um desses é o técnico Márcio Oliveira, que fez sua estreia na seleção justamente nessa peleja. Ele conquistou a Libertadores Feminina 2011, o Paulista e a Copa do Brasil 2012 dirigindo o São José EC. Já vi algumas entrevistas do mesmo e ele promete fazer um bom trabalho, apesar de todas as dificuldades citadas. 


Visão geral do Pacaembu na bela tarde de domingo com o jogo Brasil x Portugal. Foto: Fernando Martinez. 

O trabalho nessa estreia foi facilitado pela fragilidade do time da terra de Camões. Mesmo assim, a seleção fez uma boa partida e poderia ter atingido um placar muito mais elástico do que Brasil 4-0 Portugal. Além do belo gol da rainha Marta, vimos tentos da ótima Cristiane, Fabiana e da também estreante Giovânia. 

Mostrando que a majestade não subiu à cabeça, a camisa 10 do time ficou um bom tempo atendendo os torcedores no alambrado do Pacaembu. Ela deu duas voltas pela antiga pista de atletismo saudando os presentes. Só temos que aplaudir esse tipo de reação, algo cada vez menos visto entre os jogadores dos grandes times do país. 


A rainha do futebol brasileiro Marta saudando os torcedores após a goleada do Brasil. Foto: Fernando Martinez. 

Após essa vitória, ainda permaneci num quase vazio Pacaembu para o segundo jogo da rodada, agora com as vice-campeãs de 2011 enfrentando as vice-campeãs de 2009. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário