Procure no JP

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Brasil vence a Dinamarca e vai pra final do Torneio Cidade de São Paulo

Opa, 

Com 2012 chegando na sua reta final, no domingo aconteceu minha provável penúltima jornada futebolística do ano. Após uma manhã extremamente agradável e bastante festiva, na parte da tarde fui ao Estádio Paulo Machado de Carvalho para curtir a última rodada dupla da fase inicial do Torneio Internacional Cidade de São Paulo

O primeiro jogo da bela tarde de domingo foi, digamos, uma "final antecipada" entre Brasil e Dinamarca, se enfrentando pela primeira vez desde a decisão de 2011, que terminou com uma virada no placar e a conquista brasileira. Mas a seleção canarinho não poderia bobear, pois após a surpreendente derrota para as mexicanas na rodada anterior, a vitória era obrigação para que o time voltasse à final. 


Seleção do Brasil (feminina). Foto: Fernando Martinez. 


Seleção da Dinamarca (feminina). Foto: Fernando Martinez. 


Quarteto de arbitragem e capitãs das seleções. Foto: Fernando Martinez. 

Para espantar a chance de outro revés, as brasileiras começaram a peleja mostrando as armas e impondo um ritmo intenso. Logo aos 7 minutos a jogadora Érika subiu mais alto que as belas zagueiras dinamarquesas e cabeceou no canto esquerdo da arqueira. 


Detalhe do primeiro gol do Brasil contra a Dinamarca, marcado pela camisa 7 Érika. Foto: Fernando Martinez. 


Comemoração do primeiro gol no Pacaembu. Foto: Fernando Martinez. 

Essa vantagem não assustou as meninas da terra dos vikings, e o jogo foi bastante disputado. A melhor chance da Dinamarca aconteceu aos 27 minutos com um belo chute que tocou duas vezes na trave tupiniquim, deixando a goleira Andréia assustada. Sem mais gols, o primeiro tempo então terminou com a vitória parcial da seleção sul-americana. 


Lance no meio de campo. Foto: Fernando Martinez. 

O segundo tempo rolou sem nenhuma mudança significativa no panorama da peleja. O Brasil tinha um leve domínio das ações, enquanto a Dinamarca assustava em alguns contra-ataques. Se levarmos na real mesmo, o tempo final foi bastante abaixo da média e as emoções ficaram restritas aos últimos minutos. Enquanto o jogo seguia, os amigos Mílton e Colucci eram pura animação com a conquista corintiana no Mundial de Clubes. 


Ataque perigoso das donas da casa no segundo tempo. Nesse lance, a bola bateu na trave. Foto: Fernando Martinez. 

Aos 44 minutos as meninas do Brasil conseguiram encaixar um belo contra-ataque e Débora, camisa 20 da seleção, entrou livre na área para tocar por cima da goleira e fazer o segundo. Porém na saída de bola, as dinamarquesas foram ao ataque e conseguiram um pênalti a seu favor. A cobrança ficou por conta da camisa 2 Line Hansen. Ela bateu firme e diminuiu para a seleção visitante aos 47 minutos. 


Gol da camisa 2 Line Hansen, diminuindo para as dinamarquesas. Foto: Fernando Martinez. 

Só que não tinha tempo para mais nada, e o jogo ficou em Brasil 2-1 Dinamarca. A seleção comandada pela melhor do mundo Marta (que se machucou ainda no primeiro tempo) conquistou a vaga na grande final pela quarta vez seguida. Até aqui foram dois títulos (em 2009 e 2011) e um vice campeonato na edição de 2011. 

O adversário do selecionado sul-americano agora dependia do jogo de fundo entre Portugal e México. As dinamarquesas foram para as arquibancadas torcer contra o time da América do Norte, pois somente uma vitória portuguesa confirmaria a presença da seleção vermelha na final. E lógico que eu fiquei por lá conferindo essa decisão... 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário