Procure no JP

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Empate complica São Vicente na Segundona

Olá,

Não é muito comum a realização de partidas de futebol numa sexta-feira durante o dia, porém na tabela do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, estava marcado, para a última sexta-feira à tarde, um jogo isolado válido pela décima segunda rodada da primeira fase do Grupo 6 da competição. A partida em questão estava marcada para a cidade de Santos, mais precisamente para o Estádio Ulrico Mursa, colocando frente à frente as equipes do Barcelona E.C. L. e do São Vicente A.C. e, claro que o JOGOS PERDIDOS esteve presente.

Esse confronto era de fundamental importância para o time visitante (São Vicente), pois uma vitória o manteria com chances matemáticas de almejar a classificação para a próxima fase. Por outro lado, o time mandante (Barcelona) só iria cumprir tabela, uma vez que não tinha nenhuma chance de alcançar a segunda fase.

Chegando ao meu destino, me dirigi ao gramado que estava bem pesado por conta das chuvas do dia anterior e, por lá permaneci até a entrada das equipes e do quarteto de arbitragem para fazer as fotos oficiais e exclusivas, as quais apresento abaixo:


Barcelona E.C.L. - São Paulo/SP (mandou essa partida em Santos). Foto: Orlando Lacanna.


São Vicente A.C. - São Vicente/SP. Foto: Orlando Lacanna.


A árbitra Regildênia de Holanda Moura, os assistentes Edvânio Ferreira Duarte e Edson Rodrigues dos Santos e o quarto árbitro Mateus Pulini junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna.

A bola começou a rolar e, pressionado pela necessidade de conseguir os três pontos, o São Vicente saiu com tudo para o ataque e empurrou o Barcelona para o seu campo de defesa, porém nesse período de domínio absoluto, o time vicentino pouco criou em termos de perigo, a não ser um ou outro cruzamento para a área que não deram em nada.


Um dos cruzamentos do São Vicente no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.

Na sua primeira descida ao ataque, o Barcelona conseguiu uma falta a seu favor pelo lado esquerdo, cujo cruzamento permitiu ao atleta Tiago desviar a bola para o fundo da meta do São Vicente, com a defesa bobeando totalmente no lance. Tudo isso aconteceu na marca dos 7 minutos, deixando os poucos torcedores do time visitante apreensivos.


Primeiro gol do Barcelona marcado por Tiago. Foto: Orlando Lacanna.

Não demorou muito e, aos 9 minutos, o Barcelona chegou ao seu segundo gol, marcado pelo zagueiro Raphael de cabeça, desviando outro cruzamento, agora vindo da direita numa cobrança de escanteio, em outra jogada em que a defesa do São Vicente facilitou.


Desvio de cabeça de Raphael que resultou no segundo gol do Barcelona. Foto: Orlando Lacanna.

Com dois gols de desvantagem, só restava ao São Vicente sair com tudo para tentar diminuir a diferença e, isso de fato aconteceu, porém a maioria das suas jogadas ofensivas levavam pouco perigo, tanto é verdade que somente aos 40 minutos, chegou ao seu primeiro gol, marcado por Thiagão, num lance que gerou várias reclamações por parte dos defensores do Barcelona que alegaram impedimento do atacante. Foi de fato um lance polêmico, porém a minha posição naquele momento não me permite opinar com segurança. Depois do gol, o São Vicente insistiu no ataque, mas a primeira etapa foi encerrada com a vantagem de 2 a 1 para o Barcelona.


Gol do São Vicente que gerou reclamações do Barcelona. Foto: Orlando Lacanna.

A segunda etapa começou e a história do primeiro tempo se repetiu, ou seja, o São Vicente saiu para o ataque, porém encontrava dificuldades para traduzir em gols o seu maior domínio territorial. Para piorar as coisas, o seu defensor Thiaguinho foi expulso, aos 19 minutos, por causa de uma entrada mais forte.


Defesa do goleiro Aranha do Barcelona em mais um cruzamento do ataque vicentino. Foto: Orlando Lacanna.

A partir do trigésimo minuto, a partida ficou mais pegada, com as duas equipes empregando muita força nas disputas das jogadas e saindo para cima do adversário, criando um clima de luta intensa e, numa dessas jogadas, aos 35 minutos, o Barcelona quase chegou ao seu terceiro gol, num lance em que o atleta William penetrou livre na área, mas foi brecado pela agilidade do goleiro Thyago que saiu com os pés, afastando momentaneamente o perigo, permitindo rebote que quase foi aproveitado por Jefferson, numa conclusão que passou muito perto.

Refeito do susto e com um homem a menos, o São Vicente foi à frente e, mesmo afobado, chegou ao empate aos 39 minutos, num lance que começou com a cobrança de falta executada por Léo, com a bola se chocando contra o poste direito da meta defendida pelo goleiro Aranha e correndo por quase toda a linha fatal e, no desespero, o zagueiro Raphael acabou desviando contra a sua própria meta.


Cobrança de falta que originou o gol de empate do São Vicente. Foto: Orlando Lacanna.

Os últimos cinco minutos foram eletrizantes, com o São Vicente desperdiçando duas ótimas oportunidades, aos 42 e 44 minutos, ambas nos pés de Cadu que foi infeliz nas duas conclusões, sendo que uma delas foi executada praticamente no interior da pequena área.

Fim de partida com o placar apontando Barcelona 2 - 2 São Vicente que foi muito ruim para o time visitante, pois esse empate o deixou na penúltima colocação do grupo com apenas 10 pontos e com chances de classificação para a segunda fase ainda mais reduzidas, embora ainda tenha duas partidas para realizar. Com relação ao Barcelona, as chances ficam para o ano que vem.

Jogo encerrado e imediata subida da Serra do Mar com destino a São Paulo para um merecido descanso, pois no final de semana as coberturas iriam continuar. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário