Procure no JP

terça-feira, 7 de julho de 2009

Empate sem gols entre Taboão da Serra e Mauaense

Opa,

Sábado cedo caí da cama mesmo depois de uma noite tão bem dormida para mais uma rodada matutina aqui no JP. Estava quase certo para ver mais uma rodada dupla sub15/sub17, mas de última hora um cansado seu Natal entrou em contato para seguirmos para mais um jogo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. E lá fomos nós até o Estádio Vereador José Ferez, para o jogo do Taboão da Serra contra o Mauaense.

Mas por estarmos com a hora adiantada, tivemos que ficar enrolando por muito tempo para não chegar tão cedo no estádio. Até parar para comer esfiha no café da manhã deu tempo. E mesmo assim chegamos adiantadíssimos por lá e fomos recebidos com a simpatia que é peculiar em Taboão da Serra. Como não tinha visitado o estádio no ano, foi legal rever o pessoal do clube que sempre nos recebe bem. Já dentro do campo, fui armar as exclusivas fotos oficiais do jogo:


CA Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Fernando Martinez.


GE Mauaense - Mauá/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Marco Antonio de Oliveira Sá e os assistentes Osny Antonio Silveira e Daniel Luis Marques junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

O doido era que não temos como saber o que nos espera nas partidas do Grupo 6 da Segundona. Acredito que seja uma das mais bizarras sequências de jogos dentro de um campeonato. Isso porque os aproveitamentos dos times desse grupo jogando em casa são pífios. Para vocês terem uma idéia, até a 11ªrodada desse grupo, em 33 jogos disputados os mandantes venceram apenas 7 deles, e os visitantes ganharam nada menos do que 18 jogos, mais da metade.

Todas as sete equipes do grupo tem campanhas melhores fora de casa do que dentro dos seus domínios. Isso mostra algumas bizarrices, como o Jabaquara tendo feito apenas 1 gol em casa e 10 fora, e o Palestra, que tem a melhor campanha fora do ABC paulista - 4 vitórias e 1 empate - e jogando dentro de casa não ganhou nenhum jogo em 5 disputados.

E o Taboão e o Mauaense não ficam de fora dessa bizarrice toda. O CATS ganhou apenas uma partida no seu estádio (2x0 no Jabaquara) enquanto o Mauaense tem mais pontos conquistados fora do que no Pedro Benedetti. Então o jogo começou e não tínhamos certeza de nada, nem uma leve noção do que poderia acontecer, já que esse grupo inverte a lógica natural das coisas.


Bola na trave do Mauaense no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas o CATS começou o jogo bem, criando mais chances e levando bastante perigo ao gol do time de Mauá. Antes dos 15 minutos conseguiu uma bola na trave e duas chances com boas defesas do goleiro do Mauaense. O time também teve um gol anulado bastante reclamado pelos jogadores e pelo pessoal do clube.


Ataque perigoso pela direita do ataque do CATS. Foto: Fernando Martinez.

Aos poucos a lógica do "jogar melhor fora de casa" foi criando forma e o Mauaense também passou a assustar o gol dos mandantes. Mas o dia não era dos atacantes, e as finalizações não fizeram tanto sucesso. E o jogo foi seguindo sem a abertura do placar até o apito final do árbitro.


Mais uma chegada do time da casa pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Para o intervalo não segurei a bronca do sol no rosto e fui beber algo na lanchonete do local. De lá vi uma grande obra que está sendo feita ao lado do estádio, com prédios gigantescos. Numa área em que só tínhamos arvores agora teremos muita gente vivendo. Legal que as pessoas nem precisarão sair de casa para ver um joguinho em Taboão. Mas esse é um bônus certamente que poucos aproveitarão.


Ataque do time do Mauaense, sem perigo, no final do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

E tranquilão, agora vendo o jogo da bela visão que temos do alto da arquibancada em Taboão o segundo tempo começou com o Taboão da Serra mais efetivo no ataque e com maior posse de bola. Mas como disse antes, os atacantes não estavam num dia inspirado, e o time da casa perdeu muitas chances de ficar na frente do marcador.


Zaga do time de Mauá tirando a bola de dentro da sua área. Foto: Fernando Martinez.

O Mauaense, sem conseguir armar uma jogada mais perigosa, viu o time da casa dominar o jogo mas pecar no toque final. Isso deixou a torcida bastante irritada, pois tantas chances perdidas podem fazer falta no final dessa primeira fase. O time teve tiro livre indireto dentro da área, bolas que sobraram livre para os atacantes, chegadas dentro da área com mais jogadores que o adversário, mas nada disso adiantou.


Uma boa chance do Taboão em escanteio pela direita. O zagueiro tirou em cima da linha. Foto: Fernando Martinez.

E a melhor chance quem acabou criando foi o Mauaense, numa falta de longe que bateu no travessão. Mas parecia que o time estava feliz com o empate. No finalzinho o CATS ainda criou mais dois ótimos momentos, mas realmente o dia não era para gols.


Tiro livre indireto dentro da área dos visitantes que o Taboão não soube aproveitar. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Taboão da Serra 0-0 Mauaense. O resultado deixou as equipes respectivamente no segundo e terceiro lugares do Grupo 6, ambas com 16 pontos. Mas o time de Mauá só tem apenas mais um jogo na competição, na última rodada, e contra o Jabuca em casa. Seguindo essa lógica bizarra do Grupo 6, pode ser um problema para o time. Para o CATS, dois jogos difíceis contra o Jabuca fora e contra o São Vicente em casa prometem ser tensos.

Após a partida voltei para casa para me preparar para uma rodada noturna. Mas por motivos que fogem da minha alçada, acabei ficando em casa mesmo, me preparando para um jogo histórico no domingo á tarde.

Até lá

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário