Procure no JP

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Primavera vai bem e tira a invencibilidade do Mauá FC

Texto e fotos: Fernando Martinez


Na fria tarde do último domingo fechei o final de semana no Campeonato Paulista da Segunda Divisão com a minha primeira partida do líder e ainda invicto Mauá FC no Estádio Pedro Benedetti. O adversário foi o Primavera de Indaiatuba, terceiro colocado do Grupo 5. Foi a primeira peleja que vi em muito tempo sem meu querido e saudoso celular, já que durante a Virada Cultural na noite anterior ele foi levado por algum gatuno. Mesmo velhinho, vai fazer falta.

Você viu aqui no Jogos Perdidos a estreia do escrete mauaense no profissionalismo, um horroroso 0x0 contra o Barcelona na Rua Javari. A partir dali, a equipe foi se encontrando e chegou à última rodada do primeiro turno invicta com quatro vitórias e dois empates. Dentro de casa, a equipe empatou com o Itararé e venceu Elosport e Jabaquara. Já o Fantasma, depois ser derrotado pelo Grêmio Mauaense, também no Benedetti, emplacou três triunfos seguidos e chegou forte para esse duelo contra o líder.


Mauá Futebol Treinamentos e Esportes - Mauá/SP


Esporte Clube Primavera - Indaiatuba/SP


O árbitro Rodrigo Batista da Silva, os assistentes Alex Alexandrino e João Petrucio dos Santos, o quarto árbitro João Marcos Giovanelli e os capitães dos times

A peleja começou com tudo, do jeito que um encontro entre primeiros colocados deve ser. Logo no começo, o arqueiro primaverino fez ótima defesa numa cobrança de falta. Aos 14 foi a vez do arqueiro local fazer milagre num chute cruzado pela direita. Aos 17, quase o primeiro tento do Mauá FC em mais uma ótima intervenção do camisa 1 do Fantasma. Três minutos depois, o Primavera abriu o placar com Giovanni. O camisa 9 se aproveitou de um bololô na área e finalizou com sucesso.

Com o 0x1 no marcador o jogo deu uma esfriada e somente num dos últimos lances o Mauá quase chega ao empate num lance onde o atacante ficou cara-a-cara com o goleiro, mas chutou em cima dele. Apesar do sol estar brilhando forte no céu, o frio estava sensacional. Fui para a arquibancada junto com os amigos presentes e dali acompanhei o tempo final. Pena que a partida demorou a esquentar, pois o Mauá FC fazia uma apresentação abaixo da média e o Primavera se preocupava apenas em se defender.


Zagueiro do Primavera fazendo um preciso corte em investida local


Grande defesa do goleiro primaverino em cobrança de falta


Disputa de bola na linha de fundo


Chegada do escrete local pelo alto depois de bola alçada da esquerda


Grande oportunidade do empate desperdiçada no fim do primeiro tempo

Com o passar do tempo, o onze da Grande São Paulo passou e buscar o empate com mais afinco, só que as finalizações não existiam e o espaço que deixavam na defesa era enorme. Numa bola espirrada aos 36 minutos, o Primavera conseguiu armar um belo contra-ataque e marcou o segundo gol. A bola foi cruzada da direita, China recebeu e tocou no meio das pernas do goleiro mauaense. Agora o placar marcava 2x0 a favor dos visitantes.

Aos 40, o Mauá FC teve a chance de diminuir num pênalti marcado pelo árbitro. Vinícius bateu bem e fez o gol de honra. Até tinha tempo do escrete preto e amarelo tentar o empate, porém nenhuma chance aguda foi criada e, ao final dos 90 minutos, caiu a invencibilidade do clube no profissionalismo.


O Mauá FC tentou o empate, mas a inspiração não estava em dia


Passe que originou o segundo gol do Fantasma, marcado por China


De pênalti, o time da casa diminuiu o placar aos 41 do tempo final

O placar final de Mauá FC 1-2 Primavera derrubou o ex-líder para a terceira colocação do Grupo 5. O Fantasma foi ao segundo lugar e o Itararé, que empatou com o Jabaquara em Santos, se tornou o novo líder. Faltando um turno completo para o final da primeira fase, só se acontecer uma catástrofe esses times serão eliminados levando em conta o retrospecto dos outros adversários da chave.

Foi isso... três dias seguidos com saldo de três coberturas da Segundona, uma Virada Cultural e um celular a menos. Faz parte. Semana que vem tem mais!

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário