Procure no JP

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Flamengo derrota o Mogi e volta a vencer após quatro rodadas

Texto e fotos: Fernando Martinez


No sábado passado rolou a grande final da Liga dos Campeões, temporada 2017/2018. Um jogo em que todo o globo se liga e aonde os grandes astros da bola pedem passagem. Não fugindo à regra, novamente não fiz questão de assistir a decisão e fui, pela segunda semana seguida, até Mogi das Cruzes para o genial duelo entre Atlético Mogi e Flamengo de Guarulhos iniciando o returno do Grupo 4 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O palco foi o Estádio Francisco Ribeiro Nogueira. Para quem ficou oito anos sem ver o Atlético como mandante, ver pela segunda vez em uma semana é muita coisa.


Clube Atlético Mogi das Cruzes de Futebol - Mogi das Cruzes/SP


Associação Atlética Flamengo - Guarulhos/SP


Os capitães dos times junto com o quarteto de arbitragem formado por Humberto José Júnior, Hélio Antônio Salvia de Sá, Danilo Nogueira da Silva e Gabriel Castro Dourado

O Corvo, que disputa a quarta divisão pela primeira vez nesse século, começou a Segundona à milhão, vencendo os três primeiros compromissos, dois deles por goleada. Depois disso, a performance caiu assustadoramente e o time somou apenas um ponto nas quatro rodadas seguintes. Iniciar o returno contra o lanterna da chave e seus 0% de aproveitamento era a melhor pedida possível pro rubro-negro voltar a vencer. Ninguém em sã consciência imaginava que os donos da casa poderiam surpreender.

Enquanto Real Madrid e Liverpool iam a campo sob o olhar de centenas de milhões de aficionados, as 30 almas que foram ao Nogueirão viram uma partida onde, assim como aconteceu na semana anterior contra o Paulista de Jundiaí, o Atlético Mogi pouco fez para impedir o domínio total do adversário. Durante o tempo regulamentar, foram exatamente duas as oportunidades dos donos da casa, ambas com certo perigo e contando com boa participação do goleiro Herilan.


No mesmo horário da final da Liga dos Campeões, teve Atlético Mogi x Flamengo pela Segundona... a escolha, como sempre, foi óbvia


Lance do primeiro gol do Corvo contra o Atlético


Aos 31 do primeiro tempo, A bola sobrou para Juliano. Ele driblou o zagueiro, tirou do goleiro e teve o gol aberto para fazer o segundo


Juliano, 10 do Fla, em lance pela direita com a marcação de Anderson, 23 do Mogi

Já pelo lado flamenguista o que se viu foram dezenas de oportunidades de gol criadas, mas para a tristeza dos seus torcedores que estavam no estádio, quase todas não deram resultado. O alvo principal das reclamações foi o camisa 10 Juliano, responsável direto pelo desperdício de pelo menos cinco ótimas chances. O placar foi aberto pelo zagueiro Vinicíus aos seis do tempo inicial.

Escutando uma série de homenagens não tão positivas das arquibancadas, Juliano fez o segundo aos 31 e o intervalo chegou com triunfo parcial do Fla por 2x0. No tempo final o Mogi, que já tinha feito pouco no primeiro tempo, parou de atacar e o cotejo ficou na base do ataque contra defesa. Juliano, ele mesmo, perdeu mais um monte de gols e só foi acertar o pé numa cobrança de pênalti aos 17 minutos. Foi o terceiro do Corvo.


Depois de perder N gols, Juliano, o escolhido da torcida, fez o terceiro do rubro-negro em cobrança de pênalti


Atleta do Fla apostando corrida com marcador do Atlético Mogi


Boa chegada visitante pela direita, mas como a inspiração não estava legal, o quarto gol não saiu

Se os atacantes não estivessem tão sem inspiração, não seria exagero imaginar uma goleada com dois dígitos de diferença. Mas como os avantes do rubro-negro não estavam em bom dia - talvez estivessem com a cabeça na final de Kiev - o placar ficou em Atlético Mogi 0-3 Flamengo. O triunfo reaproximou o Corvo dos três primeiros colocados da chave, na ordem São José, Paulista e Guarulhos. O onze mogiano permanece sendo o pior entre os 39 participantes da competição.

No domingo por muito pouco a rodada não foi abortada por conta da greve do transporte público na Grande São Paulo. Na base da raça passei por cima da paralisação e fui ao ABC Paulista ver uma genial peleja em campo neutro.

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário