Procure no JP

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Guarulhos quebra a invencibilidade do Presidente Prudente

Texto e fotos: Fernando Martinez


O Campeonato Paulista sub-20 da Segunda Divisão chegou na fase semi-final e na tarde do sábado passado pintou um joguinho absolutamente imperdível. Direto do Estádio Cicero Miranda, o Guarulhos recebeu o genial Presidente Prudente FC, na primeira visita deste na Grande São Paulo pela categoria. Ano passado coloquei a equipe na Lista num duelo contra o Jabaquara em Santos, mas mesmo assim não tinha como ficar de fora dessa peleja.

O escrete verde limão nunca atuou com seu elenco profissional por essas bandas já que nunca chegou a passar de fase na última divisão. Tive uma ou duas chances de ir até a longínqua cidade do oeste do estado, só que no fim nunca deu certo. É o único time que jogou qualquer divisão do estadual nesse século que não vi com seu elenco principal. Porém se no profissional eles vão mal, no sub-20 a coisa é diferente e pelo segundo ano seguido emplacaram uma boa campanha.


Associação Desportiva Guarulhos (sub-20) - Guarulhos/SP


Presidente Prudente Futebol Clube (sub-20) - Presidente Prudente/SP


Trio de arbitragem e capitães das equipes

A equipe terminou a primeira fase como líder do Grupo 2. Nas fases seguintes, eliminou o Atlético Araçatuba e o Taquaritinga. Até aqui, disputaram doze partidas, com nove triunfos e três empates numa belíssima e invicta campanha. O Guarulhos, também sem muito destaque na Segundona, também estava invicto com oito triunfos e seis empates. No mata-mata eles eliminaram Real Cubatense e Elosport. Tudo indicava que teríamos um ótimo confronto.

Cheguei na cancha guarulhense de boa, debaixo de chuva e esse foi o cenário durante quase toda a tarde. Captei os instantâneos oficiais e fui acompanhar o ataque do onze local. Logo aos dois minutos o clube da casa teve um pênalti marcado a seu favor. O camisa 9 Eduardo bateu bem e inaugurou o placar. A assistência que foi ao Cícero Miranda viu um encontro muito equilibrado e com bons momentos para ambos.


Bola cruzada dentro da área visitante


Eduardo cobrou bem o pênalti e abriu o marcador a favor do Guarulhos aos dois do tempo inicial


Atacante guarulhense preocupado com a marcação do adversário


O belo contraste das camisas de Guarulhos e Presidente Prudente no gramado do Cícero Miranda

O tempo inicial terminou com a vantagem mínima a favor do Guarulhos. No intervalo um aspone local questionou a minha presença dentro do gramado, dizendo que eu não poderia ficar ali de nenhuma forma. Mostrei minha credencial e ainda assim o cidadão insistia em dizer que "ele não me autorizava". O legal foi que o árbitro já me conhecia por conta do trabalho do JP e disse que "a casa era minha". Muito bom ver o figura sair de fininho depois dessa afirmação.

Como fui autorizado a permanecer dentro de campo, acompanhei parte do tempo final por ali. O Guarulhos voltou um pouco melhor, sabendo que uma vantagem em casa significaria muito pensando no duelo de volta. O Presidente Prudente se defendeu demais e se complicou aos 29 quando o camisa 16 Felipe ampliou a vantagem do tricolor. Os mandantes ainda tiveram oportunidades do terceiro, porém o marcador não foi mais alterado.


Zagueiro do onze verde-limão dividindo com atacante local


Camisa 9 do Índio cercado de atletas prudentinos


Uma rara chegada do Presidente Prudente, sem muito sucesso, no segundo tempo

O placar final de Guarulhos 2-0 Presidente Prudente quebrou a invencibilidade prudentina e deixa o Índio numa situação até certo ponto confortável pro jogo de volta. O time vai pra final até mesmo com uma derrota por um gol de diferença. O onze verde-limão vai ter que devolver os 2x0 - ou qualquer outro triunfo por dois tentos de diferença - caso queira estar na decisão. A certeza é que teremos mais um encontro muito bem disputado.

Fiquei vários dias na capital, mas no domingo retornei ao litoral pois queria ficar um pouco de boa perto da família. Se tudo der certo, volto no começo da semana para um confronto surreal pela Série B do Brasileiro.

Até lá!

© 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário