Procure no JP

domingo, 5 de novembro de 2017

Palmeiras vence outra e elimina o Corinthians do sub-20

Texto e fotos: Fernando Martinez


Após alguns dias no litoral pensando na vida, retornei à capital para mais um pacote de coberturas, iniciando os trabalhos na terrivelmente quente noite de sexta-feira na Arena Barueri. Palmeiras e Corinthians fizeram um dérbi decisivo pelas quartas-de-final do Campeonato Paulista sub-20 da Primeira Divisão. Sete títulos em campo: quatro conquistas verdes e três do alvinegro desde a grande reorganização de 1980.

O favoritismo era todo do onze alviverde, pois eles ganharam a partida de ida, realizada na Arena Corinthians, pela contagem mínima. Eles podiam perder por um gol de diferença que ainda assim estariam na semi-final. Ao Mosqueteiro, restava vencer por dois gols, caso contrário, restaria a desclassificação. Na fase anterior, os palmeirenses eliminaram o São Bernardo FC enquanto os alvinegros despacharam a Portuguesa.


Foto oficial do Corinthians antes do jogo decisivo. O Palmeiras não quis posar...


Capitães dos times e quarteto de arbitragem

Como acontece no profissional, o clássico foi disputado com torcida única. Só adeptos do time de Palestra Itália que poderiam ocupar as arquibancadas da cancha barueriense. Quem foi ao estádio não se arrependeu por nenhum momento, já que os locais foram superiores durante os 90 minutos do cotejo. Logo no início tivemos a primeira grande explosão da noite... mas nada de gol ou alguma jogada incrível, e sim a explosão de um dos refletores da Arena. O chão chegou a tremer.

Dentro de campo o Palmeiras atuou muito bem e não deu chances para o Corinthians na primeira meia hora e o goleiro Luan trabalhou bastante durante esse período. Logo aos cinco minutos, depois de escanteio pela esquerda, os locais mandaram uma bola na trave. pouco depois o arqueiro visitante fez ótima defesa. Aos 24, ótima investida palmeirense, porém Franklin surgiu e impediu o chute. Aos poucos os mosqueteiros foram equilibrando as ações, mas nada absurdo já que não tivemos nenhum ataque realmente perigoso por parte do alvinegro.

Fui para a parte alta da Arena curtir dali o tempo final junto com muriçocas, siriris, mariposas e mais cerca de 17 espécies diferentes de insetos que estavam curtindo a quentura dos refletores. A temperatura de 27 graus (!) deixou a coisa bem complicada. Dentro de campo, o técnico Coelho, aquele mesmo, promoveu mudanças no Corinthians buscando mais efetividade ofensiva.

É, só que aos quatro minutos o Palmeiras abriu o placar com Fernando dos Santos. Se a situação alvinegra já estava ruim, ela ficou ainda pior, já que a equipe precisava agora fazer três gols e não sofrer mais nenhum. Aos 23, Fabricio Oya, um dos poucos atletas lúcidos no time de Parque São Jorge, arriscou de longe e quase empatou. Rafael Bilu e Paulo Bessa também tiveram seus momentos, porém o goleiro Daniel foi seguro.


Bola zanzando dentro da área corintiana


Atleta palmeirense deixando a bola passar em lance no meio-campo


Zaga corintiana afastando a pelota


Camisa 9 mosqueteiro se mandando para o ataque

Sabendo se segurar muito bem e levando perigo nos contra-ataques, o escrete local foi levando a peleja na boa e ao final dos 90 minutos a classificação foi sacramentada. O placar de Palmeiras 1-0 Corinthians colocou o alviverde na semi-final do Paulista sub-20 e o adversário agora será o Novorizontino. O outro duelo será entre Ponte Preta e Água Santa. O antigo Palestra Itália segue como o principal candidato ao título.

Saí do estádio derretendo para retornar à capital. No dia seguinte, já recuperado do calor que passei, teve nova cobertura com uma semi-final genial e repleta de tradição na Copa Paulista.

Até lá!

© 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário