Procure no JP

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Taboão da Serra vence a primeira na Segundona 2013

Opa, 

A quarta rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão rolou nesse final de semana e o JP foi conferir três pelejas in loco. A rodada começou no Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos, mas não num jogo da equipe local, e sim do "sem teto" Taboão da Serra. O CATS recebeu o Cotia em duelo do Grupo 5. 

Esse foi o nono jogo seguido do time taboanense longe de sua verdadeira casa, o Estádio Vereador José Feres. A última vez que a equipe jogou por lá, e registrando também que foi uma partida com portões fechados, foi em 29 de janeiro do ano passado, quando perdeu por 2x1 para o Sertãozinho na estreia da Série A3. Com presença "normal" de público, o último jogo foi em 3 de abril de 2011, num 1x1 contra o Taubaté. 

Apesar dessa longa sequência atuando fora dos seus domínios, não podemos dizer que jogar longe da sua cidade faça diferença para a equipe tricolor. Contando as pugnas dos últimos três anos - o título da segundona de 2010 e as duas campanhas na Série A3 - o CATS levou apenas 1463 torcedores (!) nas 35 partidas realizadas com seu mando de campo. A média de 41 torcedores por peleja (!) com certeza é uma das mais baixas do estado. 

Seguindo com essa pequena "tradição", apenas 26 testemunhas pagaram ingresso para acompanhar o confronto contra o Cotia. O Cão Pastor vinha de dois jogos sem vitória e sem nenhum gol marcado. Era a hora da reabilitação. 


CA Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Cotia FC - Cotia/SP. Foto: Fernando Martinez. 


Trio da partida com o árbitro Luciano Monteiro dos Santos e os assistentes Vitor Carmona Metestaine e Ricardo Pavanelli Lanutto. Na imagem o capitão do Cotia, e o veterano goleiro Sérgio, capitão do CATS. Foto: Fernando Martinez. 

E na fria tarde guarulhense, vi, junto com os amigos Ricardo Espina e Sérgio Oliveira, um jogo bom e bastante disputado. O equilíbrio foi a tônica da peleja e as duas equipes criaram muitos lances de perigo. 


Ataque do CATS pelo alto. Foto: Fernando Martinez. 

Após uma série de oportunidades desperdiçadas, o Taboão da Serra abriu o marcador aos 40 minutos. Juliano completou de cabeça para o fundo das redes e deixou o time "local" em vantagem. Logo após do gol porém, o CATS teve um jogador de defesa expulso. 


Mais uma bola alçada na área, agora no setor ofensivo do Cotia. Foto: Fernando Martinez. 


Comemoração pelo gol de Juliano. Foto: Fernando Martinez. 

Essa foi a terceira expulsão de atleta taboanense em três jogos disputados, com certeza uma situação que atrapalha bastante o conjunto durante as pelejas e que precisa ser melhorada urgentemente. Para o tempo final, imaginávamos que o Cotia fosse se lançar pra cima do Cão Pastor em busca do empate. 


Escanteio para o Cotia no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez. 

E foi exatamente isso que aconteceu. O ataque do onze visitante mostrou bastante disposição, mas infelizmente para sua torcida pecou no último toque. Para deixar o jogo ainda melhor, o CATS tinha o contra-ataque à sua disposição. Em brechas monstro da defesa cotiana, o Taboão perdeu oportunidades que nem o David ou o seu Natal perderiam. 


Outro chuveirinho na área do time "local". Foto: Fernando Martinez. 

E mesmo após um segundo tempo muito bom, o placar final foi de Taboão da Serra 1-0 Cotia. A vitória fez o CATS subir para a terceira colocação do Grupo 5 com quatro pontos ganhos. O líder isolado e com 100% de aproveitamento é o Osasco FC. Na vice-liderança está o próprio Cotia, com a mesma pontuação e mesmo saldo de gols, mas com mais gols marcados. 

A cobertura seguinte do JP foi novamente no Nicolau Alayon, para outro joguinho do Nacional AC pela segundona. 

Até lá! 

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário