Procure no JP

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Atlético Sorocaba derrota Audax fora de casa e avança na Série A2

Olá,

No último sábado, teve início a terceira rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Série A2, fase decisiva que apontará os quatro novos integrantes da elite do futebol paulista em 2.013. A partida selecionada para ser acompanhada pelo JP, foi Audax E.C. x C.A. Sorocaba, cujo palco foi o tradicional Estádio Nicolau Alayon, localizado no bairro da Água Branca em São Paulo.

Antes de começar a terceira rodada, o time paulistano estava posicionado na vice-liderança do Grupo 2 com 4 pontos, enquanto o time sorocabano, com 3 pontos, vinha na 3ª posição. Portanto, o time vencedor desse confronto, daria um grande passo em busca do acesso e, por conta disso, havia uma grande expectativa com relação ao desempenho das duas equipes. A partida prometia.

Cheguei ao estádio bem antes do horário do início da partida e fiz o credenciamento para ingressar no gramado rapidamente e lá fiquei aguardando a entrada dos participantes do espetáculo, que mais uma vez, posaram com exclusividade para as lentes do JP. As fotos oficiais, estão apresentadas abaixo:


Audax E.C. - São Paulo/SP. Foto: Orlando Lacanna.


C.A. Sorocaba - Sorocaba/SP. Foto: Orlando Lacanna.


Quarteto de arbitragem formado por Thiago Duarte Peixoto, seus assistentes Fábio Luiz Freire e Maria Eliza Correia Barbosa, além do 4º árbitro Luiz Carlos Ramos Jr., ao lado dos capitães Paulo César (Audax) e Fábio Gomes (Atlético). Foto: Orlando Lacanna.

Confirmando as expectativas, a partida começou num ritmo disputadíssimo,com as duas equipes mostrando muita movimentação e empenho, tornado o jogo super equilibrado. Os dois ataques exigiam atenção redobrada das defesas.


Zagueiro sorocabano impedindo ação ofensiva do Audax no início da partida. Foto: Orlando Lacanna.


Atacante do time paulistano escapando da marcação com o árbitro em cima do lance. Foto: Orlando Lacanna.

As maiores emoções começaram logo aos 18 minutos, quando o experiente camisa 10 Paulo César, cobrou com maestria uma falta da entrada da área, colocando a bola no fundo da meta sorocabana, inaugurando o placar a favor do time azul. A cobrança foi tão perfeita, que o goleiro Felipe Alves nem se mexeu e ficou assistindo a bola estufar a rede.


Paulo César preparando-se para cobrança de falta. Foto: Orlando Lacanna.


Agora a bola morrendo no fundo da rede do Atlético. Foto: Orlando Lacanna.

O Atlético assimilou o gol e foi pra cima, só não chegando ao empate, aos 21 minutos, por conta de uma grande defesa do goleiro Rafael Costa, que desviou uma bola que entraria no ângulo superior direito, após uma cabeçada venenosa do camisa 9 Marcus Vinicius.

Dois minutos após, a defesa paulistana bateu cabeça, com o zagueiro Héverton se atrapalhando com o goleiro Rafael Costa e permitiu que o esperto camisa 10 Luan, se aproveitasse da bobeada e empatasse a partida. Esse gol mexeu com o emocional do Audax, tanto que, aos 29 minutos, o "Galo Sorocabano", virou o placar, através do camisa 7 Helton Luiz, cobrando pênalti.


Gol da virada do Atlético anotado por Helton Luiz cobrando pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

O jogo transcorria com uma emoção atrás da outra, empolgando as duas torcidas, que não paravam de incentivar suas equipes, pois sentiam que a qualquer momento o placar poderia ser alterado. Aos 31 minutos, o goleiro Felipe Alves evitou o gol de empate, ao praticar excelente defesa, desviando para escanteio, um arremate cruzado à queima-roupa de Rafael. Na cobrança, o camisa 4 Héverton se redimiu da falha no primeiro gol sorocabano e mandou, de cabeça, a bola para o fundo da meta dos visitantes, decretando novo empate. O gol foi anotado aos 32 minutos, numa bola que parecia defensável, mas acabou entrando.

Os últimos 10 minutos foram de rigoroso equilíbrio, porém o Audax quase desvira o placar, aos 37 minutos, através de Rafael, porém a conclusão tirou tinta do poste esquerdo. Dessa forma, o excelente primeiro tempo foi encerrado com o empate de 2 x 2, ficando para os últimos 45 minutos, a definição de quem levaria os três pontos.

O segundo tempo começou e, logo aos 12 minutos, a primeira boa chance foi criada e foi do Audax, novamente através de Rafael, mas a bola subiu muito e a chance foi embora. Um minuto após, outro pênalti foi cometido pela zaga paulistana, possibilitando ao Atlético pular à frente no marcador novamente, com outra cobrança perfeita de Helton Luiz.


Terceiro gol do Atlético em cobrança de outro pênalti. Foto: Orlando Lacanna.

A partir do terceiro gol atleticano, o Audax foi com tudo para tentar igualar a contagem e esteve perto de conseguir, aos 22 minutos, quando o camisa 15 Fabiano golpeou de cabeça, porém a bola tocou no poste direito e voltou para as mãos do goleiro visitante. Aos 25 minutos, o árbitro marcou o terceiro pênalti na partida, agora a favor do Audax, sendo que nesse lance, o camisa 8 João Paulo, do Atlético, recebeu o cartão vermelho direto. Bola na marca da cal e o experiente Paulo Cesar se apresentou para cobrar e, para sua infelicidade, mandou a bola contra o travessão, desperdiçando a maior chance de deixar tudo igual outra vez.

Depois da perda do pênalti, a partida ganhou em dramaticidade, uma vez que o Audax, com um homem a mais, foi fundo nas jogadas ofensivas, passando a ter o comando das ações, mas foi o Atlético que quase aumentou a contagem, aos 31 minutos, numa cabeçada de Marco Aurélio, porém o goleiro Rafael Costa salvou a lavoura, mandando a bola para escanteio.


Uma das diversas bolas alçadas na área sorocabana na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

À medida que o tempo ia passando, o Audax acelerava ainda mais o ritmo ofensivo, mas esbarrava nos erros de passe e também não conseguia calibrar as conclusões. O time de Sorocaba estava bem postado na defesa e, ao recuperar a posse de bola, saía em contra-ataques, criando alguns momentos de perigo à defesa paulistana.


Jogada ofensiva do Atlético na segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.

A ótima partida foi encerrada com o marcador estampando Audax 2 - 3 Atlético Sorocaba, resultado que combinado o placar da partida noturna (Ferroviária 0 - 2 União Barbarense), realizada em Araraquara, deixou o time paulistano na 3ª colocação com os mesmos 4 pontos, enquanto o time de Sorocaba ganhou uma posição, estando agora na vice-liderança do grupo com 6 pontos. Se essa fase tivesse terminado, estariam promovidos o União Barbarense (em 1º lugar com 7 pontos) e o próprio Atlético, mas como ainda há um turno completo, com as 4 equipes ainda jogando mais três vezes, a definição ficará para mais tarde, sendo que até a Ferroviária que não pontuou, ainda pode chegar.

Fim de espetáculo com rápido retorno ao aconchego do lar, porém antes dando aquela parada estratégica na Esfiha Juventus para um jantar árabe em meio de dezenas de juventinos, que tinham deixado a Rua Javari, aonde assistiram o empate em 1 x 1 com o Grêmio Osasco. No domingo iria sair da cama bem cedo, pois a estrada me esperava para mais uma viagem, mas isso fica pra depois.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário