Procure no JP

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Pelo segundo ano seguido, o Paulista elimina o Vasco da Gama na Copa São Paulo

Opa,

Nesse final-de-semana tivemos a disputa da segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2011. No sábado fui para São Bernardo do Campo, aonde Vasco da Gama e Paulista de Jundiaí disputariam uma vaga nas Oitavas-de-final da competição no Baetão, palco clássico do futebol da cidade do ABC paulista.


Dessa vez não temos as fotos posadas, mas pelo menos temos os times perfilados para o Hino Nacional Brasileiro. Foto: Fernando Martinez.

O duelo reuniu dois campeões da Copinha: O time carioca foi vencedor da competição em 1992, e o onze jundiaiense ficou com o caneco em 1997. Além disso, os times já haviam se enfrentado por duas vezes na história do torneio. Nas duas ocasiões o Paulista foi vencedor, a primeira por 2x0 em 14 de janeiro de 1986 e a segunda no ano passado, quando os paulistas eliminaram os cariocas nas oitavas com uma vitória por 3x1 no dia 12 de janeiro.

Voltando ao presente, a equipe alvi-negra foi a primeira colocada do Grupo E, que também contou com América/RN, Linense e Grêmio Osasco. Já o Galo da Japi foi líder jogando no próprio Baetão, em grupo que também contava com Juventude, São Bernardo FC e Funorte. A campanha de 100% do Vasco deixava a equipe como eventual favorita para a classificação.


Jogadores do Paulista e do Vasco em ação no gramado sintético do Baetão. Foto: Fernando Martinez.

O calor era forte e consegui um espaço nas cabines de imprensa para poder acompanhar a partida sem percalços. E foi um jogo muito bem disputado, com um ritmo muito interessante, mesmo com o horário ingrato marcado para a peleja. As duas equipes se revezavam nas principais chances de gol.


Falta para o Vasco da Gama no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

Tamanho equilíbrio não impediu que os paulistas saíssem na frente do marcador. A equipe marcou o primeiro gol aos 32 minutos, num grande chute colocado de fora da área do jogador Luís Rato. O Vasco da Gama sentiu o gol, e não conseguiu mais chegar durante todo o tempo inicial, assim a partida foi com a vantagem mínima do Galo para o intervalo.


Zaga do Paulista trabalhou muito durante o segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Para a segunda etapa a promessa era que o time da Colina viria pra cima do Paulista. E não deu outra, pois a equipe carioca melhorou bastante e passou a maior parte do tempo no campo de defesa dos jundiaienses. Ao Paulista, poucas oportunidades em contra-ataques.


Início de ataque do Vasco pela direita. Foto: Fernando Martinez.

Porém o Vasco da Gama não tinha sucesso nas finalizações. No melhor esquema "tudo estava indo tão bem"... a equipe criava e trocava passes até chegar na área, mas o últime toque era ruim. De tanto insistir, o alvi-negro chegou ao empate aos 32 minutos, com um belo cruzamento da esquerda e conclusão de Rodrigo Dinamite, o filho do maior jogador da história do clube e atual presidente da agremiação de São Januário, Roberto Dinamite.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Com o gol a partida voltou a ficar equilibrada e parecia que somente seria resolvida na disputa de pênaltis. Mas aos 44 minutos o Paulista conseguiu encaixar um contra-ataque perfeito com o jogador Mike. Ele entrou na área pela direita, driblou o zagueiro e tocou com classe para colocar a bola no canto direito do goleiro e classificar o time do interior do estado.


Belíssima oportunidade do Paulista pelo alto desperdiçada. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Vasco da Gama 1-2 Paulista. Pelo segundo ano seguido o onze do estado de São Paulo elimina os cariocas e agora irá enfrentar o Pão de Açúcar, que eliminou o Figueirense da competição. Independente de qualquer resultado, foi uma ótima partida de futebol.

Voltei para casa para uma rodada dupla fantástica da NFL, e no domingo acompanhei o segundo e último jogo do final-de-semana.

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário