Procure no JP

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Flamengo-SP é surpreendido pelo Jaguaré na Copinha!

Olá pessoal,

Começando mais um ano de história aqui no JOGOS PERDIDOS, na última quarta-feira fui até a cidade de Guarulhos, mais precisamente no Estádio Antônio Soares de Oliveira, acompanhar a primeira partida válida pelo Grupo V da 42ª Copa São Paulo de Futebol Junior, que envolvia a equipe local da AA Flamengo e a A Jaguaré EC do Espírito Santo. Vale ressaltar que inicialmente o jogo aconteceria com portões fechados devido a falta de laudo de segurança da Polícia Militar, mas esse problema foi sanado na véspera do confronto, o que permitiu que eu acompanhasse esta partida.


Detalhe das equipes perfiladas para o hino nacional. Foto: Victor Minhoto.

Um bom público se fazia presente no local com a expectativa de uma boa estréia da equipe rubro-negra, já que o adversário capixaba não tem muita tradição. Como eu também imaginava que o Flamengo dominaria as ações fui até o gol defendido pelo arqueiro visitante para acompanhar a partida.


Momento em que a partida é iniciada. Foto: Victor Minhoto.

No começo bem que eu acertei o posicionamento para as fotos, tanto que os locais partiram para cima dos visitantes e pressionaram em busca do gol. Entretanto, esse domínio foi enganoso, pois o ataque rubro-negro sempre falhava no momento da conclusão ou então buscava os tradionais e ineficientes "chuveirinhos" na área adversária. Essa situação durou cerca de quinze minutos, sendo que a partir deste momento o Jaguaré percebeu que a situação não era tão ruim para seu quadro e passou a se soltar mais em campo, equilibrando as ações.

Com isso os capixabas passaram a chegar mais na meta advesária, sendo que aos 28 minutos ganharam um escanteio pela esquerda do seu ataque. Na cobrança o camisa 23 Tiago subiu mais alto que toda a zaga paulista e acertou uma cabeçada certeira impedindo qualquer reação do goleiro Nedson e abrindo o placar em favor do Jaguaré.


O arqueiro capixaba Santos faz excelente defesa em uma das poucas chances de gol criadas pelo Flamengo. Foto: Victor Minhoto.

Logo após o gol a equipe rubro-negra tentou buscar o empate e ainda chegou a criar algumas chances de gol, mas novamente esbarrava na péssima pontaria de seu ataque. Mas esse momento durou pouco e novamente o Jaguaré equilibrou as ações, só que agora se resumia a tocar a bola e administrar a vitória parcial, situação que foi enervando a torcida local. Com isso o jogo se arrastou até o intervalo sem maiores emoções.

O segundo tempo começou da mesma forma como o primeiro, ou seja, os locais não tinham força sequer para chegar com perigo na meta adversária, o que foi causando mais irritação na torcida e também nos próprios atletas do Flamengo. Tanto que aos 15 minutos, após perder a bola na linha de fundo e conceder tiro de meta para o Jaguaré, o camisa 20 Apolonho (isso mesmo!) da equipe paulista, sem nenhum motivo desferiu uma peitada que veio a derrubar a atleta adversário.

O resultado é que o jogador rubro-negro foi corretamente expulso de campo deixando o quadro paulista com um atleta a menos. É bom ressaltar que neste lance a torcida presente no estádio concordou com a marcação do árbitro e passou a vaiar o jogador do próprio time que cometeu esse ato infantil.


Ainda no primeiro tempo bola é alçada na área capixaba mas não tem efeito prático. Foto: Victor Minhoto.

A partida seguiu com vários erros de passes, com muitos lançamentos equivocados e com atletas até mesmo com dificuldade de dominar a bola, e olha que os estado do gramado não era ruim não. Com o passar do tempo muitos jogadores dos dois lados caíam em campo com cãibras e pedindo atendimento médico, o que era perfeitamente explicável pelo forte calor que fazia no local e pelo horário da partida, duas horas da tarde no horário de verão, o que significa na verdade uma hora da tarde no horário normal. O que é de se estranhar é que o árbitro não concedeu a parada para reidratação dos atletas, o que no meu entender seria necessário.


Já no final da partida o Jaguaré desperdiça a chance de marcar o segundo gol. Foto: Victor Minhoto.

A partida seguiu para o seu final com mais algumas chances desperdiçadas pelos capixabas, já que os locais estavam entregues em campo. Desta feita o jogo acabou mesmo em Flamengo 0x1 Jaguaré, o que causou muita revolta e críticas por parte da torcida local. Com isso a chance de classificação do Flamengo para a próxima fase passa a ser remota, já que ainda enfrenta as equipes do Vitória-BA e do Grêmio Prudente, que são em tese mais fortes.

Até a próxima,

Victor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário