Procure no JP

sábado, 23 de outubro de 2010

Nacional fora da Série A3 de 2011

Fala, pessoal!

Chegou a hora da onça beber d'água no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Na quarta-feira passada fui para o Estádio Nicolau Alayon acompanhar o jogo entre o Nacional e a Internacional de Limeira, partida que poderia definir o acesso da equipe interiorana no Grupo 17 da competição.

Para essa decisão, além do David e do seu Natal por parte do JP, muitos amigos de longa data se fizeram presentes, todos lamentando a última partida do ano no estádio ferroviário. Bom, sem mais delongas, seguem as fotos oficiais da peleja:


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Internacional - Limeira/SP. Foto: Fernando Martinez.


O árbitro Luiz Flavio de Oliveira, os assistentes Sérvio Antonio Bucioli e Osny Antonio Silveira e o quarto árbitro Alysson Fernandes Matias posam junto com os capitães dos times. Foto: Fernando Martinez.

Para o onze paulistano, a vitória era a única saída para que o ano de 2010 não terminasse já na quarta-feira. Já a Inter dependia de um triunfo e de que a Santacruzense não vencesse seu jogo contra o Velo Clube para comemorar o acesso antecipado para a Série A3 de 2011. Ingredientes perfeitos para que tivéssemos uma grande partida na capital paulista.


Bola alçada dentro da área da Inter no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Disputa de bola pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Mas não foi bem isso que vimos no histórico gramado do Nicolau Alayon. A Inter se preocupou mais em se defender, enquanto o Nacional tinha mais posse de bola, mas não conseguia armar um bom ataque. Passei a primeira etapa toda conversando com os amigos sobre as últimas notícias futebolísticas (ou não). O intervalo chegou com o placar em branco.


Chegada do Nacional pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.


Lateral do time ferroviário iniciando mais um ataque. Foto: Fernando Martinez.

Esperávamos um Nacional vindo com tudo para o tempo final, já que o empate eliminava a equipe e deixaria o time da Barra Funda para sofrer mais uma vez na árdua estrada da Segundona no ano que vem. Mas o dia não era mesmo dos seus atacantes. Em nenhum momento vimos falta de vontade, mas se o Naça estivesse jogando até agora, o gol não sairia.


Toque de letra do camisa 11 do Nacional em lance do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Aonde está a bola? Os jogadores não se entendenderam durante a maior parte da partida. Foto: Fernando Martinez.

A Inter estava jogando na boa, esperando uma chance para que pudesse armar um bom contra-ataque. E quando achávamos que a partida se encaminhava para um 0x0 bem murcho, o Leão da Paulista abriu o marcador. Num ataque pela esquerda, o jogador William chutou da entrada da área e o goleiro nacionalino fez a defesa. Mas o rebote foi para os pés do mesmo William, que deu um toque de classe e encobriu o arqueiro local, fazendo a festa da torcida limeirense presente na Comendador Souza.


Bola estufando as redes do Nacional no lance do gol da Internacional. Foto: Fernando Martinez.

Nos minutos finais o Naça tentou sem sucesso o empate, mas ao apito final a vitória foi mesmo da equipe visitante. Final de jogo: Nacional 0-1 Inter Limeira. As notícias que chegavam de Santa Cruz do Rio Pardo diziam que a partida estava empatada, e isso daria o acesso antecipado para o time alvi-negro. A comemoração foi enorme dentro e fora de campo, mas no meio da festa alguém avisou que a Santacruzense tinha virado a partida nos acréscimos. Foi um enorme 'fail' na festa da Inter e um banho de água fria que deixou o pessoal desnorteado.


Festa da Inter pelo acesso... que não veio na tarde de quarta-feira. Foto: Fernando Martinez.


Entrevistas com o técnico Claudemir Peixoto e com o herói da partida, William, antes de todos saberem que a Santacruzense tinha estragado a festa, pelo menos por enquanto. Fotos: Fernando Martinez.

Mesmo assim acredito que a Internacional consiga o acesso para a Série A3, já que mesmo perdendo por um gol de diferença no próximo domingo ainda será uma das duas classificadas do Grupo 17. Mas com a abertura da quinta vaga de acesso - em virtude da desistência do Votoraty na Série A2 - acho que o time já subiu.

Falando agora do saldo nacionalino nesse ano de 2010, temos prós e contras. A parceria com o Corinthians foi algo que deveria ter sido feito, pois o Naça não suportaria os difíceis desafios da Segundona sem a ajuda de algum parceiro. Mas ao mesmo tempo é complicado você fazer um trabalho decente se o seu "parceiro" a todo momento tira os melhores jogadores do time. Inúmeros atletas voltaram para o alvi-negro no meio da competição, impedindo que um bom conjunto fosse formado. Os times que irão subir tem os mesmos atletas desde o começo do campeonato, diferente do que rolou com o Nacional. Fora que alguns atletas visivelmente estavam incomodados com o fato de jogar a Segundona Paulista, fazendo corpo-mole em mais de uma partida que eu acompanhei.

Fica agora a torcida que a equipe paulistana consiga alguma boa parceria para o ano de 2011, caso contrário a situação ficará bastante complicada. tenho medo que o time pare de disputar competições profissionais, pois a situação pelas bandas do time ferroviário não é das melhores faz tempo. Não podemos perder a fé e torcemos sempre para que o Nacional possa voltar logo a ocupar um lugar nas divisões maiores do estado de São Paulo.

Bom, depois de acompanhar a festa pelo quase-acesso da Inter, fui para o centro de São Paulo com os amigos David e Rodrigo Colucci. Lá fizemos uma boquinha com um delicioso sanduíche de mortadela e ainda andamos um pouco pelas ruas mal cuidadas da região.

Logo mais tem mais!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário