Procure no JP

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

São Vicente só empata na largada da terceira fase da Segundona

Olá,

Depois de ter acompanhado a partida Taboão da Serra x Olé Brasil, realizada no último sábado pela manhã, no domingo bem cedo desci a Serra do Mar em direção à cidade de São Vicente, mais precisamente ao Estádio Mansueto Pierotti, com o objetivo de ver de perto tudo o que rolou na partida São Vicente A.C. x A.A. Internacional de Bebedouro, válida pela rodada inaugural da terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, no seu Grupo 14.

Fiz uma viagem tranquila, embora debaixo de uma chuvinha que começou logo no início da descida da serra. Por conta de uma feira-livre próxima ao estádio, que me obrigou a fazer um caminho alternativo, cheguei meio em cima da hora, mas, mesmo assim, foi possível garantir as tradicionais fotos dos times e dos integrantes da arbitragem de maneira exclusiva, as quais apresento abaixo:


São Vicente A.C. - São Vicente/SP. Foto: Orlando Lacanna.


A.A. Internacional - Bebedouro/SP. Foto: Orlando Lacanna.


O árbitro Welton Orlando Wohnrath, os assistentes Fábio Luiz Freire e Reinaldo Rodrigues dos Santos e o quarto árbitro Eduardo Barbosa Mascena posam junto com os capitães dos times. Foto: Orlando Lacanna. 

Quando cheguei ao estádio, observei que as condições do gramado não eram das melhores, sendo possível prever as dificuldades que os dois times iriam enfrentar na tentativa de articulação das jogadas. Além disso, as dimensões reduzidas do campo de jogo iriam contribuir para um jogo truncado, com pouco espaço para domínio da bola e com muito contato fisíco entre os atletas.

Com a bola em movimento, em poucos minutos tudo que era previsto acabou acontecendo, confirmando as dificuldades que os atletas iriam enfrentar. Nesse contexto, dificilmente alguma jogada mais trabalhada iria acontecer e tudo indicava que as chances de gol seriam criadas em lances de bola parada. Não deu outra, pois aos 4 minutos, o São Vicente inaugurou o marcador através de um gol anotado pelo zagueiro Marquinhos, aproveitando uma sobra de bola após cobrança de falta rebatida pelo goleiro Fabrício.


Lance que originou o gol do São Vicente no início da partida. Foto: Orlando Lacanna. 

Ao longo da primeira etapa, a tônica da partida foi a luta intensa pela posse da bola, com os atletas de ambos os lados sofrendo uma marcação muito forte. Mesmo com todas as dificuldades, a Inter chegou à igualdade aos 36 minutos, em outro gol que teve origem em lance de bola parada. O camisa 11 Naldinho cobrou escanteio fechado pelo lado direito e o goleiro Reinaldo na tentativa de socar a bola, o fez com defeito e a mandou para o fundo da sua meta, me parecendo um autêntico gol contra, porém o árbitro decidiu atribuir a autoria do gol ao atacante da Inter.


Briga intensa pela posse da bola junto o círculo central. Foto: Orlando Lacanna.


Momento exato em que a bola estava se encaminhando para o fundo do gol vicentino no empate da Inter. Foto: Orlando Lacanna. 

Nos últimos dez minutos, o São Vicente foi mais incisivo no ataque, tendo criado um bom momento aos 41 minutos, através de um arremate de Matheus que passou por cima do travessão, levando perigo à meta defendida pelo goleiro Fabrício. Mais alguns minutos e a primeira etapa foi encerrada empatada (1 x 1), com os dois gols nascendo de jogadas de bola parada em que os dois goleiros foram infelizes. 

No segundo tempo a partida aparesentou uma melhora, com as duas equipes se superando e criando algumas jogadas mais perigosas, sendo que até o vigésimo quinto minuto, o São Vicente foi melhor e esteve próximo de chegar ao seu segundo gol em jogadas criadas pelo lado esquerdo do seu ataque. Vale destacar os lances que aconteceram aos 15 e 25 minutos que tiveram as participações de Tico e Thiaguinho.


Chance perdida pelo São Vicente no início da segunda etapa. Foto: Orlando Lacanna.


Outra boa chance desperdiçada pelo São Vicente durante o segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna. 

Após o trigésimo minuto, foi a vez da Internacional criar lances que poderiam ter resultado em gol, como aconteceu aos 30 e 34 minutos em arremates do centroavante Anderson que levaram muito perigo ao goleiro vicentino.


Agora uma chance desperdiçada pela Internacional no segundo tempo. Foto: Orlando Lacanna.

Nos derradeiros cinco minutos, o time de Bebedouro carimbou a trave do São Vicente em duas oportunidades, aos 44 e 46 minutos, em conclusões de Dudu e Anderson, sendo que na primeira jogada a bola explidiu contra o travessão e o segundo arremate foi de encontro ao poste direito. 


Atacante do São Vicente cercado pela zaga da Inter no interior da área. Foto: Orlando Lacanna.

Partida encerrada com o placar apontando São Vicente 1 - 1 Internacional, resultado considerado melhor para o time do interior por ter conseguido um pontinho fora de casa, num jogo que acabou agradando por conta do segundo tempo, no qual, os dois times apresentaram grande disposição e superação. Para o time vicentino, o empate não foi lá essas coisas, porém ainda há muito tempo para recuperação. Nesse grupo (14), o líder é o Velo Clube de Rio Claro que conseguiu um espetacular resultado, vencendo fora de casa o Primavera de Indaituba por 5 a 3.

Após o apito final do árbitro, iniciei o retorno para São Paulo, ainda debaixo de chuva, visando curtir o resto do domingão descansando e acompanhando o Brasileirão pela telinha. Foi isso.

Abraços,

Orlando

Nenhum comentário:

Postar um comentário