Procure no JP

segunda-feira, 18 de dezembro de 2006

A História pré-JP, volume 25: Campo neutro no Morumbi para Galo x Tigre em 2004

Opa,

Ano acabando, e a entressafra de jogos é uma das coisas mais chatas do ano. Esse foi o primeiro final-de-semana desde o início do JOGOS PERDIDOS em que não estivemos em NENHUMA partida. Se tivéssemos uma divulgação decente talvez pudéssemos mostrar alguns dos amistosos que rolaram (certamente) nesse sábado e domingo. Mas como estamos no Brasil, temos que descobrir por nossas próprias forças o que rola.

Vamos então com as fantásticas histórias "pré-JP". Aliás, falei acima sobre o início do JP. O blog, como a maioria sabe, foi "inaugurado" no dia 1º de novembro de 2004, uma segunda-feira. Na estréia acabamos nem falando direito sobre os geniais jogos que assistismos naquele final-de-semana, de 30 e 31 de outubro. Posto hoje aqui o primeiro deles, que aconteceu pelo Campeonato Brasileiro no dia 30 de outubro, um sábado à noite, e reuniu no Morumbi, os times do Atlético/MG e do Criciúma.


Lance do jogo em campo neutro Atlético/MG e Criciúma, dia 30 de outubro de 2004, no maior esquema "embalos de sábado à noite" no Morumbi. Foto: Fernando Martinez.

Esse foi um Brasileiro que tinha uma das idéias mais fantásticas já realizadas: times que perdessem os mandos, jogariam 150 quilômetros longe da sua sede (se estiver errado, alguém me corrija, por favor). Isso fez com que tivéssemos jogos incríveis em locais inusitados. Nessa rodada, por exemplo, tivemos também um Atlético/PR x Inter/RS em Goiânia. Fantástico!

A perda de mando trouxe o jogo do Atlético para o Morumbi. Foi um dos jogos mais perdidos que já vimos. O pior é que foi algo que não veremos mais se repetir, pelo menos por enquanto. A CBF criou a imbecilidade de fazer aqueles irritantes jogos com portões fechados. Essa idéia não penaliza apenas o mandante, e sim o torcedor e o time adversário também. Espero ansiosamente chegar o dia em que essa resolução seja abolida do mapa e que possamos ter novamente os jogos em campo neutro.


Escanteio para o Galo, no jogo contra o Criciúma, pelo Brasileirão 2004. Foto: Fernando Martinez.

Bom, falando do jogo, eu, o Jurandyr e o Mìlton fomos privilegiados em assistir essa partida. O jogo reunia dois times ameaçadíssimos com o rebaixamento e flertando com a Série B em 2005. Lutando desesperadamente contra isso, o Galo abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo, com o jogador Zé Antônio. O Criciúma era presa fácil para o alvinegro, mas com o tempo equilibrou as ações e levou muito perigo à meta atleticana.


Visão geral de um Morumbi vazio para um jogo em campo neutro. Alegria que a CBF nos tirou. Foto: Fernando Martinez.

Com o jogo equilibrado, o Criciúma aprontou pra cima do Galo. O então ex-jogador do Juventus, Marcos Denner marcou dois, aos 13 do primeiro e aos 19 do segundo tempo e virou o placar para o time de Santa Catarina. Os poucos torcedores do Galo presentes passaram a acreditar no pior, mas logo depois, aos 24 minutos, o mesmo Zé Antônio empatou de novo a partida, e ela seguiu assim até o final.


Lance no meio-de-campo do jogo entre o Galo e o Tigre. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Atlético/MG 2-2 Criciúma. No final daquele campeonato o Galo se salvou do rebaixamento mas o Criciúma não. O time catarinense ainda seria rebaixado à Série C no ano seguinte. O Atlético também seria rebaixado em 2005, mas essa história todos conhecem.

Fica aqui a lembrança: que saudade desses jogos em campo neutro!!!!!

Até a próxima

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário