Procure no JP

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Amistoso genial em Suzano: ECUS x Vitória/ES

Opa,

Finalizando os jogos desse final-de-semana aqui no JOGOS PERDIDOS, só poderíamos postar algo mais legal do que duas finais de campeonato juntas. É, mesmo sendo difícil superar isso, o blog acompanhou um jogo nessa tarde de domingo que nos remete à tempos gloriosos do passado em que não existiam os ridículos e grotescos "jogos-treino" e vivíamos repletos de amistosos entre os times por aí.

O jogo desse domingo foi um fantástico e nostálgico amistoso interestadual entre os times do ECUS e do Vitória/ES. Ambos os times estão se preparando para a Copa SP de Juniores 2007. E ao invés dos times jogarem com os uniformes de treino em algum CT perdido por aí, eles abriram as portas do Estádio Francisco M Figueira para o público, colocaram seus uniformes oficiais e jogaram algo sério. Eu, o Jurandyr, o Mílton e o David fomos conferir.


Escudinhos do ECUS e do Vitória/ES, direto dos uniformes das equipes. Fotos: Fernando Martinez.

Esse é uma bandeira que o JOGOS PERDIDOS levanta. Porquê termos esses "jogos-treino" se podemos ter amistosos oficiais? Qual é o motivo de isso ter sido extinto do nosso futebol? Não entendemos, ainda mais se vermos páginas esportivas nos jornais dos anos 70. Cheguei a ver a marca de mais de 80 (!) jogos amistosos num único domingo no estado de São Paulo. Quem sabe isso um dia volta parecido? Só sabemos que o dia que isso voltar, todos nós do JP ficaremos muito mais felizes. Bom, falando do fantástico jogo, seguem agora as EXCLUSIVAS fotos dos times posados e do trio de arbitragem


ECUS (sub-20) - Suzano/SP. Foto: Fernando Martinez.


Vitória FC (sub-20) - Vitória/ES. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem da liga local, com o árbitro Manoel Gouveia, os auxiliares João Aparecido de Carvalho e Robevaldo José da Silva, com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

Devidamente instalado dentro do campo, pude acompanhar uma belíssima partida de futebol. O Vitória, que tem no banco de reservas nada menos do que o ex-goleiro Waldir Peres como técnico, começou melhor e dominando as ações. Mas quem acabou marcando primeiro foi o time do ECUS. Aos 15 minutos, num belíssimo chute da intermediária, o camisa 4 Lopes fez 1 a 0 para os donos da casa.


Ataque do perigoso Vitória no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

Mas o Vitória não se abateu com o gol e continuou dominando as ações do jogo. Mesmo sem chegar efetivamente ao gol adversário, o onze capixaba criou boas jogadas com participação geral do ataque. Mesmo sem a marcação do gol no primeiro tempo, o time do Vitória deixou boa impressão no bom público presente do estádio. Ah, e detalhe que os capitães dos times combinaram com o árbitro que o jogo teria 40 minutos. Só esqueceram de avisar o banco do Vitória que, indignado, quis saber quem tinha autorizado aquilo. Com certeza foram 40 minutos só por causa do horroroso calor.


Escanteio para os capixabas, que até então estavam em desvantagem no placar. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo devo ter tomado mais ou menos uns 5 litros de água e também aproveitei para trocar uma idéia com o amigo dos tempos de Bauru, Ricardo Café. Repórter da TV Globo local, sempre nos proporciona momentos engraçados. Abraços aí, Café! Bom, e já nas tribunas do estádio, acompanhei o segundo tempo com o resto do time do JP presente por lá.

No segundo tempo o Vitória continuou melhor, e parecia que a história do primeiro tempo seria diferente. E foi, já que logo aos 15 minutos, o time chegou ao empate. Depois de falta dentro da área, de pênalti o lateral Ruan empatou o jogo, de forma merecida.


O Vitória empatava a partida aos 15 do segundo tempo, em cobrança de pênalti. Foto: Fernando Martinez.

Mesmo com o gol o Vitória não desanimou e criou mais chances. Mas o time deixava os contra-ataques abertos para o ECUS, que passou a levar também certo perigo ao gol azul. Com chances criadas para os dois lados, o jogo tomou uma proporção interessante, animando a todos por lá.


Depois do empate, o Vitória continuou pressionando, buscando a virada. Foto: Fernando Martinez.

O jogo foi correndo bem, e aos 30 minutos aconteceu o lance crucial da partida. Em ataque do ECUS, o jogador Buiú, do Vitória, atropelou um atacante do ECUS... pênalti para os donos da casa. Na cobrança, o jogador Marquinhos chutou e o goleiro Bernardo fez uma belíssima defesa. O empate persistia, mas o ECUS sentiu bastante essa chance perdida.


O lance crucial do jogo: o ECUS perdia, de pênalti, a chance de fazer 2 a 1 e praticamente garantir a vitória. Foto: Fernando Martinez.

Sentindo o gol perdido, o ECUS ficou desmotivado, e aos 35 minutos então o Vitória virou o placar. O camisa 5 dos azuis, Lewis, fz uma grande jogada individual - que contou com uma pequena falha da zaga do ECUS - e só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro. Vitória 2 a 1. E sem demonstrar reação, os donos da casa ainda tomaram o terceiro gol, mais uma vez em grande jogada do ataque dos capixabas. Aos 49 minutos, Maciel marcou o dele e fez 3 a 1.

Final de jogo: ECUS 1-3 Vitória/ES. Boa vitória do time capixaba, que mostra estar no caminho certo para a Copinha. Fica o recado para o ECUS, muito treino para que o time possa mostrar algo de bom em janeiro. Depois, mesmo com o insuportável calor, voltamos para casa felizes da vida com o amistoso assistido. Coisa rara no futebol "moderno" de hoje, é algo que faz parte do sonho de consumo do JP. Quem sabe isso não volta de vez algum dia? É a nossa esperança...

Até mais

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário