Procure no JP

quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

MKS Pogon x SE Matonense em Jacareí

Olá, amigos!

Volto a escrever depois de muito tempo, para retratar minha mais recente aventura pelo blog, em minha última folga do trabalho. Desta vez, rumei com o amigo Fernando à bela e simpaticíssima Jacareí, cidade com mais de 200 mil habitantes, distante 88 km da capital, e conhecidíssima por seus biscoitos. Embora não tenhamos saboreado tais iguarias, tivemos a honra de acompanhar um dos jogos mais perdidos do ano.


Vistas gerais da Praça Conde de Frontin e da estação ferroviária, hoje centro cultural. Fotos: Estevan Mazzuia.

O fantástico amistoso internacional entre MKS Pogon, da Polônia, e a Matonense, teve lugar em um sítio afastado do centro (o Sítio Sol da Matta), que nos custou alguns minutos e pedágios a mais para ser encontrado. No local, a equipe polonesa está instalando um centro de treinamento para recrutar jogadores brazucas.


Escudinhos do MKS Pogon e da SE Matonense direto dos uniformes dos clubes. Fotos: Estevan Mazzuia.

Foi uma bela aventura, posso dizer que conheço as vicinais de Jacareí como a palma de minha mão, pois fui e voltei quilômetros por elas até encontrar uma placa que sinalizasse o local. Felizmente, a partida começou com alguns minutos de atraso, tempo suficiente para nos apresentarmos e fazermos as já tradicionais fotos das equipes posadas, e da arbitragem.


MKS Pogon Szczecin - Pogon/POL. Foto: Fernando Martinez.


SE Matonense - Matão/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio... ops... duo?... de arbitragem, composto por Eduardo Vaz Vieira e Djalma Alves da Silva, com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

A ausência de um auxiliar foi compensada pela presença de um árbitro em cada metade do campo, sem auxiliares nas laterais, fato raríssimo em jogos oficiais como este. Desde já, por sinal, agradecemos a atenção da comissão técnica da equipe polonesa que, na pessoa do Sr. Gustavo, tratou de providenciar que as equipes jogassem com seus uniformes oficiais.

A partida foi muito bem disputada, embora sem grandes chances de gol. Durante boa parte do primeiro tempo, a equipe grená manteve a bola em seu campo de ataque, mas sem levar grande perigo ao gol caipira. O meia Bozal, da Matonense, chegou a ser advertido com um cartão amarelo logo aos 12 minutos, fato que contribuiu para conter o ímpeto matonense para barrar o volume de jogo polonês.


A Matonense passou boa parte do primeiro tempo em seu campo de defesa. Foto: Estevan Mazzuia.

Por volta dos 35 minutos da etapa inicial o jogo já apresentava maior equilíbrio, mas as chances reais de gol não apareceram. Ao final do primeiro tempo, Danilo César, do Pogon, entra forte em Wagner, e é advertido com o cartão amarelo, segundo e último do jogo. O intervalo passa rapidinho para nós, que realizamos uma animada disputa por pênaltis, vencida pelo Fernando.


Confusão na área da Matonense já no segundo tempo. Foto: Estevan Mazzuia.


Momento plástico na partida: três jogadores do Pogon e o goleiro da Matonense voando baixo. Foto: Fernando Martinez.

O segundo tempo foi mais uma vez de domínio polonês, e de grande presença de espírito do oportunista e habilidoso Jorge, autor dos dois gols que dariam números finais à partida. Logo no primeiro minuto, abre o placar após um cruzamento pela esquerda, e aos 19 minutos aproveita-se de uma falha infantil da defesa visitante. Daí para o final, a Matonense bem que tentou criar chances de gol, mas sem muita sorte. O Pogon esteve mais perto do terceiro gol, mas o placar estava consumado: MKS Pogon 2 x 0 Matonense.


Quase de dentro do gol a foto retrata mais uma boa chance para o Pogon no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

Após conversarmos com alguns novos amigos, agradecemos a bela recepção, e rumamos para Jacareí, onde pudemos conhecer melhor a cidade, e retratar mais um pouco da história do futebol local, assunto para outros posts.


Dupla dinâmica da vez, sobre linha de trem próxima ao local da partida. Foto: Trilho do trem.

Como uma boa viagem JP que se preze deve ter seus fatos pitorescos, selecionamos entre nossas fotos pelo centro da cidade, uma que fala por si mesma:


Um sensacional barril ambulante, eleito o personagem JP do dia... alguém discorda? Foto: Fernando Souza.

Mais JP, impossível, não? E assim, com o fim do ano bem próximo, conseguimos garimpar mais uma pérola, que completa o círculo de amistosos estaduais (Itapirense x Amparo), nacionais (ECUS x Vitória/ES) e internacionais. Agora só nos resta conquistar a galáxia!!!!!!

Abraços

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário