Procure no JP

terça-feira, 12 de dezembro de 2006

Decisão na II Copa Felício Saad

Opa,

Depois do fantástico post com o histórico amistoso entre Itapirense e Amparo, metade da caravana que seguiu até Itapira (Fernando, Emerson e Seu Natal) seguiu para mais uma viagem histórica aqui do JOGOS PERDIDOS. Nós fomos até a cidade de Bragança Paulista debaixo de uma chuva incrível para a decisão da II Copa Felício Saad. É, aquela Copa em que fomos em 2005 (nos dois jogos semifinais entre Montessionense x Santarritense e Itapirense x Yucarán) continuou esse ano, com a organização do abnegado Nélly, que tira leite de pedra e sempre nos proporciona esses fantásticos torneios pelo nosso interior.


Escudos do Bragantino e da Socorrense, presentes na final da II Copa Felício Saad. Fotos: Fernando Martinez.

A final desse ano reuniu as equipes do CA Bragantino e da genial AA Socorrense. Detalhe que a Socorrense disputou um campeonato apenas no futebol profissional, a 2ª divisão em 1948, e desde então está longe do profissionalismo, mas sempre investindo em divisões de base. Mais um time para a nossa Lista e mais uma esperança de que um dia a equipe possa voltar ao profissionalismo. O jogo rolou no genial Estádio Professor Dedé Muniz, do Legionário EC. O estádio, muito bem conservado, nos deixou com a boca aberta, e quem sabe um dia o LEC também não volta, certo?

E mais uma vez temos as exclusivas e geniais fotos dos times posados:


CA Bragantino (sub-20) - Bragança Paulista/SP. Foto: Fernando Martinez.


AA Socorrense (sub-20) - Socorro/SP. Foto: Fernando Martinez.


Trio de arbitragem com o capitão do Braga e da Socorrense. Foto: Fernando Martinez.

Devidamente instalados dentro do campo do LEC, pudemos ver um belíssimo jogo. Desde o começo, o time da cidade de Socorro foi mais efetivo nos ataques e levou muito perigo ao gol do Braga. Mas o goleiro alvinegro estava numa tarde inspirada, e todas as bolas que chegavam no gol eram defendidas de forma espetacular por ele. Mesmo assim, a Socorrense não diminuía o ímpeto atrás do gol.


Lance no ataque do Bragantino no primeiro tempo de jogo. Falta perigosa marcada! Foto: Fernando Martinez.

Mas por caprichos do futebol, quem chegou primeiro ao gol foi o time do Bragantino. Aos 37 minutos, depois de ótima jogada pela direita, a bola foi cruzada e o jogador Vítor, sozinho, marcou de cabeça. Muita gente por lá reclamou que o goleiro da AAS ficou no meio do caminho, mas o que importa mesmo é que o time alvinegro agora estava na frente, mesmo com a Socorrense melhor em campo. E até o final desse primeiro tempo o panorama não mudou.


Bola na área da Socorrense no primeiro tempo de partida. Foto: Fernando Martinez.

No intervalo fomos conhecer as dependências do estádio do Legionário EC. Gostamos muito em particular da sala de troféus do time, que tem muitas glórias pelos lados de Bragança. Todas as dependências foram registradas pelas nossas câmeras e em breve isso virará um post da série "Uma Volta ao Passado", fiquem ligados!

No segundo tempo o jogo não mudou muito. A Socorrense continuou em cima do Braga para tentar o gol de empate. Mas o ataque esbarrava em chances perdidas e na grande atuação do goleiro bragantino. E mais uma vez, aos 10 minutos, a sorte voltou para o lado do Braga. Numa jogada morta pela direita, o jogador André, acossado por jogadores da Socorrense, simplesmente deu um chutão na bola para se livrar dela, mas não esperava que o goleiro da AAS fosse colaborar e colocar a bola para dentro de suas próprias redes. Isso mesmo, o goleiro da Socorrense deu um azar danado e colocou a bola dentro do seu gol. Bragantino 2 a 0 e a tarefa mais fácil rumo ao título.


Escanteio para a Socorrense no segundo tempo. Pressão absoluta dos visitantes. Foto: Fernando Martinez.


Atleta do Bragantino sofrendo forte marcação da zaga da Socorrense. Foto: Fernando Martinez. [250411]

Com o gol, momentaneamente a Socorrense ficou abalada, mas logo voltou com tudo ao ataque e mais uma vez brilhou a estrela do goleiro alvinegro. Belíssimas e importantes defesas impediram que a Socorrense tivesse melhor sorte no jogo. O Bragantino também, por sua vez, perdeu ótimas chances nos contra-ataques para liqüidar de vez o jogo. Quando o jogo já estava nos acréscimos finalmente a Socorrense conseguiu marcar o gol de honra, através do bom jogador Alisson, aos 48 minutos... mas já era tarde...

Final de jogo: Bragantino 2-1 Socorrense. Com esse resultado, o Bragantino sagrou-se campeão da II Copa Felício Saad. Uma grande festa foi vista no gramado com a comemoração dos atletas alvinegros (que por sinal pertencem ao Legionário). Fica aqui nossos parabéns ao Bragantino, à Socorrense, pelo honroso vice-campeonato e para o Nélly, que continua a organizar campeonatos interessantíssimos pelo nosso interior. Abraços á eles!


Entrega da taça de artilheiro da Copa e do Vice-Campeonato para atletas da Socorrense. Fotos: Fernando Martinez.


A entrega da taça para o capitão do time campeão da II Copa Felício Saad: o CA Bragantino. Foto: Fernando Martinez.


Festa dos jogadores do Bragantino com a Taça de campeão nas mãos. Foto: Fernando Martinez.

E foi só, depois do jogo ainda fomos conversar com o pessoal do LEC, simpáticos demais conosco. Ainda paramos depois no Ferroviário AC de Bragança Paulista, que tem um estádio muito bem arrumado no centro da cidade. Com a tradicional parada para o lanche de cada dia na Fernão Dias, voltamos para casa inteiros e mais uma vez com o sentimento de dever cumprido. Foi um dos melhores dias da história do JP, com toda a certeza.

Ainda vamos buscando algum amistoso por aí, já que estamos na entressafra, certo?

Até a próxima

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário