Procure no JP

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2005

Três partidas em sete horas no JP

Grande povo!

No último sábado tivemos a chance de uma rara rodada tripla de futebol (pena que por pouco não foi quádrupla!). Jogos as 11, 14 e 16 horas, sessões matutinas e vespertinas de futebol, para Doente nenhum botar defeito.

A caravana foi um tanto quanto incomum: Jandir, eu, o Orlando e o Alfredo presentes em tal feito. O primeiro jogo foi no Parque Antártica, aonde fomos assistir a apresentação do líder do grupo 2 da A3 de São Paulo, o Palmeiras B jogando contra o Itararé. O time é bem meia-boca, jogou pro gasto, e o jogo nem vale como referência, pois o Itararé é muito fraquinho, e ainda perdeu um pênalti quando o jogo estava 1 a 0 para o Verde.


Itararé perdendo pênalti no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


Detalhe de Palmeiras B x Itararé. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Final de jogo, 2 a 0 para o Palmeiras B, a quarta vitória seguida. Depois disso, fomos na sequência a Osasco, para acompanhar ECO e Mauaense. Como chegamos cedo, ainda tentamos fazer uma boquinha. Boquinha SEM o Jandir, pois o mesmo, munido de dois sanduíches de queijo e presunto (a lá Chaves) e um Toddynho, se escondeu atrás de um caminhão nos fundos do estádio para comer sozinho, e não repartir o pão entre o resto dos esfomeados.

Buscamos algum tipo de padaria, lanchonete ou botecão mesmo, mas era aniversário de Osasco, então TUDO estava fechado. Tivemos que nos virar com biscoitinhos e iogurtes mesmo. Ah, e vale lembrar que o ingresso era 1 quilo de alimento perecível, então nos abastecemos de fubá e açúcar para a contribuição do Clube dos Doentes.

Por ser um jogo com portões abertos, achei que teria mais gente, mas o público foi horroroso, acho que não tinha nem 300 pessoas por lá. O jogo em si foi beeem legal, bastante movimentado, com direito a várias chances perdidas de ambos os lados, golaço da Mauaense e pênalti perdido para o ECO. Final da contenda: 1 a 1, empate justo.


Como era aniversário de Osasco, a equipe do ECO entrou em campo homenageando a cidade. Detalhe para a bandeira de Osasco, muito bonita, e o brasão da cidade é o escudo do Osasco FC também. Foto: Fernando Martinez.


Lance do segunto tempo, ataque do ECO. Foto: Fernando Martinez.


Jurandyr, Orlando e Alfredo, suando em Osasco. Foto: Fernando Martinez.

Por fim, saindo fincado de Osasco, corremos de volta à São Paulo para assistir na gloriosa Comendador Souza, a partida entre Nacional e Flamengo de Guarulhos. Devido a destreza do Jandir na direção, chegamos rapidinho na Lapa, e na hora em que nos instalamos em nababescas tribunas ferroviárias, o Naça fez 1 a 0, sendo o único gol do jogo.

O jogo foi legal também, com o Nacional perdendo N gols, perdendo pênalti (o terceiro pênalti perdido do dia, de 4 batidos, um recorde), e deixando de fazer um saldo de gols legal em casa. Mas valeu a vitória, e por hora estar entre os 4 primeiros do grupo.


Escanteio para a equipe do Nacional no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.


Nacional e Flamengo num ângulo superior. Foto: Fernando Martinez. [150411]

Agora uma fotinho dos sobreviventes da tal maratona, assistindo a peleja nas tribunas do Nicolau Alayon:


Na ordem: Guilhermoso, David, Orlando, Jurandyr e Alfredo. Foto: Fernando Martinez.

Valeu, e as forças acabaram para fazer qualquer coisa no domingo, mas quarta-feira já tem coisa boa, e final de semana tem (eu espero que aconteça de verdade) um dos especiais do ano, falta confirmar a 'verba' para isso.

Falô

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário