Procure no JP

segunda-feira, 24 de janeiro de 2005

JP nas semi da Copa São Paulo (e também na A2)

Fala povo!

Mais uma rodada do Clube nesse fim-de-semana, mesmo de uma forma extremamente reduzida, estivemos lá. Mesmo com o David andando pelo Rio (e espero que tenha cumprido a promessa e tenha ido ao Maraca), o Estevan sambando por aí, o Mílton vagando sem rumo pelas ruas de SP, o Emerson dançando tango em terras portenhas, o Victor esteja passeando pelo interior de MG, eu e o Jandir somos fiéis aos ideais do Clube, e não deixamos de acompanhar nossos campeonatos.

Sábado estivemos na Comendador Souza para a estréia de Nacional e Bragantino na Série A2 do Paulista. Jogo interessante, com o Nacional buscando o gol com muito mais vontade e dedicação. Mas como o Nacional é sempre o Nacional, o placar final foi de 1 a 1. Seguem fotos das inúmeras chances perdidas pelo Naça:


Lance da partida Nacional x Bragantino. Foto: Fernando Martinez. [150411]


Um dos inúmeros ataques desperdiçados pelo Nacional. Foto: Fernando Martinez.

Ontem a vez foi da Copa São Paulo. A idéia era acompanhar in loco, as duas semifinais da competição. De manhã, ainda eu e o Jurandyr fomos novamente ao Nacional assistir a primeira das semifinais: Nacional x Paraná Clube.

Sempre conto dos jogos mais emocionantes que vi de cada time. O jogo mais emocionante que tinha visto do Nacional na minha vida, tinha sido uma vitória de 1 a 0 sobre o Etti Jundiaí, pelo Paulista A2 de 2001. naquele jogo era só o Etti ganhar para subir para a A1. A torcida deles entupiu o Nicolau Alayon, mas mesmo assim ganhamos a partida, com direito a quebra-pau e tudo no final.

Mas esse jogo de ontem conseguiu superar o anterior. Nunca vi tanta raça e determinação de uma equipe do Nacional na vida (eu acompanho o Naça já a 11 anos). Numa semifinal de campeonato, você estar perdendo por 2 a 0 até os 23 do segundo tempo, e ainda conseguir virar o jogo é fantástico. Foi emocionante, incrível, e a festa lá vai ficar na história do clube. Pena que só eu e o Jandir estivemos lá, merecia que todos os membros do Clube estivessem. Ah, e vale lembrar que nunca tinha visto tanta gente num jogo do Nacional na Comendador Souza. GENIAL! Segue mais uma foto do jogo (não tirei fotos de perto, porque não tinha como ficar no sol escaldante de meio-dia, então as fotos são de longe mesmo):


Lance do jogo entre Nacional e Paraná Clube. Notem o estádio lotado! Foto: Fernando Martinez.


Ataque do Paraná pela lateral do gramado. Foto: Fernando Martinez. [150411]

A tarde, só eu (como membro do Clube) fui na outra semifinal. Acompanhado pelo grande Rodrigo, e sua namorada e sua cunhada, fomos ao Pacaembu sofrer um pouquinho e assistir Corinthians e Iraty/PR.

Como tudo não pode ser flores, o que eles (diretoria, organizadores) fizeram com o público foi de uma cretinice absurda. Li no site da FPF que teriam todos os setores à venda, então pensei que o jogo sendo 6 e meia, era melhor chegar lá mais ou menos as 5 horas, foi o que fiz. Agora o que vi lá, foi de uma idiotice tremenda, de uma falta de bom-senso absurda. Sim, vendiam ingressos para todos os setores, e a lógica diz que se vende para numerada, você compra na bilheteria na numerada. Se vende para arquibancada, você compra na bilheteria da arquibancada. Certo? ERRADO! Para TODOS os setores, tinham 4 (!), isso mesmo 4 (!) guichês abertos, para o estádio todo!!

Ou seja, acho que o público ontem foi de 10 mil pessoas, e todo mundo só conseguiu entrar no intervalo e começo do segundo tempo, 2500 pessoas por guichê (!!). As filas davam a volta na Charles Müller, chegando até a avenida Pacaembu. E, aproveitando de tudo isso, os famosos cambistas, todos de origem finlandesa, vendendo ingressos com valor facial de R$2, por R$ 16 ! Eu parei a conta no número 57, mas tinha muito mais desses figuras por lá.

Vale o registro, mais uma vez o torcedor é tratado como gado. E não podemos reclamar, porque se não quisermos passar por isso, que fiquemos em casa.

Bom, sobre o jogo: Foi um jogo legal, mas o Iraty jogou muito bem o primeiro tempo, merecendo sair ganhando, o Corinthians deu sorte de fazer o gol (numa jogada individual) no finalzinho do 1º tempo. O segundo tempo foi mais tranquilo, com o Timão só controlando a partida. Mais uma fotinho:


Equipes perfiladas no início da partida. Foto: Fernando Martinez.


Visão geral de um Pacaembu com bom público para Corinthians x Iraty. Foto: Fernando Martinez. [150411]


Defesa do Corinthians tenta aliviar o perigo do ataque do Iraty. Foto: Fernando Martinez.

É isso, amanhã tem a final da Copa SP, as 10 da matina (!). Outro absurdo, quem decide horário são imbecis que ficam em salas de ar-condicionado, sem se importar com jogadores (que correrão num sol imbecil) e a torcida, que tem que madrugar para chegar no estádio, e chegando lá (tenho certeza disso) serão tratados como gado de novo.

Vale o registro, nem sei se vou amanhã não.

Por ora é só, abraços a todos!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário