Procure no JP

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Capivariano dá WO e é eliminado do Paulista sub-20

Olá,

A partida marcada para a minha sessão vespertina do último sábado já fazia parte do meu cronograma de jogos desde que a tabela do Campeonato Paulista sub-20 da 2ª divisão foi divulgada. Armei todo o esquema para seguir até Mauá conferir o jogo Mauaense x Capivariano, sempre no gramado do Estádio Municipal Pedro Benedetti. Foi a última rodada da primeira fase do certame, aqui no seu Grupo 4.

Graças a isso, após o apito final do jogo matutino fui direto para Mauá e como ainda faltava muito tempo para a peleja começar (mais de duas horas), fiquei ensebando na estação de trem e depois fiz um almoço hiper demorado. Já fazia calor, e o cansaço já começava a tomar conta do meu ser. Mas como ainda havia um joguinho de futebol na pauta, não desanimei tanto assim.


Arquibancadas do Pedro Benedetti vazias para o duelo válido pela última rodada da primeira fase do sub-20. Foto: Fernando Martinez.


Detalhes exclusivos de TODOS os torcedores presentes em Mauá para o jogo entre Mauaense e Capivariano. às 15 horas, exatamente quatro pessoas se encontravam por ali. Fotos: Fernando Martinez.

Entrei no vazio estádio cerca de 30 minutos antes do apito inicial e fui muito bem recebido pelo diretor do Grêmio, Gílson, que nos parabenizou pelo trabalho do JP nos jogos menores. Após o papo, fiquei me protegendo do sol no banco aonde ficam os maqueiros e o quarto árbitro. Mas logo notei que somente o Mauaense estava se aquecendo, e quando me dirigi aos vestiários do time visitante notei que eles ainda não tinham chegado.

Pelo fato do Capivariano ainda lutar por uma vaga, imaginei que era questão de minutos para eles aparecerem. Enquanto o tempo passava, o trio de arbitragem e o Grêmio Mauaense entraram em campo no horário marcado. Aproveitei e logo fiz a foto oficial dos donos da casa.


GE Mauaense (sub-20) - Mauá/SP. Foto: Fernando Martinez.

Mas sem notícia alguma por parte do Leão da Sorocabana, o que restou ao árbitro e aos jogadores da Locomotiva foi aguardar a boa vontade da equipe do interior paulista. Foi aguardado o tempo regulamentar de 30 minutos, com muita apreensão por parte de todos.


Jogadores do Mauaense conversando com o trio de arbitragem e num animado "bobinho", tudo esperando a chegada do Capivariano. Fotos: Fernando Martinez.

E pontualmente às três e meia da tarde, o árbitro Alexander Roberto Segundo deu por encerrado o "confronto". Se meu ânimo já não era dos maiores, imaginem como ele ficou após essa situação. Profundamente lamentável ver algo assim acontecer com uma equipe que disputa acesso para a Série A3 com seu time profissional. É complicado a gente dispor tempo, gastar dinheiro com condução, almoço, passar calor e no final das contas acompanhar um triste WO por parte de um tradicional clube paulista.

Fui informado que o time visitante chegou no estádio em Mauá por volta das quatro da tarde num ônibus escolar. Tentamos saber o que aconteceu, mas não houve explicação oficial para o ocorrido. Pior é ver o meu segundo "quase-jogo" em 20 dias, e na mesma competição. O chato é que ninguém é punido e fica tudo por isso mesmo no final das contas. Repito aqui o que escrevi no meu primeiro WO do ano, semanas atrás: Perdi meu tempo, minha paciência e o dinheiro da condução por causa dessa (nova) lambança.

Bom, graças ao WO, o Mauaense acabou tendo o placar de 3x0 a seu favor nas estatísticas. A equipe ficou na primeira posição do Grupo 4 e agora enfrenta o Tupã em duas partidas geniais pelas oitavas de final da competição. Jogos interessantes irão acontecer, inclusive um histórico Palestra x São Bernardo (e espero muito que dessa vez chegue uma ambulância no Baetão).

O "não-jogo" me desanimou bastante, e quando cheguei em casa o ânimo chegou a níveis abaixo de zero quando soube que o jogo no Baetão tinha sido 9x0 (!) para o Palestra. Decidi então que não iria ver nada no domingo, mas graças a um convite de última hora do seu Natal fui ver a estreia da terceira fase da Segundona Paulista...

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário