Procure no JP

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Foz do Iguaçu elimina as "Sereias da Vila" da Copa do Brasil 2010

Opa,

No último dia do mês de setembro, o JP teve a chance de acompanhar um jogo decisivo da Copa do Brasil de Futebol Feminino. Pela peleja de volta das Quartas-de-Final, o Santos FC (mais conhecido como "As Sereias da Vila") jogou na Arena Barueri contra o forte Foz do Iguaçu, em busca de uma vaga na Semi-Final.

Nessa partida tive a companhia do David e do amigo Colucci, de olho em contatos com a equipe paranaense. Chegar na Arena é demorado, mas ao mesmo tempo super fácil. Sem maiores problemas consegui ir para o gramado do estádio e logo fiz as fotos oficiais da peleja, as quais você só vê aqui no JP:


Santos FC (feminino) - Santos/SP. Foto: Fernando Martinez.


Foz do Iguaçu FC (feminino) - Foz do Iguaçu/PR. Foto: Fernando Martinez.


O quarteto de arbitragem da partida junto com as capitãs das equipes. Foto: Fernando Martinez.


Um "bonus track" do JP aos fãs das cheerleaders do Santos (as "Alvinegras da Vila"). As belas moças posam de forma exclusiva para as lentes do blog. Foto: Fernando Martinez.

Depois de um empate no jogo de ida, o time paulista precisava de um empate sem gols ou uma vitória simples para garantir a vaga para a fase seguinte e continuar vivo com o sonho do Tri na competição. O cartel de 20 jogos invicto no torneio, com 18 vitórias e 96 gols marcados nessas partidas era um aliado poderoso para o time praiano. Mas o forte time do Foz prometia estragar a festa.


Ataque santista no começo da partida. Foto: Fernando Martinez.

E mesmo com a atacante Cristiane jogando a partida desde o começo, o Santos bateu cabeça durante os 90 minutos. O time da terra das cataratas foi superior em todo o tempo, sendo preciso na defesa e muito perigoso com ataques incisivos.


Chance das Sereias pelo alto. Foto: Fernando Martinez.

Durante todo o tempo inicial as donas da casa não tiveram uma só chance clara de gol, enquanto que as paranaenses colocaram uma bola na trave da goleira Andréa e ainda perderam um gol cara-a-cara. O marcador em branco no intervalo era um resultado injusto.


Zagueira do Foz tirando a bola de dentro da sua área. Foto: Fernando Martinez.

Nesse intervalo subi para as cabines da Arena fazer uma boquinha. As famosas bolachinhas do local, somado com água e refrigerante, me deixaram satisfeito e pronto para encarar a segunda etapa sem percalços. E o Foz começou o jogo no gás, e conseguiu ficar logo à frente do marcador.


Visão geral da Arena em ataque santista no segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.


O setor defensivo do Foz foi preciso durante todo o jogo, aqui tirando mais uma vez a bola após cruzamento alvi-negro. Foto: Fernando Martinez.

Aos 6 minutos, a goleira santista fez belíssima defesa em chute de longe da camisa 9 Kota colocando a bola para escanteio. Na cobrança, a pelota foi alçada na área e a zagueira Ester resvalou de cabeça para marcar o primeiro gol das paranaenses. Mesmo com a vantagem, o time continuava melhor, e perdeu chances de ampliar.


Boa chegada da camisa 98 Cristiane pela esquerda. Foto: Fernando Martinez.

No meio do tempo final voltei para o campo para acompanhar a pressão santista em busca do empate, pois esse resultado levaria o jogo para a cobrança de pênaltis. Mas a pressão paulista era estéril, pois a equipe não conseguia chegar com condições de gol. O tempo foi passando com a valente equipe do Foz se segurando de forma louvável e com o Santos sofrendo para furar o bloqueio defensivo.


Escanteio para as donas da casa no momento de abafa no final do jogo. Foto: Fernando Martinez.

Mas no final não teve jeito mesmo: Santos 0-1 Foz do Iguaçu. Grande vitória do time paranaense, que elimina simplesmente a maior favorita ao título. Com certeza agora o time tem tudo e é o maior favorito para buscar o inédito título da competição. Além do Foz, Mixto/MT e São Francisco/BA também estão na Semi. A outra vaga sairá do confronto entre o ASCOOP/DF e o Duque de Caxias/CEPE/RJ.


O histórico placar final da partida, interrompendo uma sequência invicta das santistas de 20 partidas e as jogadoras paranaenses agradecendo pela conquista da vaga. Fotos: Fernando Martinez.

Fica ao Santos a lição que nome e estrela não ganha jogo. Mas com a disputa da Libertadores Feminina (que mereceria um post "especial" só para falar sobre a lamentável (des)organização da competição e desrespeito com os poucos torcedores que vão ao estádio) a equipe pode voltar ao lugar mais alto do pódio.

Depois do jogo ainda fomos encher o bucho numa bela padaria que fica ao lado da estação de trem do Jardim Belval. Muita conversa depois, voltamos para a capital paulista.

Até a próxima!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário