Procure no JP

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Nacional vence o Taboão da Serra em bom jogo no Nicolau Alayon

Opa,

No sábado passado era dia de jogo importante válido pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Mais uma vez fui até o Estádio Nicolau Alayon, pois lá Nacional e Taboão da Serra se enfrentariam pela primeira rodada do returno do Grupo 15 da competição. Foi a quarta vez que as duas equipes se enfrentaram nesse ano de 2010.

Mas passei um perrengue para chegar na Comendador Souza, pois peguei uma "operação tartaruga" conjunta do metrô e do sistema de ônibus da capital, e só na hora do apito inicial consegui entrar no estádio. Mas ainda bem que o David estava ligadão e fez as fotos oficiais da peleja:


Nacional AC - São Paulo/SP. Foto: David Libeskind.


CA Taboão da Serra - Taboão da Serra/SP. Foto: David Libeskind.


O árbitro Marcelo Aparecido de Souza, os assistentes João Bourgalber Chaves e Daniel Luís Marques e os capitães das equipes. Foto: David Libeskind.

Após tomar uma surra de 3x0 no jogo do primeiro turno contra o CATS, o Nacional precisava urgentemente mostrar reação e fazer o placar dentro dos seus domínios. Mas do outro lado a forte equipe taboanense prometia uma boa apresentação, pois o time vem fazendo uma campanha impecável e é um dos fortes candidatos ao acesso para a A3 em 2011. Promessa de bom jogo na histórica casa nacionalina.


Escanteio para o Nacional que não levou perigo à meta taboanense. Foto: Fernando Martinez.

E para ver essa peleja tivemos a presença do amigo Paulo Gregori e seus dois filhos nacionalinos Lorenzo e Victorio. Foi o debut de seu menino mais novo no Nicolau Alayon e quem sabe ele não traria bons fluidos ao time da Barra Funda. Mas durante os primeiros 45 minutos não tivemos uma partida interessante. O Nacional não jogou bem, e viu o CATS levar muito perigo em rápidos ataques pelo meio.


Chute sem muita direção do camisa 7 do time ferroviário. Foto: Fernando Martinez.

Por duas vezes o time visitante mereceu marcar o seu gol, mas nas duas oportunidades o goleiro nacionalino fez ótimas defesas. O primeiro tempo valeu mesmo para ver o menino Lorenzo mostrar todos seus fantásticos conhecimentos futebolísticos mundiais e assustar o que vos escreve. O garoto sabe a posição da Armênia no ranking da FIFA, quem jogou contra a Noruega no começo do mês e o nome de atletas do Cazaquistão. Com apenas 8 anos, provavelmente ele fará parte da turma de 2020 do JP.


Jogada confusa no ataque do Nacional no começo da segunda etapa. Foto: Fernando Martinez.

Bom, para o segundo tempo resolvi adentrar o campo de jogo para ver a partida no ataque dos donos da casa. E o tempo final foi muuito melhor do que o tempo inicial. Logo aos 7 minutos, o time feroviário abriu o marcador num golaço de cabeça do camisa 11 André Marques. Ele subiu sozinho após cruzamento preciso da esquerda e, mesmo longe do gol, colocou a bola no ângulo direito do arqueiro taboanense.


Disputa de bola no meio de campo. Foto: Fernando Martinez.

O gol acordou o CATS e fez com que o time melhorasse em campo. E a igualdade no marcador chegou aos 18 minutos com um chutaço de fora da área de Leandro. A bola entrou no canto esquerdo do goleiro, para a festa da boa torcida visitante presente na Comendador. Mas nem deu tempo de comemorar direito, pois dois minutos depois a zaga do Taboão fez lambança e entregou a bola no pé do atacante Careca. Ele tocou para André Marques, que tocou cruzado para ver a bola ainda bater na trave antes de entrar nas redes do CATS.


Zaga do CATS conseguindo interceptar perigosa investida ofensiva do Naça. Foto: Fernando Martinez.

A partida continuou muito movimentada até seu final, com o Naça buscando se defender e o Taboão buscando a nova igualdade no placar. Aos 36 minutos, o jogador Betinho foi expulso e complicou um pouco a vida nacionalina. Mas apesar du sufoco nos últimos 10 minutos, a equipe paulistana conseguiu a vitória.


Contra-ataque perigoso para os donos da casa no final da partida. Foto: Fernando Martinez.

Final de jogo: Nacional 2-1 Taboão da Serra. Vitória essencial do Naça em busca da vaga na quarta e decisiva fase da Segundona. Uma vitória contra o Olé Brasil na quarta-feira deixa o time praticamente classificado. Ao ótimo time do CATS resta também vencer o Elosport em casa na próxima rodada e garantir a vaga. Acho que esse grupo irá determinar um dos dois terceiros colocados que continuam vivos ao final dessa fase.


David, Paulo, Victorio e Lorenzo - que equivalem a 10% da torcida atual do Nacional - marcando presença no Nicolau Alayon. Foto: Fernando Martinez.

Conversei com os amigos Sandro, Rodrigo, Giulio e Miguel após o jogo e todos esperam mais uma vitória em casa contra o Olé Brasil, em peleja que contará com a nossa presença. Depois disso o amigo Paulo deu uma caroninha básica até uma estação do metrô paulistano e de lá voltei tranquilão para casa.

Mas domingo teve mais jogo, e a despedida da Rua Javari em 2010...

Até lá!

Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário