Procure no JP

segunda-feira, 11 de setembro de 2006

JP em Mogi das Cruzes para Mogi x Itapirense

Olá,

Neste sábado estive, com o glorioso David, na cidade de Mogi das Cruzes, onde nossos colegas Fernando, Milton, e o próprio David foram ameaçados fisicamente na semana passada, por diretores da outra equipe da cidade, que não diremos mais o nome. Ressalto a belíssima recepção que tivemos, digna de representantes da imprensa, com muito respeito e educação, por parte da diretoria do Mogi das Cruzes, liberando-nos, para estacionarmos na área interna do Estádio Nogueirão. Além disso, fomos reconhecidos por um jornalista da Rádio Metropolitana local, que nos foi prontamente solidário, e nos deixou à vontade para fazer nosso trabalho. Obrigado, Marcos!

Para mim, é uma honra especial fazer esse post, pois além da inédita companhia exclusiva do David (que queria ver o jogo do Juventus pela Copa FPF, mas sucumbiu ao meu forte poder de persuasão), pude retornar ao estádio da cidade, após longos dois anos, e para ver duas equipes pela primeira vez, sendo uma delas a ressuscitada S. E. Itapirense! E seguindo a tradição do JP, seguem as fotos oficiais da partida:


Mogi das Cruzes FL - Mogi das Cruzes/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


SE Itapirense - Itapira/SP. Foto: Estevan Mazzuia.


Quarteto de arbitragem formado pelo árbitro Alex Sander da Costa Lefeu, pelos auxiliares Carlos Nogueira Júnior e Gilberto Corrale e pelo quarto árbitro Wander Escardine. Foto: Estevan Mazzuia.

Agora com as equipes devidamente apresentadas, vamos ao jogo. O primeiro tempo foi bom, com as equipes aguerridas, apesar de quase eliminadas da competição, mas ficou muito truncado no meio de campo com poucas chances reais de gol.


Bola disputada no meio-de-campo do jogo Mogi das Cruzes e Itapirense. Foto: Estevan Mazzuia.

A equipe visitante arriscou uns dois chutes de longe, sem levar muito perigo ao gol do Mogi que, por sua vez, teve talvez a melhor chance da etapa em um chute do atacante Júlio César, aos 37 minutos, mas Thiago mostrou-se confiante, e fez a mais importante de suas 3 defesas no primeiro tempo.


Bola no fundo das redes, no primeiro gol da Itapirense. Foto: Estevan Mazzuia.

Na segunda etapa, o jogo ficou ainda melhor, com 4 gols. Para a surpresa geral, A Itapirense sai na frente aos 15 minutos, após uma bela jogada da equipe pela esquerda, para a conclusão do habilidoso atacante Rone. Cinco minutos depois, em lance infantil, um defensor local coloca a mão na bola e, após cobrança de falta novamente pela esquerda, a Itapirense conta com a trapalhada do zagueiro Nei e do goleiro Novaes, e faz 0x2, em um cruzamento fraco, que não vi resvalar em ninguém.


Lance do jogo Mogi das Cruzes e Itapirense. Foto: Estevan Mazzuia.

Em desvantagem no placar, a equipe local não viu alternativa a não ser sair para o jogo, e começou a pressionar os visitantes, levando muito perigo, e exigindo grande presença de espírito do bom goleiro Thiago. O zagueiro Nei teve a sua redenção aos 27 minutos, ao diminuir após uma cobrança de escanteio. Com 1x2 no placar, o Mogi teve seu melhor momento no jogo nos 5 minutos seguintes, sufocando os visitantes, mas sem conseguir o empate: aos 28 minutos, Robert encobre Thiago, mas acerta o travessão; aos 31, o mesmo Robert deixa a defesa da Itapirense desarmada, passa por Thiago, mas perde o ângulo, e a chance do empate; aos 41, mais uma boa chance perdida para os locais.


No crepúsculo da partida, o Mogi empata o jogo. Foto: Estevan Mazzuia.

Tanto esforço é finalmente recompensado quando a partida já parecia apresentar seus números finais. Nos acréscimos do Sr. Alex Sander da Rosa Cefeu, Nei (novamente, o zagueiro artilheiro) sobe mais alto que a defesa visitante, após escanteio, e empata a partida, no último lance de jogo. O empate foi justo pelo que se viu no gramado mas, infelizmente, as equipes morreram abraçadas. A boa notícia, é que um membro da comissão técnica da Itapirense jurou que a equipe continua em 2007. Temos a confiança que o mesmo se estenda ao Mogi, para que essas equipes que representam o verdadeiro futebol brasileiro continuem nos brindando com esses belos espetáculos por muitos e muito anos!


Eu e o David, perdidos no estacionamento do Nogueirão. Foto: Estevan Mazzuia.

Espero poder voltar em breve com mais aventuras! É isso!

Estevan

Nenhum comentário:

Postar um comentário