Procure no JP

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Taubaté confirma favoritismo e goleia o ADECO no Pacaembu

Texto e fotos: Fernando Martinez


Domingo, 8 de abril, 15 horas. Centenas de milhares de pessoas se preparavam para conferir a grande decisão do Paulistão 2018 no Allianz Parque. A pouco mais de três quilômetros dali, o velho Estádio Paulo Machado de Carvalho também respirava futebol, só que pelo Campeonato Paulista Feminino com o duelo entre Centro Olímpico e Taubaté.

Não tinha como perder uma partida de futebol sendo realizada no mesmo horário e na mesma cidade da final do estadual mais importante do país. Se pensarmos em quantas finais tivemos no Pacaembu através dos tempos, foi quase uma homenagem particular do JP ao velho estádio poder cobrir o confronto válido pela terceira rodada do certame das meninas num dia tão importante pro futebol paulista.

Essa é a oitava participação do Centro Olímpico no estadual, mas aquela equipe que fez campanhas incríveis nos primeiros anos já não existe mais. Vice paulista em 2011 e 2012, o clube paulistano deixou de utilizar atletas adultas e joga somente com meninas das categorias da base. Se é um trabalho importantíssimo em busca de novos talentos, é terrível pensando em resultados dentro de campo. Nos dois primeiros jogos do torneio, duas goleadas sofridas para Corinthians e Portuguesa.

Isso poderia ter mudado em 2018 caso o São Paulo tivesse confirmado uma parceria que já era dada como certa no final do ano passado. A ideia era usar todo o know-how do ADECO, contratar algumas atletas adultas e usar a camisa do tricolor. Na hora H, divergências políticas dentro do Morumbi impediram que o acordo fosse concretizado.


Associação Desportiva Centro Olímpico (Feminino) - São Paulo/SP


Esporte Clube Taubaté (Feminino) - Taubaté/SP


As capitãs dos times junto com a árbitra Adeli Mara Monteiro, os assistentes Fabrini Bevilaqua Costa e Thiago Gonçalves Dias e o quarto árbitro Giovanni Domenico Venturini

Pelos lados do Taubaté o cenário é um pouco melhor. O Burro da Central tenta passar da primeira fase pela primeira vez desde 2015 e o panorama para que isso aconteça é bastante favorável. No primeiro compromisso na competição, as meninas alvi-azuis derrotaram facilmente o Juventus dentro de casa.

Um público diminuto e bastante fiel viu uma partida onde o primeiro tempo foi muito melhor do que o segundo. Nos primeiros 45 minutos o Taubaté definiu o marcador sem sofrer sustos ou qualquer tipo de pressão. O favoritismo das interioranas foi confirmado desde os primeiros minutos.

Sabrina abriu o marcador numa belíssima cobrança de falta aos 15 minutos. Na saída o Centro Olímpico vacilou, perdeu o domínio da pelota e Rafinha fez o segundo. Aos 25, Mylena Carioca fez o terceiro e nos acréscimos Rafinha marcou pela segunda vez e ampliou a vantagem do Taubaté para 4x0.


Zaga do ADECO cortando cruzamento do Taubaté


Detalhe do primeiro gol visitante no Pacaembu em cobrança de falta de Sabrina


Detalhe do cruzamento que originou o terceiro gol do Taubaté


Só deu Taubaté no primeiro tempo e as meninas interioranas chegaram fácil aos 4x0

No tempo final as meninas paulistanas tentaram voltar pro jogo, só que apesar de muito esforço, pouca efetividade se viu. Foi a camisa 19 Giulia que marcou o gol de honra local aos 19 minutos. Muito mais time, o Taubaté chegou perto de ampliar o marcador em três ou quatro momentos. A melhor oportunidade foi num chute do meio de campo,o famoso "gol que Pelé não fez", que a arqueira paulistana salvou em cima da linha.



O Taubaté continuou dando trabalho à zaga local, porém não marcou no segundo tempo


Uma das poucas chegadas do Centro Olímpico no campo ofensivo

No final, o placar ficou em Centro Olímpico 1-4 Taubaté. As meninas do Burro da Central seguem firmes e fortes em busca de uma vaga na próxima fase depois da segunda vitória consecutiva, enquanto o ADECO vai apenas cumprir tabela até o final do certame. De positivo, o ótimo trabalho feito nas categorias de base.

Foi isso. Saí do Pacaembu junto com o trio Mílton, Mário e Zorzi e enquanto os amigos foram pro metrô, eu segui viagem agora de ouvido ligado na decisão do Paulistão. O que teve de emoção não foi brincadeira...

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário